Segunda-feira, 25 de maio de 2020.

Novo ministro da Saúde, Nelson Teich, fala em aliar isolamento com incentivo à economia contra covid-19

PANDEMIA DE CORONAVÍRUS

Novo ministro da Saúde, Nelson Teich, fala em aliar isolamento com incentivo à economia contra covid-19Oncologista e empresário do setor da saúde foi consultor informal na campanha eleitoral de Jair Bolsonaro. Secretários de saúde afirmam que transição ainda tem cenário incerto e que esperam defesa do SUS

Jair Bolsonaro e o novo ministro, Nelson Teich.
Jair Bolsonaro e o novo ministro, Nelson Teich.JOÉDSON ALVES / EFE

JOANA OLIVEIRA|BEATRIZ JUCÁ
São Paulo – El País/Brasil

O médico oncologista e empresário do setor da saúde Nelson Teich é o escolhido por Jair Bolsonaro para ocupar o Ministério da Saúde no lugar de Luiz Henrique Mandetta, demitido nesta quinta-feira depois de semanas de conflito com o presidente. “É uma honra estar aqui para poder ajudar o país”, disse Teich, após ser apresentado por Bolsonaro. Em um breve discurso, o novo ministro indicou que não faria mudanças bruscas na política do ministério em meio à pandemia, mas disse estar alinhado ao presidente e defendeu que saúde e economia não podem ser discutidas separadamente.

Nascido no Rio de Janeiro, Teich se formou pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e se especializou em oncologia no Instituto Nacional de Câncer (Inca). Atualmente, é sócio da Teich Health Care, uma consultoria de serviços médicos e atuou como consultor informal na campanha eleitoral de Bolsonaro, em 2018, chegando, inclusive, a ser cotado para assumir a pasta de Saúde, mas foi preterido por Mandetta. A aproximação, na época, ocorreu por meio do atual ministro da Economia, Paulo Guedes.

Teich foi apresentado pelo presidente, que estava visivelmente tenso com a mudança que promoveu em meio à pandemia. O novo ministro falou rapidamente sobre sua expectativa em relação ao novo posto. “Discutir saúde e economia separado não dá. Ambos são complementares”, afirmou o novo ministro, que citou a atividade econômica como um fator importante para a saúde. “O desenvolvimento econômico arrasta outras coisas. Quanto mais se desenvolve mais se investe em educação e saúde, Emprego é necessário”, disse ele, ao lado de Bolsonaro, garantindo que há um alinhamento completo entre ambos e “todo o grupo do ministério”, para que a sociedade volte a ter vida normal. Para tal, defendeu dados e estudos que norteiem as ações, uma diretriz que já era seguida por seu antecessor.

Apesar das falas sob medida para os ouvidos do presidente, Teich sempre defendeu o isolamento horizontal. Desde o início da pandemia de coronavírus, tem publicado no LinkedIn análises sobre a crise defendendo essa posição, ou seja, o confinamento de toda a população, ao contrário do presidente, que defende o isolamento apenas de pessoas nos grupos de risco, como os idosos. Em um dos artigos, ele argumentava: “Além do impacto no cuidado dos pacientes, o isolamento horizontal é uma estratégia que permite ganhar tempo para entender melhor a doença e para implantar medidas que permitam a retomada econômica do país”.

sem comentário »

Flávio Dino dribla EUA e Bolsonaro parar trazer 107 respiradores da China para o Maranhão

Logística traçou rota pela Nigéria para evitar que a carga fosse desviada pelos EUA e evitou alfândega em São Paulo, para que equipamentos não fossem confiscados pelo governo federal

Flávio Dino deu um “pincel” em Bolsonaro (Foto: Divulgação)
Por Redação da Revista Fórum
  

O governador Flávio Dino (PCdoB) montou uma verdadeira operação de guerra para levar ao Maranhão em tempo recorde 107 respiradores e 200 mil máscaras compradas da China em março.

A logística, envolvendo 30 pessoas, foi traçada para evitar que o lote fosse desviado ou vendido aos Estados Unidos ou confiscado por Jair Bolsonaro – como já havia acontecido outras vezes, segundo a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, desta quinta-feira (16).

Com a ajuda de uma importadora maranhense, Dino negociou diretamente com uma empresa chinesa, que enviou os equipamentos e suprimentos médicos para a Etiópia, escapando da rota que passaria pela Europa – onde poderia ser desviada.

O secretário estadual Simplício Araújo, de Indústria e Comércio, que coordenou a empreitada, diz que o cargueiro que saiu da China e aterrissou em São Paulo teve o frete pago pela mineradora Vale.

Em São Paulo, a carga foi colocada em um avião fretado e enviada direta para o Maranhão, onde passou pela Receita Federal. A estratégia, de evitar a liberação na Alfândega em São Paulo, foi montada para que os equipamentos não fossem retidos pelo governo Bolsonaro.

