Linha Livre com Geraldo Castro | Arquivo por 2022 | Arquivo por abril
Quinta-feira, 26 de maio de 2022.

Projeto idealizado pelo empresário Benedito Mendes, com apoio do deputado Hildo Rocha, modificou a vida de agricultores familiares de Itapecuru-Mirim

Agricultores familiares de Itapecuru-Mirim já estão colhendo os resultados de um projeto inédito idealizado pelo empresário Benedito Mendes, com apoio do deputado federal Hildo Rocha.

Denominado de Projeto Monte Cristo, a iniciativa é uma Parceria Público-Privada, que tem como finalidade proporcionar oportunidades para que pequenos agricultores possam melhorar a produção e a produtividade das áreas plantadas.

Resultados animadores 

Durante visita a uma das comunidades beneficiadas pelo projeto, o deputado Hildo Rocha constatou que os resultados obtidos pelos agricultores que utilizam métodos modernos é aproximadamente 20 vezes maior do que as áreas onde ainda são utilizados métodos arcaicos.

“É por isso que eu me esforço a fim de viabilizar máquinas e equipamentos para os pequenos agricultores maranhenses. O trabalho realizado sem uso dos meios e dos métodos adequados é penoso, improdutivo e pouco rentável. Aqui, na comunidade Monte Cristo, a gente pode perceber isso com muita clareza. A produção obtida nas áreas cultivadas com uso de tecnologia e métodos modernos é imensamente maior do que os resultados obtidos nas áreas que utilizam métodos antigos”, enfatizou Hildo Rocha.

Incentivo que faz a diferença 

Hildo Rocha ressaltou que o Projeto Monte Cristo, criado e coordenado pelo empresário Benedito Mendes, é mais um exemplo de ação transformadora.

“Benedito é apaixonado por esta comunidade. Além disso, ele conhece a realidade, as lutas e as dificuldades da população. Então, ele solicitou o meu apoio a fim de colocar em prática esse projeto que envolve a prefeitura, o governo federal e, obviamente, a nossa participação. O resultado desse incentivo faz a diferença, a vida dos moradores das comunidades Monte Cristo e Olho D’água dos Mendes está se transformando, a renda dessas famílias aumentou e isso é o que realmente importa. Projetos como este devem servir de referência, ser estendidos para outros municípios do nosso Estado”, afirmou Hildo Rocha.

Erradicação da extrema pobreza 

O empresário Benedito Mendes também destacou a significativa melhoria da qualidade de vida dos moradores da área de abrangência do Projeto Monte Cristo.

“Os resultados proporcionados pelo trabalho realizado por Hildo Rocha, em prol das comunidades rurais do Maranhão são perceptíveis e significativos. Aqui nesta comunidade, por exemplo, nós conseguimos erradicar a extrema pobreza. O deputado Hildo Rocha acreditou na nossa ideia, nos ajudou com escavadeira hidráulica, com patrulha agrícola e outras ações. Para mim é motivo de satisfação e mostra que com união, esforço e organização é possível transformar a vida das comunidades mais humildes do nosso Estado”, asseverou Benedito Mendes.

Parceria Público-Privada 

O vice-prefeito de Itapecuru Mirim Maurício Nascimento, também destacou o modelo de parceria que resultou na concretização do Projeto Monte Cristo.

“Trata-se de um projeto inédito equivalente a uma Parceria Público-Privada. O deputado Hildo Rocha viabilizou recursos federais para a compra das máquinas, a prefeitura também participa disponibilizando técnicos que prestam assistência técnica, e o empresário Benedito Mendes coordena o projeto e faz a interlocução entre os envolvidos na execução da ideia. Nossa intenção é implantar, em breve, novos projetos inspirados no sucesso dessa brilhante iniciativa do nosso amigo Benedito Mendes que conta com o apoio do deputado Hildo Rocha”, sublinhou Maurício Nascimento.

sem comentário »

Hildo Rocha entrega mais uma patrulha mecanizada para agricultores de Anapurus

Mais uma comunidade rural do Maranhão passa a contar com tecnologia agrícola proporcionada pelo deputado federal Hildo Rocha. Desta vez, o parlamentar beneficiou trabalhadores da agricultura familiar do povoado Moraes, em Anapurus. A patrulha mecanizada que foi entregue para a Associação dos Moradores foi comprada pela Codevasf com recursos federais oriundos de emenda parlamentar individual do deputado Hildo Rocha.

