Linha Livre com Geraldo Castro | Arquivo por Ações de saúde
Domingo, 1 de agosto de 2021.

Hildo Rocha vai ao FNDE para solicitar investimentos na educação do Maranhão

O deputado federal Hildo Rocha se reuniu com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Pontes, para tratar sobre liberação de recursos financeiros para municípios do Maranhão. Na ocasião, o parlamentar solicitou a liberação do pagamento de duas emendas impositivas de sua autoria que serão aplicadas na construção de duas escolas, uma em Buriticupu e outra no município de Fernando Falcão. Acompanharam o deputado, na audiência, os prefeitos Geraldo Braga, de Governador Edison Lobão, e Fernando Bermuda, de Campestre.

“Os gestores municipais de Governador Edison Lobão e de Campestre querem melhorar a rede municipal de ensino. Tanto o professor Geraldo, que é o prefeito de Governador Edson Lobão quanto Fernando Bermuda, prefeito de Campestre vieram comigo no FNDE para pedir diretamente ao presidente do FNDE, Dr. Marcelo Pontes, recursos para melhorar a educação pública dos municípios que eles administram”, destacou Hildo Rocha.

Desejo de ajudar 

De acordo com o parlamentar, o presidente do FNDE demonstrou interesse em ajudar e apresentou aos prefeitos pendências de obras inacabadas de responsabilidade de gestões anteriores que tem que ser concluídas para que os municípios possam acessar novos recursos do FNDE, por meio do PAR 4.

Dever de casa bem feito 

O presidente do FNDE, Marcelo Pontes, enfatizou que a iniciativa do deputado Hildo Rocha e dos prefeitos que participaram do encontro significa o cumprimento do dever de casa. “A reunião foi produtiva, a gente sai do encontro com o dever de casa realizado”, afirmou Pontes.

Governador Edison Lobão 

Em relação às demandas de Governador Edison Lobão, Marcelo Pontes explicou que foi feito um levantamento meticuloso que possibilitou a obtenção de todas as informações do município. “Fizemos aqui um ‘Raio X’ do município, na área da educação, e saímos com bons encaminhamentos. Vamos nos esforçar a fim de que possamos apressar a solução das pendências do município de Governador Edison Lobão”, afiançou Braga.

Campestre do Maranhão 

No que diz respeito às questões demandadas pelo prefeito Fernando Bermuda, o presidente do FNDE também afirmou que a intenção do órgão é firmar boas parcerias com o município. “Prefeito Fernando, conte sempre com o FNDE. Nós vamos fazer boas parcerias, durante a sua gestão, conte conosco”, enfatizou.

Os prefeitos Geraldo Braga e Fernando Bermuda, também saíram otimistas e agradeceram pelo interesse e pela boa vontade demonstrada pelo presidente do FNDE.

“Agradeço a forma carinhosa e respeitosa que fomos tratados pelo presidente do FNDE. A nossa administração quer resolver as pendencias, para isso, eu conto com o a ajuda da nossa equipe de governo do município e com o apoio do presidente da instituição, Marcelo Pontes”, comentou Fernando Bermuda, prefeito de Campestre.

O prefeito Geraldo Braga, de Governador Edson Lobão, disse que existem obras inacabadas que estão criando dificuldades para que o município possa conseguir realizar novos convênios com o FNDE.

“Mais uma vez, participei de uma rodada de diálogo em busca de soluções para os problemas da cidade de Governador Edison Lobão. Existe uma questão grave que é daquela tão falada creche. Além dessa questão, também temos demandas referentes a construção de escolas e de quadras esportivas. Estamos fazendo os encaminhamentos necessários para que possamos viabilizar essas e outras demandas da nossa população”, comentou Geraldo Braga, prefeito de Governador Edison Lobão.

O presidente do FNDE, Marcelo Pontes, garantiu ao deputado Hildo Rocha a liberação dos recursos financeiros das emendas que o parlamentar destinou para construir a nova escola do Leandro, em Fernando Falcão e a escola do Residencial Nova Buriticupu, no município de Buriticupu. Quanto ao pedido de ônibus para alguns municípios do Maranhão e recursos para a reforma e ampliação de escolas Dr. Marcelo Pontes ficou de analisar.

sem comentário »

Hildo Rocha leva demandas de maranhenses ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

O deputado federal Hildo Rocha, acompanhado da prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, foi recebido em audiência pelo Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O encontro teve como finalidade discutir demandas de municípios Maranhenses relacionadas ao setor da saúde, em especial questões referentes à pandemia da Covid-19.