“Se não fizéssemos dessa forma, demoraríamos três meses para conseguir essa quantidade de respiradores. Assim que os equipamentos chegaram já os conectamos para ampliar a nossa oferta de leitos de UTI”, disse Araújo à Folha. A operação levou 20 dias, ao custo de 6 milhões de dólares.

sem comentário »

CAIXA AMPLIA MEDIDAS PARA O MERCADO IMOBILIÁRIO

Carência para financiamentos, aumento no tempo de pausa e negociação de dívidas representam R$ 43 bilhões em recursos no mercado imobiliário nos próximos meses

 

A CAIXA anuncia, nesta quinta-feira (09), novas medidas de proteção e estímulo ao setor da construção civil que poderão beneficiar mais de 5 milhões de famílias preservando mais de 1,2 milhão de empregos. São cerca de R$ 43 bilhões em recursos injetados na economia que contribuem para a sustentabilidade da carteira habitacional e manutenção da adimplência das operações.

 

Ações para Pessoas Físicas:

 

  • Implementada a pausa de 90 dias no financiamento habitacional, para clientes adimplentes ou com até 2 (duas) parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra.

 

  • Possibilidade dos clientes que utilizam a conta vinculada do FGTS para pagamento de parte da prestação, pausar a parcela não coberta pelo FGTS por 90 dias.
  • Clientes adimplentes ou com até 2 (duas) parcelas em atraso poderão optar pelo pagamento parcial da prestação do financiamento, por 90 dias.
  • Prazo de carência de 180 dias para contratos de financiamento de imóveis novos.
  • Aos clientes que constroem com financiamento da CAIXA (construção individual) será permitida a liberação antecipada de até 2 (duas) parcelas, sem a vistoria.
  • Renegociação de contratos com clientes em atraso entre 61 e 180 dias, permitindo pausa ou pagamento parcial das prestações.

 

Ações para Empresas: 

 

  • Antecipação de até 20% dos recursos do Financiamento à Produção de empreendimentos para obras a iniciar.
  • Antecipação da liberação dos recursos correspondentes a até 3 (três) meses, limitado a 10% do custo financiado, para obras em andamento e sem atrasos no cronograma.
  • Liberação de recursos de financiamento à produção não utilizados pela empresa nos meses anteriores, limitado a 10% do custo financiado.
  • Implementada a pausa no financiamento à produção de 90 dias, para clientes adimplentes ou com até 2 (duas) parcelas em atraso, incluindo os contratos em obra.
  • Permitir o pagamento parcial da prestação do financiamento, por até 90 dias, para os clientes adimplentes ou com até 2 (duas) parcelas em atraso.
  • Inclusão ou prorrogação de carência por até 180 dias, para os projetos com obras concluídas e em fase de amortização.
  • Possibilidade de prorrogação do início das obras por até 180 dias.
  • Admitir a reformulação do cronograma de obra, nos casos de contingências na execução por questões decorrentes da pandemia.

As novas medidas começam a valer a partir da próxima segunda-feira (13).

 

Atendimento aos clientes:

 

Com o objetivo de minimizar os riscos de contaminação e exposição dos nossos clientes e empregados à COVID-19, a CAIXA ampliou o prazo de vencimento de laudos e avaliações.

 

Para comodidade e segurança dos clientes, a CAIXA recomenda a utilização dos canais digitais, como Internet Banking e App Habitação CAIXA, além dos telefones 3004-1105 e 0800 726 0505, opção 7, ou através do número 0800 726 8068 para renegociação do seu contrato.

sem comentário »

A conversa de dois canalhas

Do site O ANTAGONISTA
Foi exatamente o que aconteceu no ano passado numa conversa entre Onyx e Gustavo Bebianno, no auge da crise que levou à demissão do então ministro da Secretaria de Governo.

 

Na conversa de hoje, Terra defende uma política “que substitua a quarentena”. E diz que as medidas aplicadas pelo atual ministro não estão “protegendo o grupo de risco”. Onyx diz que Mandetta “não tem compromisso com nada que o Bolsonaro está fazendo.”

 

Leia o diálogo:

 

Onyx: “Eu acho que esse contraponto que tu ta fazendo…”

Terra: “É complicado mexer no governo por que ele tá…”

Onyx: “Ele (Mandetta) não tem compromisso com nada que o Bolsonaro está fazendo.”

Terra: “E ele se acha.”

Onyx: “Eu acho que (Bolsonaro) deveria ter arcado (com as consequências de uma demissão)…”

Terra: “O ideal era o Mandetta se adaptar ao discurso do Bolsonaro.”