Fortalecimento da agricultura familiar 

O deputado ressaltou que a chegada do equipamento cria possibilidades para que os agricultores possam melhorar a produção e a produtividade.

“Essa máquina facilita o trabalho, melhora a produção e a produtividade e, consequentemente, melhora a renda familiar dos trabalhadores e trabalhadoras rurais desta comunidade e de outros povoados localizados nas imediações da comunidade Moraes. É um equipamento de primeiríssima qualidade, econômico e resistente. É, portanto, uma máquina apropriada para o trabalho no campo e terá inúmeras utilidades. É, sem dúvida, um benefício relevante”, destacou Hildo Rocha.

Agora, roça no toco é coisa do passado 

O presidente da Associação dos Moradores, André Gomes, comemorou a conquista e enfatizou que a ação do deputado Hildo Rocha é uma forma de valorizar e ajudar os pequenos agricultores. André Gomes ressaltou que a iniciativa de Hildo Rocha significa uma transformação no modo de produção da comunidade.

“Antigamente os pequenos agricultores trabalhavam no roçado, de forma arcaica, no toco. Hoje, felizmente, nós recebemos essa máquina que foi viabilizada pelo deputado Hildo Rocha. Nós estamos muito agradecidos porque temos que fazer uso da tecnologia, não podemos ficar para trás, temos que produzir mais e melhor, temos que ter uma boa produção. Em nome da associação, agradeço o empenho do deputado por ele ter colocado emenda parlamentar para a compra dessa máquina que será utilizada por nossa comunidade e por povoados vizinhos”, declarou André Gomes.

Vereadores, ex-vereadores, integrantes da equipe do governo municipal e lideranças políticas de Anapurus também falaram sobre a importância do benefício proporcionado pelo deputado Hildo Rocha aos moradores da comunidade Moraes.

A prefeita Vanderly foi representada pelo líder político Ivanildo Monteles. A gestora não pode comparecer porque estava fora do município, em viagem de trabalho.

“Deputado Hildo Rocha, a prefeita Vanderly recomendou que eu viesse representá-la e que eu dissesse que você é sempre bem-vindo. Eu vejo seu trabalho chegando em todas as regiões do Maranhão e queremos dizer que sua ajuda se encaixa no nosso esforço de cuidar bem do nosso povo, cuidar bem do nosso município”, destacou Ivanildo Monteles.

O secretário de Agricultura, Juarez Oliveira ressaltou que no imaginário popular a conquista de uma patrulha mecanizada era algo inatingível. “Nós nunca imaginamos que um dia isso iria acontecer. Hoje, para a nossa felicidade, a máquina está aqui. Tenho certeza de que esse equipamento irá proporcionar grande melhoria nas condições de trabalho, vai melhorar a produção e a produtividade. Acredito que o deputado Hildo Rocha ainda irá trazer outros benefícios para a população de Anapurus”, afiançou.

“O deputado Hildo Rocha não veio aqui prometer ele veio trazer um grande benefício, ele está sendo parceiro da comunidade Moraes”, comentou o ex-vereador Toinho do Mazim.

“Esse trator vai ajudar melhorar a produção da nossa região, e claro, vai melhorar a qualidade de vida tanto da comunidade Moraes quanto de outras comunidades da região”, destacou o Secretário de Articulação Política do Município, Manoel Leão.

“É um dos únicos deputados que eu vejo entregar patrulhas mecanizadas para as comunidades rurais do nosso Estado. Hildo Rocha está de parabéns por esse trabalho junto às comunidades rurais e por sua atuação parlamentar no Congresso Nacional”, destacou o vereador Vando Lima.

sem comentário »

Minha demissão da Rádio Mirante AM

Um breve resumo da minha demissão da Rádio Mirante AM depois de 33 anos, com 25 na apresentação do Abrindo o Verbo e do Rádio Mania.

 

O tempo se modifica e a vida muda conforme os novos conceitos nos são apresentados e se tornam uma “nova ordem”, com novas maneiras de agir e pensar, mudando o comportamento de todos ou quase todos.

