Linha Livre com Geraldo Castro | Rádio Globo São Paulo. Vexame até no último adeus
Domingo, 29 de novembro de 2020.

Rádio Globo São Paulo. Vexame até no último adeus

R7.com

Cosme Rímoli

Rádio Globo encerra suas transmissões em São Paulo . Depois de 68 anos. Inconstância espantou audiência e patrocinadores.

São Paulo, Brasil

Um fracasso marcante.

 

Com direito a vexame até no último instante.

Depois de 68 anos, a rádio Globo de São Paulo encerrará suas transmissões.

O FM 94.1 sairá do ar, à meia-noite.

A frequência 1.100 AM já foi desativada no dia 3 de Fevereiro.

Como o blog já havia detalhado, o motivo do fim do prefixo Globo em São Paulo, capital mais rica da América Latina, está na falha de posicionamento.

Nos inúmeros projetos mirabolantes.

A alternância entre uma rádio popular ou mais elitizada acabou espantando audiência e patrocinadores.

De nada adiantou a tentativa desesperada de trazer estrelas da tevê.

A emissora não soube lidar com a concorrência da Internet.

A rádio passou a ser deficitária há tempos.

Ultimamente, se tornou uma insuportável caixinha de músicas, tocando a maior parte do tempo pagode e funk.

No futebol, nomes importantes passaram pela rádio, desde a década de 70, como Osmar Santos, Fausto Silva, Carlos Aymard, Juarez Soares,  Luiz Roberto, Gustavo Villani, Oscar Ulisses, Castilho de Andrade, Oswaldo Paschoal,  Carlos Lima, Henrique Guilherme e tantos outros.

Foram 68 anos de relevância.

O grupo Globo apenas divulgou um comunicado oficial. No obituário, não assume seus erros e trata com insignificância o final da rádio em São Paulo.

Vergonhoso.

“No próximo dia 31 de maio, a Rádio Globo encerra a sua operação em São Paulo no FM 94.1 e fecha o ciclo de desmobilização da rede de transmissão para todo o Brasil.

Com foco no Rio de Janeiro desde Julho do ano passado, com a programação voltada ao público jovem popular, a Rádio Globo teve um crescimento expressivo de audiência não só na capital, como na Baixada Fluminense e Região Metropolitana.

Para seguir avançando, a Rádio Globo entende que é fundamental fortalecer a sua grade local e apoiar a vibração da cultura carioca para a evolução do atual modelo de negócios.

A partir de 1° de junho, a Rádio Globo passa a reproduzir totalmente o compartilhamento dos jovens do Rio na frequência 98.1 FM, e fortalece a identificação já criada com o público carioca. Entre uma música e outra, o jornalismo cumpre a missão de apresentar informações relevantes ao vivo diariamente, e o esporte continua levando emoção aos apaixonados com a equipe do Futebol Globo CBN, mesmo com todas as competições adiadas.”

Mas o que é ruim pode sempre piorar.

Despedida da rádio Globo. Não no dial. Mas na Internet. Vexame final

Despedida da rádio Globo. Não no dial. Mas na Internet. Vexame final

Divulgação

O jornalista Anderson Cheni, que também foi repórter da emissora, decidiu organizar uma live amanhã, a partir do meio-dia. Serão mais de 60 comunicadores que já trabalharam por lá.

“Amigos da Rádio Globo” reunirá profissionais de todas as áreas: Luiz Roberto, Gustavo Villani, Heródoto Barbeiro, José Eduardo Savoia, Eli Correa, Zancopé Simões.

Em vez de acontecer na rádio, como seria o óbvio, acontecerá no facebook e no youtube.

Os profissionais que trabalharam neste último período e que mantêm vínculos

com a rádio, como a equipe de esportes, não irá participar da live.

Por uma questão até de sobrevivência.

Como ainda está previsto, mas não garantido, o aproveitamento da maioria dos narradores e repórteres na CBN, seria desmoralizante para o grupo, eles irem se despedir da rádio Globo.

Eles não irão.

Triste, cruel.

Mas será desta maneira que a rádio Globo sumirá do dial paulista.

De maneira vexatória.

Depois de 68 anos…

Sem comentário para "Rádio Globo São Paulo. Vexame até no último adeus"


deixe seu comentário