| BOCA NO TROMBONE
Sábado, 25 de junho de 2022.

BOCA NO TROMBONE

O que há de novo na cidade? Nada. Tudo igual como antes no “quartel do Abrantes”. Os mesmos problemas sem solução, os mesmo buracos, o transporte desorganizado, a falta de comando do prefeito, enfim, nada mudou.

+ Novo mesmo só os festejos de São João, que teve uma grande movimentação lá pras bandas do Espigão Costeiro para refastelamento dos novos ricos da península da Ponta D’areia. Pois mesmo sendo o tradicionalíssimo Boi da Maioba, só se via gente da classe média alta naquele dia.

 

Na época da ex-governadora Roseana Sarney, ela construiu vários Vivas e descentralizou os festejos juninos, levando aos bairros da cidade a oportunidade das pessoas das comunidades em assistir as brincadeiras sem precisar se deslocar para outros bairros. Agora tá do jeito que os “senhores da cultura” querem; só pra quem tem condições de sair de casa e ir até os locais determinados pelo poder público. Eita vidinha que não muda.

 

+ Uma perguntinha básica que não quer calar e que ninguém responde; se o Estado arrecada muito imposto, como é que o Maranhão continua sendo o mais pobre do Brasil? Alguém reponde?

 

E o Hospital da Criança? Quando mesmo que as obras serão concluídas? Cazumbraide declarou que vai gastar 10 milhões pra concluir as obras que se arrastam literalmente desde a gestão de EdH, e até hoje não terminaram. O atual mandão, rejeitou um convênio com o estado para a conclusão, segundo afirmou o ex-secretário Carlos Lula em entrevista a um programa de rádio.

 

 

 

 

 

 

 

Sem comentário para "BOCA NO TROMBONE"


deixe seu comentário