Onyx: “Uma coisa como o discurso da quarentena permite tudo. Se eu tivesse na cadeira… O que aconteceu na reunião eu não teria segurado, eu teria cortado a cabeça dele…”

Terra: “Você viu a fala dele depois?”

Onyx: “Ali para mim foi a pá de cal. Eu já não falo com ele há dois meses. Aí acho que é xadrez. Se ele sai vai acabar indo para a secretaria do Doria.”

Terra: “Eu ajudo, Onyx. E não precisa ser eu o ministro, tem mais gente que pode ser.”

 

 

 

 

sem comentário »

Prefeito Edivaldo contabiliza avanços na Saúde e começa 2020 com novas unidades prontas para serem reinauguradas

A requalificação das unidades integra o programa São Luís em Obras. Além da infraestrutura, a gestão Edivaldo vem implementado ações que têm garantido a diminuição no tempo de espera para atendimento, a melhoria dos fluxos internos, entre outros benefícios à população

Prefeito Edivaldo contabiliza avanços na Saúde e começa 2020 com novas unidades prontas para serem reinauguradasA gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior reinaugura já nos primeiros meses de 2020 novas unidades de saúde totalmente reformadas, fortalecendo assim a rede de atenção básica e os serviços de prevenção ofertados à população. Mais de 20 obras de reforma estão em andamento na área da saúde, em diferentes estágios. As ações ocorrem por meio do programa São Luís em Obras e abrangem postos e centros de saúde, unidades administrativas, sede da escola Técnica do SUS na região Itaqui-Bacanga, prédio da Ouvidoria, entre outros.

O prefeito Edivaldo destaca os investimentos como medida importante no processo de reestruturação da área. “A rede de saúde da capital passa por um processo integrado de reestruturação jamais visto. Não se trata de reformar unidade de saúde tão somente, estamos promovendo uma verdadeira revolução no atendimento à população investindo em capacitação dos servidores, melhorando a estrutura física, equipando hospitais e postos para que tenham condições de atender com qualidade e de forma humanizada os pacientes, além do investimento em prevenção. Hoje, a realidade da saúde da capital é muito diferente de quando iniciamos. Quem utiliza o sistema publico sabe o quanto melhorou. E vamos continuar investindo na saúde, principalmente em ações preventivas”, diz o gestor municipal.Reforma e ampliação de serviços

A rede de atenção básica em saúde de São Luís passa atualmente pelo maior volume de obras de reformas simultâneas em anos. Em novembro de 2019, o Centro de Saúde Genésio Ramos Filho, na Cohab-Anil, foi reinaugurado, sendo a primeira unidade entregue dentre as contempladas pelo pacote de obras lançado em 2019. A unidade foi totalmente reformada, ganhou novos consultórios, equipamentos e teve a oferta de serviços ampliada.

População reconhece os avanços no Genésio Ramos Filho e elogiam as melhorias feitas no local. Foi o caso de Leda Maria Oliveira, 76 anos. “O Centro tem um programa de atendimento específico para os idosos que é muito bom. Com a reforma, o atendimento melhora ainda mais para a gente. Está nota mil”, enalteceu Leda.Novas reinaugurações

Entre as unidades de saúde que deverão ser entregues já nos primeiros meses de 2019 estão o Centro de Saúde da Vila Bacanga, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) da Alemanha, o Centro de Saúde do Quebra-Pote, Centro de Saúde Vila Sarney e o Socorrinho II, no São Francisco. Todas estão passando por obras em toda a parte elétrica, hidráulica, revisão do telhado, pintura entre outras melhorias.

Destas, os centros de saúde da Vila Sarney e Vila Bacanga tiveram suas estruturas físicas ampliadas, o que vai permitir aumentar os serviços prestados à população. Outras unidades da rede também vão passar por ampliação da estrutura física ou de serviços. Além de reformar as unidades de saúde, a gestão do prefeito Edivaldo implantou equipes volantes para fazer a manutenção das demais unidades, evitando o sucateamento da rede.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, explica que investir na atenção básica provoca resultados positivos em toda a rede. “Quando nós melhoramos os serviços na atenção básica, a população passa a procurar mais estas unidades, que são as de referência dentro das comunidades. Com isso, reduzimos a superlotação nas unidades de média e alta complexidade, pois o cidadão passa a buscar mais o atendimento preventivo que as emergências. Por orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, vamos seguir reestruturando a atenção básica e toda a rede, e já temos definido em planejamento a reforma de mais 10 unidades. A continuidade dessa ação vai nos permitir que a gestão siga ampliando os serviços e fortalecendo o atendimento em saúde em São Luís”, disse.

Socorrão II

Uma das principais unidades de saúde de São Luís, o Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II) também está passando por reforma, mas devido ao seu porte e à demanda de atendimentos diários os serviços estão sendo feitos ala a ala. Na unidade já foram finalizados os serviços em dois corredores e uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Os próximos setores a terem os serviços iniciados serão um dos centros cirúrgicos e a sala de recuperação pós-anestésica (RPA).

