| Anjo ou Demônio? Parte 2
Sábado, 25 de junho de 2022.

Anjo ou Demônio? Parte 2

Um pouco mais da demissão de Geraldo Castro do Grupo Mirante, onde prestou serviço por 33 anos.

Lá se vão mais de dois meses depois daquele fatídico dia em que tentaram jogar sua história no rádio maranhense na lata de lixo, e lhe tiraram o emprego que garantia o seu sustento e da sua família, hoje integras o quadro dos desesperançados.

 

Durante estes dias sei que pensastes muito em todos os acontecimentos tanto daquele dia, como os anteriores e posteriores, e agora, sabes que teve “armação” para destruir-te.

 

Os primeiros sintomas vieram ainda antes do fato, quando sentistes o afastamento de pessoas que antes estavam ligadas ao teu trabalho, e de repente foram se colocando mais distantes de você no dia a dia.

 

Sei que não queres te tornar vítima, pois tu mesmo já estavas vitimado pelo tempo de serviço, pelo cerco que faziam contra a tua pessoa. Teu nome é quase um insulto naquele local, e são poucos os que se atrevem a pronunciá-lo no ambiente de trabalho.

 

Por mais que um “porra caralho” tivesse o efeito de uma verdadeira bomba atômica, não seria motivo suficiente para um imediato afastamento, verbal, e depois a Justa Causa. Foram 33 anos em defesa de um grupo político, de uma família, sendo muitas vezes insultado por este posicionamento.

 

É meu grande amigo, podes não ser um Anjo, mas certamente não és um Demônio. Não, não és.

 

Ao que parece estás muito magoado, mas te conhecendo sei que não, pois tens um grande coração, és homem de perdão, só lamentas o não reconhecimento por tudo que destes de ti em prol deste grupo.

 

Sei que a parte mais dolorosa, foi quando te comunicaram a Justa Causa. Te humilharam, te constrangeram, e até mesmo a tua esposa, mulher feliz e alegre, sentiu “ranço” da maneira como aconteceu.

 

Te tomaram teu crachá para impedir sua entrada naquele ambiente,os trâmites foram agilizados para evitar sua presença naquele prédio. Te fizeram aceitar a quebra de sua estabilidade sindical, com a falta de pagamento de 12 meses ainda pendente.

 

“Ou aceitas as nossas condições, abrindo mão de 12 meses de sua estabilidade, ou receberás apenas o valor da Justa Causa” ou seja, quase nada, e mais uma vez cedestes à pressão.

 

Não és um Demônio, disso eu tenho certeza.

Estás mais para Anjo, também tenho certeza.

Sem comentário para "Anjo ou Demônio? Parte 2"


deixe seu comentário