Pedido de socorro 

Hildo Rocha destacou que uma das principais causas das dificuldades enfrentadas pelos municípios maranhenses deriva do não cumprimento do governo estadual no ambiente do Sistema Único de Saúde. O parlamentar disse que, embora o financiamento do SUS seja tripartite, o governo do Maranhão não tem honrado com os seus deveres.

“O funcionamento tripartite determina que as despesas com a saúde pública sejam bancadas pelos três entes federados: União, Estados e Municípios. Entretanto o Estado não está repassando aos municípios a contrapartida, conforme prevê a legislação. Apenas os recursos da União e dos municípios são insuficientes porque em razão da grave crise sanitária provocada pela pandemia da Covid-19 as despesas aumentam enquanto as receitas diminuem. Então, nós viemos pedir socorro, queremos que, na medida do possível, o Governo Federal amplie a ajuda que já vem sendo prestada aos municípios maranhenses”, explicou Hildo Rocha.

A mão amiga do Presidente Bolsonaro 

O deputado Hildo Rocha ressaltou que a esperança se renova em razão da competência do Ministro Marcelo Queiroga e da atenção especial que o presidente Bolsonaro tem dado ao povo maranhense.

“Em nome dos prefeitos que me acompanharam nesta visita, e dos que não puderam participar da reunião, eu agradeço e parabenizo o Ministro Marcelo Queiroga porque, neste momento de crise, ele está mostrando a sua competência, está fazendo a diferença. Também agradeço ao presidente Bolsonaro que costuma nos estender a sua mão amiga e, sempre que possível, atende os pleitos que nós encaminhamos a ele”, comentou Hildo Rocha.

O Brasil acima de tudo… 

O Ministro Marcelo Queiroga enfatizou que por orientação do presidente Bolsonaro os pedidos da população maranhense devem ser tratados de maneira especial.

“Tenho prazer de receber o deputado Hildo Rocha que neste ato, acompanhado da prefeita Maura Jorge, representa inúmeros prefeitos do Maranhão. O Presidente Bolsonaro me recomendou que atendesse o povo do maranhão de maneira especial sobretudo porque sabemos que esses pleitos são referentes a políticas públicas que vão melhorar a vida da população maranhense. Vamos continuar trabalhando juntos para melhorar as condições sanitárias do nosso Brasil, porque, o lema adotado pelo presidente é: O Brasil acima de tudo, Deus acima de Todos”, enfatizou Queiroga.

A prefeita Maura Jorge disse que a audiência com o Ministro Marcelo Queiroga simboliza o esforço e a finalidade principal do encontro. “Nós estamos aqui porque temos um propósito, que é somar forças para que possamos mudar a realidade e transformar a vida do nosso povo do Maranhão”, afiançou a prefeita.

sem comentário »

Em Brasília, Osmar Filho participa de articulação para debater a importância da vacinação e o fortalecimento do SUS

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), participou nesta terça-feira (25), em Brasília, de um encontro para debater a importância da vacinação em massa e o fortalecimento do SUS.
“Com a confirmação de uma nova cepa do vírus no estado e na iminência de uma terceira onda da pandemia, que deve ocasionar aumento da pressão sobre o sistema de saúde, é preciso investir na vacinação em massa e em ações que fortaleçam o SUS”, destacou o vereador.
Além do vereador, a reunião organizada pelo senador Weverton Rocha (PDT) também teve a participação de diversas lideranças políticas das esferas municipal, estadual e federal, e de representantes do judiciário e do empresariado maranhense. “Conversamos sobre as ações possíveis para colaborar com o enfrentamento à Covid e o fortalecimento do SUS, que tem sido fundamental nessa batalha contra o vírus”, ressaltou Weverton.
Esta não é a primeira vez que Osmar Filho vai à Capital Federal com este objetivo. Em março deste ano o pedetista participou de outra reunião, que teve como pauta a adoção de ações mais enérgicas, capazes de combater a pandemia do novo coronavírus no Maranhão.