Além de reestruturar a parte física das unidades, a gestão Edivaldo tem implementado políticas que têm garantido a diminuição no tempo de espera para atendimento, a melhoria dos fluxos internos, a diminuição das filas, a humanização do atendimento entre outros benefícios à população.

No Socorrão II, por exemplo, houve um aumento de atendimento para quase mil pacientes por mês em 2019, apesar disto, houve redução na superlotação e no tempo de atendimento. Esta redução é resultado das melhorias nos fluxos de atendimentos como parte da execução do projeto Lean nas Emergências, implantado na unidade de saúde da Prefeitura de São Luís em parceria com o Ministério da Saúde e assessoria do Hospital Sírio-Libanês. A superlotação na unidade teve redução de 72% e o tempo de espera para atendimento, que era de 4.100 minutos, passou para 680 minutos. Os resultados fizeram o Socorrão II a referência nacional no projeto.

Saúde como prioridade

As melhorias apresentadas pela rede de saúde municipal fazem parte da macropolítica de reestruturação da rede implantada na gestão do prefeito Edivaldo, sendo definida como uma das áreas prioritárias do seu governo. Outro avanço expressivo na área ao longo da gestão é a reativação do Hospital da Mulher, hoje referência no estado, além da reestruturação do atendimento no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) e Dr. Odorico Amaral de Matos (unidade infantil), com a gradativa melhoria fluxo.A reestruturação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) com renovação e ampliação da frota também faz parte da nova cara do sistema de saúde municipal. Todas as ambulâncias com mais de dois anos de uso estão sendo substituídas assim como as motocicletas usadas no atendimento, algumas com 10 anos de uso.

Por meio de investimentos em equipamentos e qualificação de pessoal da Central de Marcação de Consultas e Exames (Cemarc), que resultou no fim das filas para a marcação de consultas e exames com a descentralização do serviço para 24 unidades da rede, houve aumento no número de marcação de consultas. Outubro do ano passado bateu recorde de 247 mil marcações.

O reforço nas ações de combate às arboviroses, bem como na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, a informatização de todas as salas de vacinação da rede entre outras ações na área da atenção básica também fazem parte dos resultados da reestruturação da rede de saúde municipal.

sem comentário »

Chuvas deixam Cajari debaixo d’água e moradores desabrigados

As fortes chuvas que tem caído no Maranhão têm deixado diversas cidades literalmente debaixo d’agua e provocado prejuízos incalculáveis para as prefeituras municipais, bem como provocando bloqueio em estradas vicinais além de desalojar moradores de suas residências, suspendendo aulas, com perigo de doenças e outros problemas.

A cidade de Cajari situada a 214 quilômetros de São Luis é um destes municípios atingidos pelo inverno dos mais rigorosos que acontece no Maranhão nos últimos dez anos. Por ser uma localidade cercada de campos inundáveis na região da Baixada Maranhense, a comunidade está sofrendo com os temporais e a água toma conta de todo o município.

A prefeita Camyla Jansen (PSDB) já decretou Estado de Calamidade Pública e colocou todo seu secretariado à disposição dos moradores, principalmente dos locais mais atingidos, principalmente na sede, onde o Rio Maracu está com volume muito grande provocando enchente em várias ruas da cidade.Um dos locais mais atingidos pelas águas, é o bairro Mangueirão, além da Travessa das Flores, onde vários moradores já foram retirados do local.

Só para se ter ideia de como a situação é delicada em Cajari, até a MA-317 que dá acesso a sede do município, tem trechos cobertos pela água dos campos, causando muito perigo para quem não conhece a região. A Barragem do Socó que liga a sede a vários povoados, também foi coberta pelo volume de aumento de água.

Algumas imagens da situação em Cajari, com destaque para a MA-317 que foi coberta pelas águas, o povoado Veloso, o Mangueirão e demais locais. Nesta segunda feira não haverá aula na rede pública, pois algumas escolas estão recebendo os desabrigados.

Imagens desta noite de domingo na Travessa das Flores em Cajari – Foto Nelma Rêgo

 

sem comentário »

Bairro Bequimão receberá grande ação de limpeza da Prefeitura de São Luís neste fim de semana

Sexta (29) e sábado (30) a gestão do prefeito Edivaldo promoverá uma ação bota-fora no Bequimão com o objetivo de intensificar a limpeza no local; população deve deixar o que precisar ser descartado na frente de casa para que seja recolhido

Prefeitura de São Luís combate descarte irregular com grande ação de limpeza no Bequimão neste fim de semanaA gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, buscando garantir mais qualidade de vida e saúde para à população, segue intensificando as ações de limpeza nos bairros de São Luís e realiza, nesta sexta-feira (29) e sábado (30), o Bota-Fora Bequimão. Durante a manhã dos dois dias serão recolhidos os chamados resíduos volumosos – eletrodomésticos que não funcionam, pneus, móveis fora de uso, entulhos e outros pelas ruas do bairro. As ações bota-fora realizadas pela Prefeitura de São Luís este ano já somaram 55 toneladas de resíduos recolhidos. A ação é executada pelo Comitê Gestor de Limpeza Urbana e tem o objetivo de conscientizar a população sobre o descarte correto de resíduos sólidos.

