Linha Livre com Geraldo Castro | Arquivo por FMF – Vasco da Gama
Quarta-feira, 30 de setembro de 2020.

Quem vai pagar as despesas do Vasco da Gama em São Luís?

Que o Vasco da Gama é grande clube do futebol brasileiro ninguém tem dúvidas, mas os clubes do futebol maranhense também merecem respeito, principalmente da Federação Maranhense de Futebol, isto é fato. O despautério está justamente quando a FMF, através do seu presidente Antônio Américo Lobato Gonçalves, faz um estapafúrdio convite ao clube carioca, para vir realizar a sua pré-temporada do ano de 2013 aqui na capital maranhense, com todas as despesas pagas no período de 3 a 15 de janeiro, como passagens aéreas Rio/São Luís/Rio, mais traslado do aeroporto para hotel, do hotel para o estádio Castelão, entre outros mimos, como o pagamento das diárias em local escolhido pela diretoria do clube cruzmaltino, isto é falta de respeito para o torcedor, a imprensa esportivo e todos os cidadãos do Maranhão.

Se a FMF está “nadando” em dinheiro, porquê então não ajuda os seus filiados, como o Moto Clube, hoje mergulhado na maior crise de sua história? Se a FMF está com o “caixa” abarrotado de recursos, porquê então não auxiliar o São José de Ribamar também em crise financeiro mesmo ajudado pela Prefeitura de São José de Ribamar? Quem vai pagar todas as despesas? A FMF ou o Governo do Estado estaria por detrás desta empreitada?

Quem precisa de ajuda é o futebol maranhense, e quando do “golpe” para tirar do comando da Federação Maranhense de Futebol, o ex-presidente Alberto Ferreira, que fez lá suas besteiras, a proposta era um novo tempo, com novas práticas e o soerguimento do futebol do Maranhão. Depois de consumado o fato, as práticas se revelaram ainda piores, pois a nova direção está nas mãos de pessoas centralizadoras, que ao ter a reabertura do Castelão e com o público levado pelo super-campeão Sampaio Corrêa, já pensam em tirar proveito próprio, sem importar-se com os clubes maranhenses.

E não adianta dizer que o Vasco vai realizar dois amistosos com a renda em benefício dos clubes locais, pois o apelo do clube carioca a muito deixou de ser tão grande como antes, perdendo espaço para outros clubes nacionais. Eu sou vascaíno, admiro desde pequeno o Vasco da Gama, mas antes disso, sou torcedor do Sampaio Corrêa e do futebol local. Já tive diversos dissabores por defender os atletas maranhenses, mas gostaria de ver novamente o futebol local com uma verdadeira força do Norte e Nordeste como já demonstramos em tantas ocasiões.

Não precisamos do Vasco da Gama, e a governadora Roseana Sarney não pode ceder a este tipo de ideia, investindo recursos financeiros para agradar uma meia-dúzia de pessoas que estarão se locupletando com dinheiro público em benefício próprio e deixando de lado a política estadual que a de ajudar o esporte do Maranhão como um todo e, não enchendo os cofres do clube carioca. É certo que nem a Federação do Rio de Janeiro, nem o governador Sérgio Cabral fariam este tipo de negócio com Sampaio para que o tricolor fizesse sua pré-temporada na capital fluminense. A população utilizou hoje vários programas de rádio para protestar contra esta ideia absurda. O ofício do presidente da Federação Maranhense de Futebol ao  senhor Roberto Dinamite do Vasco da Gama.

sem comentário »