 

E foi com a chegada das novas tendências, da nova cultura, que tive o mais primário erro jamais cometido por mim dentro do ambiente de trabalho, ou melhor avaliado por quem tinha a “caneta” na mão para tentar jogar a minha história construída ao longo de 49 anos na “lata de lixo”.

 

Foi por causa de uma ação inesperada da minha parte, ao discutir com uma pessoa do meu convívio na Rádio Mirante AM, e dizer-lhe um palavrão (porra caralho), testemunhado por outros “colegas” que fui levado à condenação por Justa Causa.

 

Fui tratado como um bandido, um indisciplinado, intolerante e juntaram um “dossiê” com outras faltas minhas no trabalho, para afirmar que eu era nocivo para o ambiente.

 

Disseram que, até que se eu continuasse trabalhando na Rádio Mirante AM, muitas pessoas se demitiriam por causa da minha presença no grupo de comunicação. Um absurdo! Não sou tóxico. Por que só agora? Não sirvo mais?

 

O golpe foi duro, impiedoso, fatal para quem durante 33 anos vestiu a camisa da empresa e da família que comanda o conglomerado de comunicação no estado. Esperava completar meu ciclo na emissora no ano que vem, quando farei 50 anos de rádio, jornal, televisão, esporte e música Queria fazer uma festa, levei um “pé na bunda”.

 

“Me entregue seu crachá”, e assine aqui a Justa Causa. Humilde entreguei minha identidade funcional e acabei num momento de fraqueza assinando o tal pedido, num momento de completa desorientação.

 

Fui pra casa abatido e lá encontrei forças na pessoa que está sempre ao meu lado: Idonéa Furtado, minha esposa e companheira, que me mostrou a necessidade de não aceitar a suprema injustiça de uma demissão da forma que foi feita.

 

“Não vencemos todas as vezes que lutamos, mas perdemos todas as vezes que deixamos de lutar”.Marcio Kühne.

 

A partir daí voltei atrás e não aceitei mais a injuriosa Justa Causa e foi aí que entrou a figura de um cidadão com quem sempre tratei dentro da empresa nos momentos em que precisava. Odilon Soares, diretor financeiro, entendeu o meu lado e em contato com a presidência da corporação reverteu a demissão para Sem Justa Causa.

 

Bom, este  é o básico da minha demissão da Rádio Mirante AM, onde desempenhei minha profissão com honestidade, seriedade, honra e responsabilidade.

 

Não sei quem perdeu. Se eu ou a própria empresa, pois modéstia a parte me considero um profissional de mão cheia, comprometido com o povo mais humilde e crítico das autoridades no momento certo.

 

Só tenho a lamentar pois durante 25 anos comandei programas de maior audiência no estado. O Rádio Mania e o Abrindo o Verbo, que poderão ser apresentados por qualquer profissional, mas não deixarão de ter a “cara” e feição do Geraldo Castro. 

 

Só mais uma coisinha! Li em alguns blogues que minha demissão teria tido o dedo de um certo Ricardo Capelli(?). Confesso que não o conheço, mas recebi vários recados do senhor coordenador da Mirante AM para “aliviar nas críticas ao ex-governador Flávio Dino”.

 

A mim, não interessa se esse moço fez alguma gestão, pois não trabalhava para ele. Estou desempregado, analisando o mercado de trabalho, pois me considero em forma física e psicológica para enfrentar qualquer desafio. Vida que segue! 

 

16 comentários »

Hildo Rocha leva tecnologia para agricultores familiares de Pirapemas

O deputado federal Hildo Rocha entregou uma pá carregadeira que será utilizada na realização de obras de infraestrutura na sede e na zona rural de Pirapemas. O equipamento foi financiado com recurso públicos originários de emenda do deputado Hildo Rocha.

Equipamento facilitará o trabalho dos agricultores familiares 

Hildo Rocha destacou que o equipamento servirá para abrir estradas, fazer açudes, tanques escavados para criação de peixes, e terá muita utilidade na preparação das roças, dos plantios dos pequenos produtores que tanto necessitam de tecnologia, mas não tem condições de alugar máquinas.