 

As ações de limpeza no bairro Bequimão são constantes. A coleta domiciliar é feita de forma regular toda terça, quinta e sábado no período diurno, entretanto, o bairro tem pontos de acúmulo de lixo descartado irregularmente, por isso, a Prefeitura de São Luís concentrará os serviços de remoção manual e mecanizada no bairro e comunidades do entorno neste fim de semana.

 

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca a importância da ação. “Os resíduos volumosos são recebidos nos 11 Ecopontos já entregues pelo prefeito Edivaldo e que estão em pleno funcionamento em São Luís. A entrega deve ser feita de forma voluntária pela população, mas no Bota-Fora a Prefeitura de São Luís faz o recolhimento porta a porta naqueles bairros onde o volume de descarte irregular é elevado”, disse.

 

BOTA -FORA

Durante o bota-fora, a partir das 8h, agentes de limpeza estarão nas ruas dos bairros, fazendo o recolhimento dos resíduos volumosos de porta a porta. Por isso, a Prefeitura de São Luís pede à comunidade que não acumule lixo no seu quintal e não o descarte de forma incorreta, deixando-o na frente de casa para que ele seja recolhido.

 

Equipes de educação ambiental do Comitê Gestor de Limpeza Urbana e o Cidadão Limpeza Cidade Beleza estarão visitando as casas, informando aos moradores sobre os prejuízos para a saúde pública e meio ambiente decorrentes do descarte irregular de resíduos sólidos nas vias públicas. A ação também vai incentivar o uso dos Ecopontos.

 

Encerrando a programação de atividades no sábado, às 8h30, o Cidadão Limpeza Cidade Beleza fará uma apresentação, onde conversará com a população, tirando dúvidas sobre os serviços de limpeza urbana e o manejo adequado do resíduo doméstico.

 

AÇÕES AMPLIADAS

A Prefeitura está ampliando as ações bota-fora ao longo de 2019. Este ano, já foram contemplados o Bairro de Fátima, que recebeu a programação no dia 25 de janeiro, resultado no recolhimento de mais de cinco toneladas de resíduos. Em fevereiro foi realizada uma ação conjunta nos bairros Radional, Vera Cruz e Santa Cruz. Durante os dois dias de programação mais de nove toneladas de resíduos foram recolhidas. Na semana passada a ação ocorreu na Forquilha e recolheu 40 toneladas de resíduos.

 

O que será recolhido?

Eletrodomésticos que não funcionam
Pneus
Móveis fora de uso
Entulho de obras
Resto de poda e capina

O que os moradores devem fazer?
Colocar em sua porta a partir das 8h de sexta-feira tudo aquilo que desejam descartar.

Secom – Prefeitura

sem comentário »

Prefeito Edivaldo detalha ações realizadas para atender ocorrências geradas pelas fortes chuvas

Equipes da Prefeitura de São Luís trabalham em várias frentes para reverter os resultados das fortes chuvas que atingiram a capital no último final de semana. Além do trabalho da Defesa Civil, depois do alto índice de 217 milímetros de precipitação registrado em 24h, mais de 30% acima do previsto, o poder público municipal vem intensificando os trabalhos em áreas como assistência social, infraestrutura e limpeza urbana. A atuação da força-tarefa, ação do Plano de Contingência, foi detalhada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior em coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (25).

Somente na área de infraestrutura são mais de 170 agentes nas ruas atuando de forma a minimizar os impactos das chuvas. Comitê de Limpeza está com mais de 570 agentes atuando, que se somam aos da Defesa Civil, do Instituto de Paisagismo e da Secretaria da Criança e Assistência Social.

 

“Estamos acompanhando de perto e agindo de forma integrada para atender as famílias, oferecendo o apoio necessário. Nossas equipes estão nas ruas atuando para reverter os resultados das fortes chuvas, que ultrapassaram o previsto, e preventivamente para evitar outros transtornos. O poder público municipal tem colocado em prática as ações do Plano de Contingência, elaborado com base no monitoramento realizado permanentemente nas áreas de risco para atender prontamente as ocorrências registradas”, destacou o prefeito Edivaldo que passou o domingo vistoriando áreas de risco e em reunião com secretários e presidentes de órgãos.

