Linha Livre com Geraldo Castro | Bispo de Anajatuba possui identidade falsa e já foi preso por estelionato no Pará
Quinta-feira, 1 de outubro de 2020.

Bispo de Anajatuba possui identidade falsa e já foi preso por estelionato no Pará

O processo contra Ricardo foi arquivado em 2019. Mas antes disso, ele já tinha se instalado em Anajatuba se dizendo bispo.

Documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira, mostra que o bispo da Igreja Católica de Anajatuba, Ricardo Breier, se chama Abraão Costa Amaral.

A informação consta em uma decisão proferida pelo juiz Jacob Arnaldo Campos Farache datada de 29 de junho de 2018, onde o magistrado pede para substituir os nomes nos processos contra o religioso que transitava na Justiça Estadual do Pará.

Em 2005, o homem que se diz bispo já foi preso acusado de estelionato, formação de quadrilha e falsidade ideológica em Gurupá, cidade paraense.

 

A prisão ocorreu quando o Ministério Público abriu uma investigação para apurar golpes aplicados por uma quadrilha de estelionatários em estudantes de baixa renda. A emissão de diplomas falsos acontecia em instituições de ensino ligadas à Icame – Igreja Católica Apostólica Missionária de Evangelização – que atua em várias regiões do Brasil. A igreja serviria para atrair os estudantes.

À época, a Faculdade Pan Americana, em Capanema, no Nordeste do Pará, e a escola Estefib, em Belém, ofereciam cursos de nível superior que não são reconhecidos pelo MEC e ainda emitiam diplomas falsos.

O processo contra Ricardo foi arquivado em 2019. Mas antes disso, ele já tinha se instalado em Anajatuba se dizendo bispo.

Do Blog do Neto Ferreira

Sem comentário para "Bispo de Anajatuba possui identidade falsa e já foi preso por estelionato no Pará"


deixe seu comentário