“É um equipamento valioso, que tem múltiplas utilidades entre as quais destaco os serviços que irão facilitar o trabalho de pequenos agricultores familiares que tanto necessitam de máquinas agrícolas, mas não tem condições de alugar. Portanto, hoje meu sentimento é de satisfação por ter contribuído para viabilizar a entrega desse equipamento valioso. É mais um benefício que conseguimos proporcionar para a população de Pirapemas graças ao trabalho e ao esforço do ex-prefeito Dr. Iomar e do prefeito Fernando Cutrim”, enfatizou Hildo Rocha.

O parlamentar destacou que a máquina foi solicitada pelo então prefeito Dr. Iomar. “Esse equipamento já deveria ter sido entregue há muito tempo. O pedido foi feito pelo Dr. Iomar, quando ele ainda exercia o cargo de prefeito de Pirapemas. Entretanto, em razão de problemas burocráticos e administrativos somente agora foi possível concretizarmos essa demanda. Dr. Iomar saiu da prefeitura e passou a bola para o prefeito Fernando Cutrim que também se interessou e me ajudou solucionar as questões que impediam a liberação da máquina. Portanto, hoje tenho a felicidade de entregar esse bem valioso para o município, fruto do esforço, da união do ex-prefeito, Dr. Iomar e do prefeito Fernando”, explicou o parlamentar.

Concretização de um sonho 

O prefeito Fernando Cutrim enfatizou que a chegada da máquina é a concretização de um sonho.  “Uma pá carregadeira como essa que recebemos é de grande importância porque é um equipamento que pode ser utilizado em inúmeras tarefas importantes, na agricultura familiar, na manutenção das estradas vicinais e tantas outras tarefas. Então, deputado Hildo Rocha, fica aqui o agradecimento do prefeito e da população de Pirapemas por tudo que você tem feito por nossa população, pelas emendas, pelo apoio, pela prontidão em sempre se esforçar para atender as demandas da população. Fica, portanto, o nosso reconhecimento e a nossa gratidão”, declarou Fernando Cutrim.

Benefício relevante 

O ex-prefeito, Dr. Iomar, lembrou que inúmeras vezes viu o prefeito Fernando angustiado por não ter condições para fazer melhorias nas estradas municipais, e outras obras importantes, por falta de máquinas adequadas.

“Alugar máquinas pesadas é muito caro. Tão caro ao ponto de inviabilizar a realização de inúmeras obras. Felizmente, agora o prefeito Fernando não precisará gastar muito dinheiro com aluguel de máquinas porque o deputado Hildo Rocha colocou emenda para a compra dessa pá carregadeira que será utilizada em obras de infraestrutura e ajudará trabalhadores e trabalhadoras da agricultura familiar. Assim, estamos contribuindo para alavancar o crescimento e o desenvolvimento de Pirapemas, estamos contribuindo para fazer de Pirapemas um lugar bom pra se viver”, afiançou Dr. Iomar.

“Essa máquina tem para nós valor inestimável pois ela será utilizada em várias frentes de trabalho, vai ajudar no desenvolvimento do nosso município. Nós só temos que parabenizar a população, por receber bem tão valioso, e agradecer ao nosso deputado federal Hildo Rocha, declarou José Antônio, Secretário Municipal de Transporte e Urbanismo.

Trabalho reconhecido 

O prefeito de Cantanhede, Zé Martinho, que também prestigiou o ato de entrega da pá carregadeira, destacou que o deputado Hildo Rocha cuida bem do povo do Maranhão.

“Cuida bem das pessoas mais humildes, é um deputado que se dedica a levar máquinas, fábricas de polpa de frutas, pavimentação, água. É, portanto, um político atuante e por esse motivo, tem o apoio e o reconhecimento por parte da população maranhense”, afirmou Zé Martinho.

1 comentário »

Emenda do deputado Hildo Rocha assegurou modernização do hospital entregue pelo prefeito João Igor no aniversário da cidade

Em comemoração ao aniversário de 84 anos de emancipação política e administrativa do município de São Bernardo, o prefeito João Igor entregou à população as novas instalações do Hospital Municipal Felipe Jorge, obra financiada com recursos públicos federais originários de emenda parlamentar do deputado Hildo Rocha. O empreendimento também recebeu aporte financeiro viabilizado pelo senador Wewerton Rocha.