 

No último fim de semana, foram registradas 15 ocorrências de deslizamentos nos bairros Sá Viana, Dom Luís, Vila Embratel, Coheb Sacavém, Izabel Cafeteira, Recanto dos Vinhais, Anjo da Guarda, Túnel do Sacavém, Vila dos Nobres, Quinta dos Machados, João de Deus, Salinas do Sacavém e Coroadinho. Em bairros como Anil, Vila Embratel, Fumacê, Gapara, Coroadinho, Janaina e Salinas Sacavém, foram registrados alagamentos; e nos bairros Coroadinho e Cohatrac foram registradas quedas de árvores.

Na força-tarefa, atuam secretarias como Segurança com Cidadania (Semusc), Obras e Serviços Públicos (Semosp), Assistência Social (Semcas) e Governo (Semgov), além da Subprefeitura do Centro Histórico de São Luís e órgãos como Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Fundação Municipal do Patrimônio Histórico (Fumph), Blitz Urbana e Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur). Os trabalhos contam ainda com a parceria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Cruz Vermelha, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, assim como de igrejas e associações comunitárias.

 

O secretário municipal de Segurança com Cidadania, Héryco Coqueiro, destacou o trabalho permanente realizado pela Defesa Civil junto às famílias. “A Defesa Civil se faz presente constantemente nas áreas de risco, desenvolvendo um trabalho preventivo e contínuo de monitoramento e acompanhamento das famílias. Com o registro de ocorrências, estamos isolando as áreas e dando o suporte necessário para que as famílias sejam direcionadas a um local seguro”, disse o titular da Semusc.

 

Segundo o Núcleo de Meteorologia, da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), nos dois últimos dias, já choveu o equivalente a 217mm, sendo que apenas da 0h até às 9h de domingo há um acumulado de 150mm, e que esse volume deve aumentar. Ainda conforme o núcleo, a média para o mês de maço é de 428mm; e até às 9h do último domingo foi registrado o volume de 582mm.

 

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Equipes da assistência social estão trabalhando junto às famílias impactadas pelas ocorrências. A Prefeitura de São Luís já está atendendo 85 famílias na Salina Sacavém e 25 famílias no Sá Viana. No total 380 pessoas estão sendo acompanhadas pela Assistência Social. Inicialmente, as famílias que não foram para casa de familiares estão sendo acolhidas em abrigos municipais, bem como em espaços comunitários como igrejas e associações.

 

A secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andréia Lauande, explicou como está sendo prestada a assistência. “Inicialmente, atuamos identificando as famílias e abrigando-as em um local seguro. As equipes de assistentes sociais realizam avaliação individual socioeconômica de cada família, para possível inserção no Benefício Eventual Auxílio Moradia (aluguel social). É um trabalho muito delicado, considerando que muitas famílias construíram uma história naquele espaço e se recusam a deixar a área”, contou a secretária.

 

INFRAESTRUTURA

Na área da infraestrutura, 170 homens trabalham em serviços de desobstrução do sistema de drenagem da capital e na recuperação asfáltica, bem como no levantamento da situação nas áreas onde foram registradas ocorrências. Segundo o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, muitas áreas de ocupação espontânea não possuem um sistema de drenagem adequado. “Estamos realizando o levantamento das necessidades de cada área para que a Prefeitura possa intervir de forma eficaz”, afirmou o titular da Semosp.

 

Para conter os impactos das fortes chuvas, a Semosp realiza também um trabalho permanente de manutenção de bueiros e galerias, com limpeza e desobstrução do sistema de drenagem da cidade. O secretário citou, ainda, grandes obras de drenagem executadas pela Prefeitura de São Luís em áreas como Santa Clara e Vila Apaco. “Esses eram pontos críticos na nossa cidade e graças à intervenção da gestão do prefeito Edivaldo, não apresentaram mais ocorrências”, concluiu Antonio Araújo.

 

LIMPEZA URBANA

Nesta segunda-feira (25), 578 profissionais da limpeza urbana estão nas ruas executando os serviços de capina, roçagem, varrição, remoção manual, remoção mecanizada, limpeza de praia e lavagem. Mais 171 profissionais atuam no serviço de coleta domiciliar, com sete veículos e 21 coletores ao todo. Para os serviços de limpeza são utilizados também equipamentos como duas caçambas e uma retro escavadeira. No último domingo (24), as equipes atuaram na remoção manual de entulho decorrente de desabamento na Praça Pedro II e de desabamento de fachada de casarão na Rua Jacinto Maia, na Praia Grande, e na remoção de árvores e galhos que desabaram por toda a cidade.

 

VISTORIA

No domingo (24), o prefeito Edivaldo, ao lado de secretários e demais gestores de órgãos municipais, percorreu áreas da capital que sofreram de forma mais direta com a ação das fortes chuvas que caíram na cidade desde a manhã do último sábado (23). A visita na área do Centro Histórico, onde foi registrado o desabamento de uma casarão, contou com a presença do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, Maurício Itapary.