Vale destacar, que, desde o início da pandemia, o vereador tem desenvolvido inúmeras ações neste sentido.  As mais recentes foram na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Luís (APAE), com a qual tem contribuído com a destinação de recursos de emendas parlamentares e de cestas básicas e outros itens para a manutenção do trabalho desenvolvido pela instituição, e nas comunidades mais carentes da capital maranhense, onde, junto à outras lideranças políticas, segue com doações de cestas básicas para amenizar impactos da pandemia.  

sem comentário »

Governo do Estado reforma da Unidade Mista do Maiobão, em Paço do Lumiar

Para garantir a ampliação e melhoria da rede de saúde do Maranhão, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), está trabalhando na reforma, ampliação e adequação da Unidade Mista do Maiobão, localizada no município de Paço do Lumiar, que integra a Grande Ilha.

Atualmente, a equipe composta por 35 profissionais atuam na execução dos serviços de impermeabilização das lajes, colocação de forro, conclusão da instalação elétrica e rede de gás, além da pavimentação externa. No total, o investimento ultrapassa os R$ 5 milhões.

Para o secretário da Sinfra, Clayton Noleto, o crescimento da rede estadual de saúde, no momento que estamos enfrentando, é de extrema importância. “O trabalho de fortalecimento da rede de saúde pública não é de hoje. Desde 2015, o governo Flávio Dino vem investindo na construção, reforma e ampliação das unidades de saúde por todo o estado. Com esse trabalho de anos, temos conseguido enfrentar a pandemia causada pelo novo coronavírus. Trabalho esse que não parou e não vai parar. Seguimos executando obras pelo estado”, afirmou.

De acordo com o cronograma, a nova unidade de saúde será entregue no segundo semestre de 2021.

Investimentos na saúde

Como citado acima pelo gestor da Sinfra, desde 2015, a Administração Estadual trabalha na ampliação da rede de saúde pública do Maranhão. Já foram entregues 38 obras de saúde. Um investimento que ultrapassa os R$ 240 milhões.

Além da Unidade Mista, que está com serviços em andamento, tem também o Hospital da Ilha, que será referência no atendimento de casos de urgência e emergência no Maranhão, e contará ainda com o primeiro setor para tratamento de queimados do estado.

Secom

sem comentário »

Legado de Roseana Sarney, no setor da Saúde, é um dos fatores que contribuem para o bom êxito no combate à Covid-19, afirma Hildo Rocha

O deputado federal Hildo Rocha destacou, em pronunciamento na tribuna da Câmara, que os bons resultados obtidos no combate à Covid no Maranhão, devem-se ao legado deixado pela ex-governadora Roseana Sarney e pelos prefeitos que também têm se dedicado ao combate à Covid.

“A Revista Veja, deste fim de semana, publicou matéria sobre o combate à Covid no Estado do Maranhão. É lógico que o Governador Flávio Dino deve ser reconhecido pelo trabalho que tem feito, mas quero dividir esse crédito com os Prefeitos, que também têm contribuído nessa tarefa. Também temos que reconhecer o legado do Governo da Roseana Sarney, que deixou o Estado estruturado na área da saúde”, enfatizou o parlamentar.

Legado da ex-governadora no setor da saúde 

Hildo Rocha lembrou que Roseana Sarney construiu 70 unidades hospitalares incluindo os hospitais regionais de Caxias, Imperatriz, Balsas, Chapadinha, entre outros.

“Essa estrutura tem permitido ao Estado combater, com bastante eficiência, essa maldita doença. Portanto, Se não tivesse havido, por parte do Governo da Roseana Sarney, a construção desses hospitais, eu tenho certeza de que o governador Flávio Dino estaria patinando no combate à COVID-19, como estão patinando alguns Governadores. Todas as UPAs que existem no Maranhão foram construídas no Governo da Governadora Roseana Sarney, que teve como Secretário de Saúde o Ricardo Murad”, enfatizou Hildo Rocha.