Além das novas instalações do hospital municipal, João Igor inaugurou sistema de abastecimento de água; asfaltamento de inúmeros bairros e a urbanização da avenida Cônego Nestor, entre outras obras.

Instalações de excelente qualidade 

Hildo Rocha destacou que a modernização do hospital é mais um projeto relevante que se materializa graças à capacidade de trabalho do prefeito João Igor.

 

“Ficou excelente. O povo de São Bernardo merece um hospital de excelência. Com a modernização desse hospital novos serviços de saúde estão sendo ofertado à população. O prefeito João Igor tinha esse desejo, fez o planejamento adequado, contratou profissionais capacitados que fizeram o projeto e hoje, em comemoração ao aniversário de 84 anos de emancipação política e administrativa de São Bernardo, temos a felicidade de entregar essa obra importantíssima para a população bernardense”, declarou o parlamentar.

Equipe competente e dedicada 

Hildo Rocha enfatizou que além das excelentes instalações o hospital está bem equipado e possui profissionais capacitados e dedicados. “Podemos observar que as instalações são muito boas, os equipamentos são modernos e os profissionais que trabalham nessa unidade hospitalar são experientes, capacitados e dedicados. Por tudo isso, tenho certeza de que as pessoas que necessitarem de atendimento de saúde serão bem atendidas, terão, sem dúvida, oferta de serviço de saúde pública de qualidade”, afiançou Hildo Rocha.

Conforto, qualidade e dignidade 

O prefeito João Igor ressaltou que a partir de agora a população bernardense, passa a ser tratada com mais dignidade. “Antes, o atendimento era eficiente, já existia, mas as instalações não ofereciam o conforto que as pessoas necessitam. Agora, estamos entregando um hospital moderno, equipado, que vai ajudar na saúde do povo bernardense. Agradeço, imensamente, os recursos destinados deputado federal Hildo Rocha e pelo senador Weverton Rocha. Sem a ajuda desses parceiros não teríamos realizado esse grande sonho de entregar para a população bernardense um hospital moderno e bem equipado”, comentou.

Ampliação dos serviços 

João Igor disse que os serviços prestados no hospital do município serão ampliados. “Vamos ampliar ainda mais os serviços. Em breve entrará em funcionamento o Centro de Imagem que vai contar com Tomografia, Raio X digital, Mamografia e Ultrassom 4D. Ou seja, daremos grande alavancada na qualidade da saúde pública de São Bernardo”, afirmou João Igor.

 

“Realmente é um hospital sem defeito. Isso aqui é fruto do trabalho do grupo político liderado pelo prefeito João Igor. Tenho a honra de fazer parte desse grupo que é composto por pessoas como o deputado federal Hildo Rocha. Grupo que também conta com a valiosa participação do senador Weverton Rocha. Portanto, o que eu assisto aqui é o resultado da nossa união, do nosso esforço, do nosso trabalho. Muito mais está por vir”, garantiu o deputado estadual César Pires.

O senador Weverton Rocha também destacou a qualidade da obra inaugurada. “Esse hospital é um dos melhores hospitais municipais do Maranhão e região. É bem equipado, tudo feito com muito amor e carinho. Por isso, não canso de dar os parabéns para a aniversariante que é a cidade de São Bernardo” disse o senador.

O Secretário de Saúde do município, Haroldo Aires Castro destacou que a modernização do hospital é a realização de um sonho de toda a população e dos funcionários do hospital.

“Não posso deixar de lembrar, que tudo isso é fruto emenda parlamentar do nosso deputado Hildo Rocha. Com o apoio desses homens públicos só tem a dar certo, Hildo Rocha, César Pires e senador Weverton Rocha”, sublinhou o secretário.

A prefeita Sâmia Moreira, que também prestigiou as inaugurações, ressaltou que em breve o município serão iniciadas as obras de modernização do hospital municipal de Santa Quitéria.