 

Depois das visitas em algumas das áreas prejudicadas pelas fortes chuvas, o gestor municipal se reuniu com o secretariado municipal e com o presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho, para definir as ações desta força-tarefa, que nesta segunda-feira (25) já estão sendo colocadas em prática com o objetivo de minimizar os transtornos causados.

sem comentário »

Estrada de Cajari está prestes a ser cortada e isolar a cidade

Essas  são  as  condições  da  MA-317  na  Baixada  Maranhense,  estrada  que  permite  o acesso  à cidade  de  Cajari,  que  precisa  ser  recuperada  pelo  Governo  do  Estado.

 

sem comentário »

Programação da Passarela do Samba vai animar foliões no Carnaval 2019 de São Luís

Evento é promovido pela Prefeitura com o apoio do Governo; de sexta (1º) a terça (5), espaço no Anel Viário vai reunir grupos carnavalescos, blocos e as escolas de samba; ingressos podem ser trocados por um quilo de alimento não perecível no local, a partir das 16h

A Programação promovida pela Prefeitura na Passarela do Samba vai animar foliões no Carnaval 2019Diversão, alegria e muita folia é o que está previsto para a Passarela do Samba, no Anel Viário que abre a programação nesta sexta-feira, 1º. São mais de 70 atrações entre desfiles de grupos de tambor de crioula, tribos de índios, blocos afro e tradicionais e o desfile das escolas de samba. O Carnaval da Passarela é uma promoção da Prefeitura com apoio do Governo do Estado. Para ter acesso à Passarela, a cada dia de programação o público deve levar um quilo de alimento não perecível e trocar pelo ingresso, sempre a partir das 16h.

A programação, que inicia nesta sexta-feira (1º) de março, a partir das 18h, com a entrega da Chave da Cidade à Corte Momesca, encerra na terça-feira (5) com o Baile Popular do Blocão do Bicho. Na Quarta-Feira de Cinzas (6), será a apuração para escolha dos vencedores do desfile, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, na Praia Grande.

O secretário municipal de Cultura (Secult), Marlon Botão, pontuou o momento especial da festa carnavalesca, onde a programação dos desfiles da Passarela do Samba é um dos pontos altos. “Esperamos que a celebração seja marcante para todos os brincantes do Carnaval de São Luís. A cada ano nos preocupamos em valorizar e fortalecer nossa identidade cultural com a apresentação de grupos folclóricos representativos. Será uma belíssima programação com desfiles dos blocos tradicionais, turmas de samba, blocos organizados e escolas de samba”, pontuou o gestor.

A acessibilidade foi priorizada na montagem da estrutura. A Passarela do Samba terá espaços adaptados para pessoas com deficiência, dificuldades de locomoção e idosos com disponibilidade de 500 lugares na área preferencial. A Prefeitura disponibilizará quatro cuidadores e quatro intérpretes de Libras nos cinco dias de evento. Serão desenvolvidas ainda campanhas sensibilizando para a valorização das pessoas com deficiência.

ABERTURA

A abertura do circuito oficial na Passarela do Samba, na sexta-feira (1º), será marcada por uma solenidade de entrega simbólica da Chave da Cidade, às 19h. Grupos de tambor de crioula, tribos de índios e blocos tradicionais do Grupo B abrem o primeiro dia de desfiles. No sábado (2), mais tribos de índios e blocos tradicionais do Grupo A abrilhantam a agenda de atrações.

Os blocos organizados e as turmas de samba dão o tom no domingo (3), terceiro dia de programação da Passarela do Samba, preparando para o esperado desfile das escolas de samba. As agremiações carnavalescas Terrestre do Samba, Mocidade Independente da Ilha, Império Serrano, Turma de Mangueira e Flor do Samba são as atrações do dia.

Na segunda-feira (4), as escolas de samba Unidos de Fátima, Túnel do Sacavém, Turma do Quinto, Favela do Samba e Marambaia se apresentam na Passarela. Antecedendo os desfiles, turmas de samba, grupos de tambor de crioula e blocos organizados abrem o dia de evento. Na terça-feira (5), o encerramento com o Baile Popular do Blocão do Bicho, a partir das 22h.

Os vencedores dos desfiles na Passarela do Samba serão conhecidos no dia da apuração do concurso, marcado para a Quarta-Feira de Cinzas (6), a partir das 14h, no Teatro Alcione Nazaré (Centro de Criatividade Odilo Costa, filho).