Roseana deixou dinheiro em caixa 

De acordo com o deputado, o Governador tem feito bom trabalho, na área da saúde, no que diz respeito ao combate à Covid-19. “Mas grande parte da estrutura que existe no Maranhão foi feita no Governo da Roseana Sarney. Muitos desses hospitais foram concluídos no Governo da Roseana Sarney. Outros foram concluídos já no Governo Flávio Dino, mas devemos reconhecer que Roseana Sarney deixou caixa dinheiro para a conclusão dessas obras estruturantes da saúde. Portanto, devemos reconhecer também o trabalho dos Prefeitos e da Governadora Roseana Sarney, e não apenas do Governador Flávio Dino”, afiançou Hildo Rocha.

sem comentário »

Governo do Estado avança na imunização de gestantes, com agenda especial para mães

Neste sábado (8), das 8h às 16h; e domingo (9), das 8h às 12h, no IEMA Cintra, no Anil, haverá vacinação especialmente para grávidas com comorbidades e puérperas – até 40 dias após o parto – em comemoração ao Dia das Mães, comemorado no domingo. A medida foi anunciada pelo governador Flávio Dino, em coletiva à imprensa, nesta sexta-feira (7), no Palácio dos Leões. Ele também pontuou o cenário da Covid-19 no estado e reforçou medidas da gestão estadual para combater à doença.

 

Flávio Dino ressaltou que prossegue o calendário de vacinação deste e dos demais públicos prioritários, em todo o Maranhão, conforme o Plano Nacional de Imunização. “Nosso trabalho sempre tem sido alinhado com o Plano Nacional de Imunização e todas as instâncias normativas do processo. São estes que determinam os públicos prioritários e estamos seguindo. Sou solidário com todos que estão demandando mais vacinas, e estamos lutando por isso. E a todas as mães, desejo que tenham um dia fraterno, de carinho e amor”, enfatizou Flávio Dino.

 

O governador informou, ainda, que tramita no Superior Tribunal Federal (STF) petição sobre compra da Sputnik; e reforçou apoio à suspensão temporária de patentes das vacinas contra Covid-19. Dino frisou que esta “é a melhor forma de ampliar a oferta das vacinas”. No cenário da doença, o Maranhão apresenta ciclo de crescimento dos casos ativos; queda dos óbitos, sendo o estado do país com menor número de mortes pela doença; e queda nas internações, tanto na rede de atendimento pública, quanto privada.

 

Se mantém a redução na ocupação de leitos clínicos (de 67% para 49%) e de Unidade de Terapia Intensiva – UTI (de 81% para 69%). “Até aqui, garantimos assistência hospitalar. Não houve nenhum paciente sendo transferido do Maranhão para outros estados e continuamos investindo para que isso prossiga”, afirmou o governador.

 

Até o momento, o Maranhão recebeu 2,01 milhões de doses de vacinas e 159 cidades apresentam índice de mais de 80% de aplicação. Na última semana, 153 municípios tinham alcançado esse índice. Na educação, somam mais de 60% dos profissionais já imunizados no estado. Segue a vacinação de educadores e servidores na faixa dos 35 anos.

 

Novas medidas

O governador anunciou liberação de eventos com 50 pessoas, a partir do dia 10 de maio; e com 100 pessoas, a partir do dia 17. Música ao vivo estará permitida a partir do dia 15. As demais medidas restritivas em vigor foram ampliadas e prosseguem até dia 24 de maio, para as cidades da Região Metropolitana de São Luís, sempre com 50% da capacidade de pessoas.

 

Dessa forma, comércio e indústria, funcionam das 9h às 21h; supermercados das 6h às 0h; bares e restaurantes até às 23h; escolas estaduais na modalidade on-line e as privadas a critério da instituição; nos setores público e privado, pessoas do grupo de risco devem ser afastadas do trabalho. Cinemas e teatros não foram inclusos, por se tratar de ambientes fechados e de longa permanência. “Vamos editar normas para este segmento, posteriormente”, informou Flávio Dino.

 

“Adotamos regime um pouco mais flexível, sempre com senso de responsabilidade, para que possamos ter o máximo quanto possível a normalidade, sem por em risco a saúde e esforços sanitários que temos feito”, avaliou.

 

Medidas sociais

Serviços de saúde envolvendo itens de combate ao coronavírus foram isentados do pagamento de Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), pelo Governo do Estado. Estão incluídos nesse benefício operações com vacinas e insumos destinados à produção de vacinas; para elmos (espécie de capacete de respiração) e oxigênio medicinal; e em compras públicas de kits de testes e respiradores.

 

Pagamentos dos auxílios gás e combustível iniciam nos próximos dias; estão mantidos os sorteios do Minha Casa Melhor, com apoio de R$ 600 para compra de itens domésticos a famílias de baixa renda; distribuição de máscaras; e as ações do programa Comida na Mesa, com a distribuição de cestas de alimentos; além da venda de jantar por apenas R$ 1 nos 55 Restaurantes Populares.