“Estou mais feliz por participar do ato de entrega dessa obra belíssima. Minha felicidade se torna ainda maior porque terei a oportunidade de também reformar e modernizar o hospital em Santa Quitéria. O projeto está lindo e o dinheiro, que foi viabilizado pelo deputado Hildo Rocha, já está na conta. Estamos em fase de conclusão de licitação para iniciar a grande reforma”, explicou Sâmia.

sem comentário »

Governador Carlos Brandão visita stand do MPMA e TJMA na Feira do Empreendedor

 O procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, recebeu, neste domingo, 3, a visita do governador Carlos Brandão no stand do Ministério Público do Maranhão e do Tribunal de Justiça na Feira do Empreendedor. O presidente eleito do TJMA, desembargador Paulo Velten, também acompanhou a visita.

                Após participar de atividades na programação Feira do Empreendedor, promovida pelo Sebrae Maranhão desde a última quinta-feira, Carlos Brandão visitou os stands do evento. No espaço do MPMA e TJMA, o governador empossado neste sábado elogiou a participação das duas instituições, destacando que os micro e pequenos empreendedores correspondem a 90% dos empregos gerados no estado e, por isso, deve sempre haver esse esforço conjunto para destravar problemas burocráticos para que esses empreendimentos possam crescer.

                Carlos Brandão também ressaltou a importância do diálogo institucional para o exercício pleno da democracia. “Vamos receber o Ministério Público, vamos receber o presidente Paulo Velten (TJMA) logo que ele assumir, e assim tenho feito a minha vida inteira. Essa boa relação só fortalece a democracia. Uma relação institucional com a harmonia dos poderes”, destacou.

                O procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, agradeceu a presença do governador no stand do MP e do TJMA na Feira do Empreendedor, também ressaltando o diálogo institucional como uma forma de garantir avanços sociais. Eduardo Nicolau aproveitou para avaliar como bastante positiva a participação do MPMA na Feira do Empreendedor.

                “Dividimos esse espaço com o Tribunal de Justiça de maneira muito exitosa, garantindo que as pessoas pudessem conhecer um pouco mais a atuação do Ministério Público e receber o atendimento da nossa Ouvidoria. O que queremos é que o Ministério Público esteja sempre onde o cidadão estiver”, ressaltou.

                O stand do MPMA e do TJMA também recebeu a visita de vários membros e servidores das duas instituições. Do MPMA compareceram neste domingo a ouvidora Sandra Elouf, a procuradora Fátima Travassos e os promotores de justiça Thereza Muniz de La Iglesia (chefe de Gabinete do PGJ); Luiz Muniz Rocha Filho (coordenador do Grupo de Atuação de Operações Especiais); Ana Carolina Cordeiro de Mendonça (integrante do Gaeco); Nahyma Ribeiro Abas (coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa); Lítia Cavalcanti (coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Consumidor); Marco Aurélio Batista Barros (coordenador do Programa Ética e Integridade Empresarial), Ronald Pereira, Núbia Zeile Pinheiro Gomes e o promotor aposentado Clésio Muniz.

Redação: Poliana Ribeiro (CCOM-MPMA)

sem comentário »

BBC ressuscita serviço de rádio para ajuda Ucrânia

O rádio é visto como uma forma de comunicação obsoleta por muita gente, mas ele pode ser a diferença entre a vida e a morte para a Ucrânia

A notícia de que a BBC começou a transmitir programas de rádio em ondas curtas para a Ucrânia pegou muita gente de surpresa, e deixou o Jovem™ coçando a cabeça. Que diabos são ondas curtas, e o que é esse tal de rádio?Explicando aos millenials: Rádio é uma espécie de podcast que é transmitido por um WIFI analógico e- OK, brincadeiras à parte, o rádio foi a primeira mídia de massa, e ao contrário do que prega a MTV, ele ainda está bem vivo, não foi morto pelo vídeo.

Por muito tempo a informação era passada de boca a boca (não literalmente,) e levava um bom tempo para ser disseminada. Um dos usos dos títulos de nobreza nos tempos medievais, como Rei, era que você não precisava saber QUEM era o Rei, apenas que havia um Rei. Na antiguidade era capaz do reino entrar em guerra, ser conquistado e gente na periferia não fazer ideia do que aconteceu.

