Linha Livre com Geraldo Castro | Arquivo por Maranhão Sem drogas
Sábado, 31 de outubro de 2020.

Famem ajudará na interiorização do programa “Maranhão Sem Drogas”

DSC_0083O tesoureiro-geral da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prefeito Djalma Melo, de Arari, disse que uma reunião será marcada com os prefeitos filiados à entidade para iniciar o processo de interiorização do programa “Maranhão Sem Drogas”, lançado na terça-feira (09) pelo Governo do Estado.

Melo representou no evento o presidente da Famem, prefeito Gil Cutrim, de São José de Ribamar. Segundo ele, o encontro acontecerá “nos próximos dias”. “Nos próximos dias, a Famem vai reunir os prefeitos, conscientizando todos de que temos que levar esse programa às escolas públicas para atingir o maior número possível de jovens”, afirmou.

Para o prefeito, a união não apenas dos municípios, mas também do Governo Federal será fundamental para o sucesso do plano projeto pela Secretaria de Estado Extraordinária de Assuntos Estratégicos.

“Esperamos que agora o Governo Federal, o Estadual e os municípios se unam para combater esse grande mal que são as drogas. Vemos agora a entrada principalmente dessa droga chamada crack e que é violenta, destrói nosso jovens, e vamos estar juntos, todos os maranhenses, para evitar que essa droga se propague mais do que está acontecendo hoje. Por isso a governadora Roseana Sarney está de parabéns pelo lançamento deste programa que, com certeza, vai diminuir a frequência dos jovens nesse mundo”, completou.

Com o slogan “Não experimentar é o melhor remédio”, a governadora Roseana Sarney (PMDB) encarregou-se de lançar, no auditório do Palácio Henrique de La Rocque (Calhau), o Programa Estratégico de Prevenção ao Uso de Drogas – Maranhão sem Drogas. O programa enfatiza a prevenção como caminho a ser seguido para uma política, a longo prazo, de combate ao uso e ao tráfico de drogas.

A governadora ressaltou a importância do programa como fundamental para preservar a vida das famílias. “Conclamamos toda sociedade maranhense para atuar nessa cruzada do combate às drogas. Essa epidemia tem se espalhado por todo Brasil e vem acabando com milhares de vidas. O Maranhão sem Drogas se sustenta no esforço conjunto da família, escola e comunidade”.

O secretário extraordinário de Assuntos Estratégicos, Alberto Franco, apresentou o Maranhão sem drogas e, também, o mapa geográfico do crack no estado, com informações obtidas junto ao Disque-Denúncia. Ele contou que as ações do programa se concentram nas áreas de prevenção e repressão. “As ações serão integradas pelo governo, poder público e sociedade organizada. A estratégia é tirar os jovens da ociosidade dando a eles atividades recreativas, esportivas, culturais e muita informação, estabelecendo um diálogo permanente na escola, na família e no meio em que ele vive”, afirmou.

Com base nas estatísticas de consumo e tráfico de drogas, a Secretaria Extraordinária de Assuntos Estratégicos (Seae) elaborou o plano que tem enfoque na prevenção. Atualmente, de acordo com os dados da Seae, as estatísticas demonstram que 92% da incidência de violência se relacionam ao consumo e ao tráfico de drogas, a meta é reduzir esse valor para 50%, e 20% da evasão escolar, também, dizem respeito a esse problema, a expectativa é que esse número seja reduzido para 5%, até 2015.

 

sem comentário »