PROGRAMAÇÃO

DIA 1º/03 – SEXTA-FEIRA
A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor

Desfile das Tribos de Índio
18h00 às 18h10 – Kaiapó
18h12 às 18h22 – Tupiniquim
18h24 às 18h34 – Kamayaurá
18h36 às 18h46 – Curumim
18h48 às 18h58 – Tapiaca Uhu

Desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo B
20h00 às 20h20 – Os Gigantes
20h25 às 20h45 – Os Tradicionais do Ritmo
20h50 às 21h10 – Fênix
21h15 às 21h35 – Os Trapalhões
21h40 às 22h00 – Companhia do Ritmo
22h05 às 22h25 – Renovação do Ritmo
22h30 às 22h50 – Os Diplomáticos
22h55 às 23h15 – Os Guardiões
23h20 às 23h40 – Príncipe da Meia Noite
23h45 às 00h05 – Dragões da Liberdade
00h10 às 00h30 – Os Vingadores
00h35 às 00h55 – Os Gaviões do Ritmo
01h00 às 01h20 – Os Diferenciados do Renascer ou Ritmo
01h25 às 01h45 – Os Inacreditáveis
01h50 às 02h10 – Vinagreira Show
02h15 às 02h35 – Os Imbatíveis

DIA 02/03- SÁBADO
A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor

Desfile das Tribos de Índio
18h00 às 18h10 – Sioux
18h12 às 18h22 – Tupinambá
18h24 às 18h34 – Guarani
18h36 às 18h46 – Upaon Açu
18h48 às 18h58 – Itapoã
19h00 às 19h10 – Carajás

Desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo A
20h00 às 20h20 – APAE (não concorre)
20h25 às 20h45 – Os Gladiadores
20h50 às 21h10 – Os Baratas
21h15 às 21h35 – Os Guerreiros do Ritmo
21h40 às 22h00 – Kambalacho do Ritmo
22h05 às 22h25 – Príncipe de Roma
22h30 às 22h50 – Os Feras
22h55 às 23h15 – Os Curingas
23h20 às 23h40 – Reis da Liberdade
23h45 às 00h05 – Os Vampiros
00h10 às 00h30 – Os Brasinhas
00h35 às 00h55 – Tropicais do Ritmo
01h00 às 01h20 – Os Foliões
01h25 às 01h45 – Originais do Ritmo
01h50 às 02h10 – Os Apaixonados
02h15 às 02h35 – Os Tremendões

DIA 03/03 – DOMINGO
A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor.

Desfile dos Blocos Organizados
18h30 às 18h45 – Os Cobras das Estrelas
18h50 às 19h05 – Unidos da Vila Embratel II
19h10 às 19h25 – Pau Brasil
19h30 às 19h45 – Canto Quente
19h50 às 20h05 – Dragões da Madre Deus

Desfile de Alegoria
20h10 às 20h25 – Tijupá

Desfile das Turmas de Samba
20h30 às 20h50 – Vinagreira do Samba
20h55 às 21h15 – Fuzileiros da Fuzarca

Desfile das Escolas de Samba
22h00 às 23h00 – Terrestre do Samba
23h10 às 00h10 – Mocidade Independente da Ilha
00h20 às 01h20 – Império Serrano
01h30 às 02h30 – Turma de Mangueira
02h40 às 03h40 – Flor do Samba

DIA 04/03 – SEGUNDA-FEIRA
A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor

Desfile dos Blocos Organizados
18h30 às 18h45 – Beatos do Samba
18h50 às 19h05 – Unidos do Porto Grande
19h10 às 19h25 – Unidos da Vila Isabel
19h30 às 19h45 – Os Liberais
19h50 às 20h05 – Turma do Saco

Desfile das Turmas de Samba
20h30 às 20h50 – Ritmistas de São José de Ribamar
20h55 às 21h15 – Ritmistas da Madre Deus

Desfile das Escolas de Samba
22h00 às 23h00 – Unidos de Fátima
23h10 às 00h10 – Túnel do Sacavém
00h20 às 01h20 – Turma do Quinto
01h30 às 02h30 – Favela do Samba
02h40 às 03h40 – Marambaia

DIA 05/03 – TERÇA-FEIRA
A partir das 18 horas, apresentações de tambor de crioula na Tenda do Tambor

Desfile dos Blocos Afros
19h00 às 19h20 – Abiyêyê Maylô
19h25 às 19h45 – Juremê
19h50 às 20h10 – GDAM
20h15 às 20h35 – Didara
20h40 às 21h00 – Omnirá
21h05 às 21h25 – Officina Affro
21h30 às 21h40 – Abibimã
21h45 às 22h05 – Netos de Nanã
22h30 – ENCERRAMENTO com o Baile Popular do Blocão do Bicho

DIA 06/03 – QUARTA-FEIRA
14h – Apuração dos Concursos realizados na Passarela do Samba.
Local: Teatro Alcione Nazaré (Centro de Criatividade Odilo Costa Filho)

sem comentário »