Como a imensa maioria da população era analfabeta, notícias e éditos reais eram divulgados em templos e igrejas. Só com a popularização da impressão por tipos móveis e a eventual criação dos periódicos e do jornalismo como um todo uma parcela razoável da população passou a acompanhar notícias e eventos com regularidade.

Mesmo assim havia todo o problema de distribuição, custo e tempo de produção. O conceito de mídia de massa veio mesmo com a popularização do rádio. As primeiras transmissões de entretenimento apareceram em 1920, mas só na década de 30 o rádio se tornou realmente popular. Logo o rádio era o grande companheiro das famílias.

Todo mundo se reunia de noite, para ouvir notícias, música, acompanhar seriados e novelas. Discursos políticos, novidades de conflitos em partes remotas do mundo, trazidas pela telegrafia sem fio eram rapidamente divulgadas pelo rádio.

Relativamente portátil, você só precisava de uma tomada, ou nem isso. Os velhos rádios de Galena funcionam sem tomada ou bateria, transformando diretamente a energia das ondas eletromagnéticas em sinal elétrico que soava baixinho mas soava em um fone de ouvido.

 

Os governos, claro, viram o rádio como forma de promover propaganda, a BBC de Londres se tornou o padrão de facto para rádio estatal, gerando filiais em vários lugares do mundo, além de transmitir programações específicas para cada uma das colônias inglesas.

Nos anos 1930 Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda da Alemanha Nazista estava ciente de que o rádio era o grande meio de comunicação de sua época, ideal para enfiar ideias erradas na cabeça do povo. Só que controlar as transmissões era apenas metade da história.

“O que a mídia impressa foi para o Século XIX, o rádio será para o Século XX” – Joseph Goebbels

Goebbels entendia que o povo não era exatamente rico, e os receptores de rádio ainda eram caros. A solução foi criar o Volksempfänger, o Receptor do Povo. Um aparelho de rádio com custo baixo, chegou a custar 35 Marcos, menos de uma semana de salário de um trabalhador alemão médio. E tudo com crediário, claro.

 

O Volksempfänger vinha com as estações oficiais já marcadas no dial, e com filtros para tentar evitar que estações estrangeiras fossem sintonizadas, mas o tiro saiu pela culatra. Durante a noite as condições meteorológicas facilitavam a recepção de transmissões de longo alcance, e muitos alemães passaram a sintonizar a BBC, atrás de notícias da guerra, que traziam muitas vezes até nome de soldados mortos.

Goebbels não gostou nada, tornou ilegal sintonizar rádios estrangeiras. Mesmo assim só no primeiro ano da guerra 1500 alemães foram mandados para campos de concentração pelo terrível crime de ouvir a BBC.

Em um argumento a favor dos terraplanistas, em teoria seria impossível ouvir em Berlim uma rádio transmitida de Londres, a curvatura da Terra não permitira que o sinal chegasse até lá, mas para tristeza dos terraplanilsons, um fenômeno interessante tornava isso possível.

Isso foi descoberto no tempo de Marconi, quando fez sua transmissão transatlântica em 12 de dezembro de 1901. Ele achava que as ondas de rádio acompanhariam a curvatura da Terra, e assim conseguiria transmitir uma mensagem entre a Inglaterra e o Canadá. Marconi estava 100% errado, mas para sua sorte ele deu de cara com a refração atmosférica.

Marconi não sabia mas descobriu a Ionosfera, uma camada que se situa entre 48Km e 965Km de altitude, composta de elétrons livres e moléculas, excitadas (ui!) pela radiação solar. Essas partículas foram uma espécie de escudo que reflete ondas eletromagnéticas na frequência que chamamos de rádio. Assim o sinal do Marconi subia pro espaço, era refletido, atingia o solo (ou o mar) e parte do sinal era de novo refletido.

Com isso, o sinal de rádio vai quicando entre a Terra e a ionosfera até chega no destino. Claro, há uma boa perda aí, então quando mais energia tiver o sinal original, mais chance de ser ouvido.

Uma faixa ótima para isso são as chamadas ondas curtas, com frequência entre 3MHz e 30MHz. Por décadas elas foram essenciais para transmissões de todo tipo, de estações como a BBC,  a Radio América ou a Radio Havana Cuba, mensagens militares e as famosas estações de rádio numéricas, mandando mensagens para espiões no mundo todo.

