Linha Livre com Geraldo Castro | Arquivo por Eduardo Braide
Quarta-feira, 23 de junho de 2021.

Especulações, boatos ou verdade na equipe de Braide?

Formar uma equipe de auxiliares numa administração é sempre muito complicado, pois aquele eleito tem por obrigação,de honrar compromissos assumidos antes na campanha, onde não se escolhe apoio.

Assim, o prefeito eleito Eduardo Braide (Podemos) está literalmente isolado, sem falar com a Imprensa e nem com jornalistas e radialistas, ocupado na formação do seu secretariado. Até aí, nada demais.

Entretanto as especulações e boatos já começaram e vários nomes estão sendo postos como certos na administração do novo prefeito, causando surpresa para uns e decepção para outros. Já vi este filme por muitos anos.

Li em alguns blogs de amigos nomes que verdadeiramente já deram suas parcelas de contribuição, à política de São Luís e até do Estado. E então fica a pergunta; o prefeito eleito Eduardo Braide, está mesmo pronto como afirmava na campanha, para montar o seu time?

Entre os diversos nomes postos nas redes sociais, constam André Campos (MDB), candidato a vereador que não conseguiu se eleger. Pavão Filho, veterano político rejeitado nas urnas e com uma alta rejeição por parte da população. Ricardo Diniz, reprovado nas urnas, Elizabeth Castelo Branco, aboletada no Sindicato de Professores da Rede Municipal, e que não conseguiu votos suficientes para sua eleição, ao contrário, “espocou urna”.

E o mais famoso desses políticos, seria o ex-deputado federal e governador José Reinaldo Tavares. Calma gente, não é brincadeira. Ele seria o Conselheiro-Mor do jovem prefeito que assume em 1 de janeiro de 2021.

Nada contra os acima citados, mas para quem disse na campanha que teria uma equipe de novos técnicos, talentosos, jovens políticos, essas especulações jogam contra o prefeito, a revolta de quem leu e ouviu nos meios de comunicação, pois Eduardo Braide passou quatro anos sendo o preferido dos ludovicenses, e ganhou com tranquilidade a eleição, portanto não pode decepcionar logo nas escolhas dos seus auxiliares.

Volto a repetir; nada contra ninguém, e se o prefeito eleito Eduardo Braide chama-los, caberá a ele o ônus, pois desses nomes nem todos caminharam junto com ele, e alguns só vieram no segundo turno.

Quanto a ex-governador José Reinaldo Tavares, ele tem muita experiência, e só seria útil, caso fosse o ponta de lança, em uma provável desconstrução do governador Flávio Dino.

São Luís precisa de um prefeito que tenha uma visão macro, que possa humanizar a cidade, disciplinar e fazer cumprir as leis, colocar o que está parado para funcionar, um prefeito que não fique somente em “reunião” ou dentro do gabinete. A cidade quer o gestor nas ruas, bairros, postos de saúde, fiscalizando obras e buscando parcerias para uma boa administração.

Eduardo Braide tem esse perfil e repetiu inúmeras vezes na campanha que fará uma administração voltada para o interesse da população, e nós acreditamos, então, a montagem de sua equipe deve ser o primeiro passo para cumprir o que prometeu.

É isso!

 

sem comentário »