 

sem comentário »

Carlos Brandão dialoga com governo chinês na busca por mais vacinas ao Maranhão

Vice-governador Carlos Brandão agindo em busca de mais vacinas

A busca pela ampliação da oferta de vacinas contra a Covid-19 tem sido uma das prioridades do Governo do Maranhão. Na sexta-feira (23), o vice-governador Carlos Brandão e o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, participaram de uma reunião on-line com a embaixada da China, representada pelo ministro conselheiro Qu Yuhui, para tratar sobre a possibilidade de adquirir vacinas por meio de doações de empresas chinesas, implantadas no estado.

A iniciativa é fruto da boa relação construída entre o Governo Flávio Dino e as empresas que estão se instalando no Maranhão, mesmo com o processo interrompido pela pandemia. A exemplo da CCCC, CBSteel, Herum e XCMG que, através desta tentativa fomentada pelo Estado, podem conseguir realizar as doações de vacinas chinesas para os maranhenses.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem até 28 de abril para decidir sobre a importação da vacina russa Sputnik V. Se não houver uma decisão, o Governo do Maranhão fica autorizado a importar e a distribuir o imunizante. Enquanto não há um parecer, o Governo do Estado já estuda outras alternativas para garantir a aquisição de doses de vacinas contra a Covid-19.
“Temos abertura de diálogo com a China, em razão do bom relacionamento comercial que construímos com o país ao longo dos últimos anos, com a implantação de diversas empresas chinesas no Maranhão. E é por meio desse estreitamento que estamos buscando, agora, abrir um novo caminho para ampliar a oferta de imunizantes aos 217 municípios maranhenses. Esse é o início de uma nova caminhada contra o novo coronavírus”, explicou o vice-governador
sem comentário »

Hildo Rocha pede providências do governo federal para evitar colapso total do sistema de saúde do Maranhão

O deputado federal Hildo Rocha utilizou a tribuna da Câmara dos deputados para mostrar a situação crítica que se encontra a pandemia no Maranhão e pediu ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da saúde ajuda institucional ao estado.

O parlamentar também encaminhou oficialmente, por escrito, ao Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a solicitação de implementação de medidas a fim de evitar que o Sistema de Saúde do Maranhão entre em colapso. De acordo com o parlamentar, a capacidade máxima de atendimentos, na capital e no interior, atingirá o limite em duas semanas. “A situação em que se encontra o Estado do Maranhão, no que diz respeito à pandemia da COVID-19, é crítica”, enfatizou o deputado.

Risco de colapso total 

Hildo Rocha citou estudo do infectologista e professor da Universidade Federal do Maranhão, Antônio Augusto Moura, que chama a atenção das autoridades da saúde pública do Maranhão e do Brasil para o fato de que, nas próximas semanas, a rede hospitalar pública do Estado estará colapsada. Rocha ressaltou que também na rede hospitalar privada do Estado do Maranhão não tem mais vaga em leitos de UTI.

“Por isso, solicito ao Presidente Bolsonaro e ao Ministro da Saúde que acudam o Estado do Maranhão e implantem hospitais de campanha, aumento de leitos de UTI’s no Maranhão e aumento de vacinação em todo o estado. Em Imperatriz já tem um hospital de Campanha, mas precisa de reforço, já está em colapso. Outras cidades do Maranhão também precisam de apoio do governo federal. Portanto, solicito ao Presidente Jair Bolsonaro e ao Ministro da Saúde, que tomem as providências necessárias para que a gente possa salvar a vida de maranhenses”, argumentou Hildo Rocha.

sem comentário »

Projeto de Lei do deputado Hildo Rocha estabelece piso salarial para agentes comunitários de saúde e de endemias

O coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde, deputado federal Hildo Rocha, é autor do PL 3394/2020, que estabelece piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias.  A Lei 13708, que alterou a lei 11.350, prevê reajuste salarial para os ACS e ACE até o ano de 2021.

“O Projeto de minha autoria, que já está em tramitação, modifica o art. 9ºA da Lei no 11.350, de 5 de outubro de 2006, garantindo que a partir de 1º de janeiro de 2022, o piso salarial dos agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias não será inferior a dois salários mínimos. Em 2018 lutei para aprovarmos a lei 13.708 que garante reajuste para esses profissionais da saúde até o ano de 2021. Esse meu projeto assegura aos ACS E ACE um rendimento digno, compatível com a complexidade e importância das atividades exercidas por eles”, explicou o parlamentar.