Países mais autoritários odeiam ondas curtas, pois é muito fácil você esconder um radinho de pilhas, mesmo nos campos de concentração os prisioneiros frequentemente conseguiam contrabandear ou mesmo construir rádios.

O rádio era tão importante que durante a Segunda Guerra Mundial o governo britânico construiu várias estações secretas subterrâneas espalhadas pelo país. Caso Londres fosse invadida ou destruída, as equipes se mudariam para uma dessas estações, que tinham todo o equipamento de produção e transmissão de programas, e iriam coordenar a resistência e informar a população do estado da nação.

Com o advento da Internet, da TV e dos satélites, a importância do rádio de ondas curtas foi caindo, em 2008 a BBC encerrou suas transmissões periódicas nessa faixa, só retornando muito eventualmente, em momentos de crise. E é isso que ela está fazendo agora.

O serviço de ondas curtas da BBC foi ressuscitado. Eles estão transmitindo diariamente em dois horários, de 13h às 15h, na faixa de 15730KHz, e das 20 às 22h em 5875KHz. Todo o território ucraniano é coberto pela transmissão, e os russos não têm recursos pra desviar pra tentar interferir nos sinais.

A BBC aposta que os ucranianos são mais conservadores, e ainda possuem rádios em casa. Como as babuskas adoram rádio, provavelmente a BBC está certa, mas um radinho que capte ondas curtas custa muito barato, e ainda são muito vendidos nas Ali Expresses da vida. Eu Tem alimentação por tomada, pilha, tem bateria recarregável, AM, FM e 8 faixas de ondas curtas, MP3 via USB e leitor de cartão SD. Tá na faixa dos cento e poucos reais. Em tempos de apagão, enchente e eventual guerra total termonuclear, recomendo muito.

 

Por ser uma tecnologia totalmente analógica, o rádio é bem mais simples e barato, e funciona mesmo em condições bastante degradadas. Uma transmissão bem ruim ainda é inteligível, enquanto uma transmissão digital ficaria completamente embaralhada. Por ser voz, o reconhecimento é imediato, não há apps para instalar, firmware para ser atualizado, hotspot wifi para ser acessado e configurado.

 

Você nunca está fora de alcance, e não corre risco de ser interceptado, pois você não está transmitindo nada (em tempo: isso não é 100% tecnicamente correto mas ninguém vai fazer varredura eletrônica em zona de guerra atrás de radinho de pilha).

 

Muitos anos atrás, ocorreu um apagão sério no Rio de Janeiro. Aos poucos os nobreaks foram ficando sem energia. Depois as torres de celulares foram uma a uma se desconectando, quando o combustível dos geradores acabou. Horas e horas sem luz, sem eletricidade, sem qualquer forma de comunicação. Salvou-me este bichinho aqui:

 

É um radinho de pilha, AM/FM de marca Shuray. Durante a noite consegui acompanhar pela CBN e outras rádios a situação no Estado. Foi a diferença entre não saber nada, e ter total noção do estado das coisas.

 

Não foi nenhuma internet, nenhuma supervia de informações, nenhuma maravilha tecnológica. Quem ficou no ar, firme e forte foi o bom, velho e obsoleto rádio.

 

Em 1º de agosto de 1981 a MTV ia ao ar, seu primeiro videoclipe foi “Video killed the radio star”, da banda The Buggles, promovendo a ideia de que o futuro era o videoclipe, a TV, o rádio com imagem, como dizia Black Boy, em Armação Ilimitada.

 

Os Buggles se separaram em 1982. Em 2010 a MTV transmitiu seu último videoclipe como Music Television, passando a se focar em programação mais convencional, como reality shows onde promovia valores como gravidez na adolescência. Hoje o canal que criou obras magníficas como o Liquid Television é só mais um canal de boomers tentando parecer descolados.

 

Já o rádio? Bem, o rádio vai bem, obrigado. Quem acertou mesmo foi o Queen, em Radio Gaga: mesmo tenho um safado xing-ling de marca imaginária que funciona que é uma beleza.

Fonte//tecnoblog.net/

sem comentário »