Atribuições relevantes 

Os Agentes Comunitários de Saúde tem como atribuições atuar na prevenção de doenças e promover ações de saúde, mediante atividades domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS que normatizam a saúde preventiva e a atenção básica em saúde, com objetivo de ampliar o acesso da comunidade assistida às ações e aos serviços de informação, de saúde, de promoção social e de proteção da cidadania, sob supervisão do gestor municipal, distrital, estadual ou federal.

Já os Agentes de Combate às Endemias tem como atribuição o exercício de atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e promoção da saúde, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob supervisão do gestor de cada ente federado.

Conforme previsto na Constituição, lei federal disporá, entre outros, sobre o regime jurídico e o piso salarial profissional nacional desses profissionais que exercem atividade de tão relevante valor para a sociedade.

sem comentário »

Hildo Rocha diz que fechamento de leitos hospitalares de tratamento da Covid-19 é uma irresponsabilidade do governador Flávio Dino

O deputado Hildo Rocha usou a tribuna da Câmara federal para reclamar do fechamento de leitos de UTI’s e de enfermagem que estavam servindo exclusivamente para o atendimento de pacientes portadores da Covid-19.

“Inacreditavelmente, o Governo do Maranhão festejou o fechamento de leitos do Hospital Dr. Carlos Macieira, unidade hospitalar de referência de alta complexidade do Maranhão. Foram fechados 70 leitos de enfermagem e 12 leitos de UTI para o tratamento de pacientes acometidos pela COVID-19, porque segundo eles alegaram houve diminuição da incidência da doença”, destacou o deputado.

Ação irresponsável

Rocha disse que o procedimento é uma irresponsabilidade do governador porque a incidência de casos continua muito elevada. O parlamentar enfatizou que o próprio site do Governo do Estado do Maranhão registrou, em apenas 24 horas, 38 mortes de maranhenses, no dia 8 de julho, e no mesmo dia mais 851 novos casos de Covid-19. Portanto, do dia 7 para o dia 8, mais 851 maranhenses foram acometidos pela Covid-19.

“Isso é uma grande irresponsabilidade, pois se nós formos ver os números da Covid-19 vamos ver que é grande a quantidade de óbitos no Maranhão. 38 pessoas vieram a óbito por causa da Covid-19, só em um dia, também é grande o aumento de pessoas infectadas pelo Sars-Cov-2, o novo coronavírus, mais 851 pessoas confirmadas em apenas 24 horas. Inacreditável que o Governo Dino, ao invés de aumentar a quantidade de leitos de tratamento especializado e de leitos de UTI para os pacientes com essa doença ele está diminuindo os leitos.”, argumentou o parlamentar.

Recursos federais destinados ao Maranhão

O deputado ressaltou que o Governo Federal já destinou recursos para o Maranhão. De acordo com o parlamentar, o Governo estadual já recebeu o dinheiro correspondente às despesas desses leitos de UTI que ele fechou.

“Esse recurso foi pago antecipadamente pelo Governo Federal para que o Estado do Maranhão pudesse oferecer leitos de UTI. Inclusive, o valor por diária de UTI específico para a Covid-19, que foi repassado, não apenas para o Maranhão mas também para todos os Estados e Municípios, é muito superior ao que se paga para o uso de leitos de UTI para outros tipos de doença”, alegou Hildo Rocha.

Flávio Dino terá que devolver dinheiro não utilizada para Covid-19

O deputado disse que não acreditou que fosse verdade o fechamento dos leitos para o tratamento da Covid-19.b“Eu vi a notícia no jornal, ouvi a fala do Secretário, mas mesmo assim não acreditei. Pensei que era fake news. Mandei conferir a informação junto ao Hospital Dr. Carlos Macieira e, de fato, o Governador Flávio Dino mandou fechar uma ala do hospital que era destinada ao tratamento da Covid-19. É lamentável, é inacreditável. Se o Governador não rever essa posição, ele terá que devolver para o Governo Federal o dinheiro que ele já recebeu destinado ao tratamento da Covid-19, além de que será responsabilizado pelas mortes que vierem a ocorrer por falta de leitos”’, afirmou Hildo Rocha.

sem comentário »