Terça-feira, 21 de janeiro de 2020.

Rei da Tailândia retira título e privilégios de amante oficial

BANGCOC – O rei da Tailândia , Maha Vajiralongkorn , retirou o título, privilégios e posto militar de sua amante oficial , Sineenat Wongvajirapakdi , depois de ela se mostrar “desleal” e rivalizar com a rainha Suthida, informou o palácio real tailandês nesta segunda-feira.


Foto divulgada pelo Palácio Real da Tailândia em agosto mostra o rei Maha Vajiralongkorn com sua então consorte real Sineenat Bilaskalayani: amante oficial perdeu o título nesta segunda por ‘deslealdade’
Foto: AFP/Palácio Real da Tailândia/26-08-2019

Foto divulgada pelo Palácio Real da Tailândia em agosto mostra o rei Maha Vajiralongkorn com sua então consorte real Sineenat Bilaskalayani: amante oficial perdeu o título nesta segunda por ‘deslealdade’ Foto: AFP/Palácio Real da Tailândia/26-08-2019

Apontada “consorte real” no fim de julho — a primeira unção desse tipo no país em quase um século —, numa cerimônia que chamou a atenção para a vida extravagante e blindada do rei da Tailândia , Sineenat, de 34 anos, violou as normas de conduta de cortesãs por ser “ingrata” e “ambiciosa”, e por isso caiu em desgraça, diz o comunicado do palácio.

“A nobre consorte real Sineenat é ingrata e se comporta de maneiras não compatíveis com seu título. Ela também não está satisfeita com o título que lhe foi dado, fazendo de tudo para subir ao nível da rainha”, destacou a nota.

O rei Vajiralongkorn, de 67 anos, foi coroado soberano constitucional da Tailândia em maio último , adotando o nome real de Rama X. A coroação aconteceu cerca de três anos depois de ele sentar pela primeira vez no trono após a morte de seu pai, Bhumibol, que reinou por 70 anos, em 2016. Dias antes da cerimônia de sua coroação, Rama X se casou com sua guarda-costas pessoal, Suthida Tidjai, 41 anos, dando a ela o título de rainha Suthida Bajrasudhabimalalakshana.

Até Sineenat ser ungida em julho, o título de consorte real não era usado na Tailândia desde o fim da monarquia absolutista no país, em 1932. No mês seguinte à unção, o palácio real divulgou uma série de fotos da amante oficial do rei , assim como dados biográficos. Em algumas das imagens Sineenat aparecia de forma convencional, sentada aos pés do rei com tradicionais vestidos tailandeses, mas em outras era mostrada como uma mulher ousada, no comando de um jato de guerra ou pilotando um avião. Tanto as fotos quanto a página com sua biografia foram removidas do site do palácio nesta segunda-feira.

 

sem comentário »

Record esconde notícia da canonização da irmã Dulce, primeira santa brasileira

247  – Assunto de destaque no final de semana em todos os sites, nos jornais e na grande maioria dos canais de TV, a notícia da canonização de Irmã Dulce, a primeira santa nascida no Brasil, passou batida pela Record. A análise é de Maurício Stycer no UOL.

No sábado (12), véspera da cerimônia no Vaticano, o assunto teve grande destaque nos telejornais noturnos das maiores emissoras. O “Jornal Nacional” (Globo) exibiu duas reportagens num total de 6 minutos e 20 segundos. O “SBT Brasil” igualmente apresentou duas matérias ao longo de 6 minutos. O “Jornal da Band” foi outro a mostrar duas matérias sobre o assunto num total de 5 minutos e 22 segundos. Os três telejornais produziram parte do material com repórteres em Roma. A EBC também contou com equipe na Itália para produzir material jornalístico para a TV Brasil – o vice-presidente, Hamilton Mourão, representou o governo na cerimônia. O “RedeTV News” não teve cobertura no local, mas mesmo assim não poupou esforços e apresentou uma grande reportagem de 5 minutos e 40 segundos sobre a canonização.

Já no “Jornal da Record” não houve nenhuma menção a Irmã Dulce. Já o Vaticano foi citado, de forma crítica, por realizar o Sínodo da Amazônia, numa reportagem do telejornal sobre a Conferência de Ação Política Conservadora realizada em São Paulo. No “Domingo Espetacular”, com três horas e meia de duração, a cerimônia religiosa realizada pela manhã no Vaticano não mereceu, igualmente, qualquer menção. Para os dois principais jornalísticos da Record no final da semana, a notícia não existiu.

sem comentário »

Guga Chacra rebate Eduardo Bolsonaro: tenho três empregos “sem indicação de ninguém”

247 – O correspondente internacional, Guga Chacra, da Globo, respondeu a agressões do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Twitter afirmando não estar atrás de emprego, pois tem três nos EUA, fez mestrado em Relações Internacionais na Universidade Columbia de NY, sempre trabalhou na iniciativa privada e “sem indicação de ninguém”.

“Caro Deputado, não estou atrás de emprego neste momento. Tenho 3 como jornalista aqui nos EUA, onde vivo há 14 anos. Fiz mestrado em Relações Internacionais na Universidade Columbia de NY e sempre trabalhei na iniciativa privada e sem indicação de ninguém”, escreveu o jornalista no Twitter.

Mais cedo, ao comentar post de Guga, o parlamentar perguntou: “ele estaria Está cavando uma vaga na Ti Ti Ti! Ou seria na Fuxico?”.

Guga havia dito que “quem manda na política externa do Brasil é Filipe Martins, que segue a linha da direita nacionalista e religiosa. Ele seria o mentor de Eduardo Bolsonaro. O chanceler Ernesto Araújo tem pouca influência e não está claro se concorda ou finge concordar com esta ideologia”.

 

 

 

sem comentário »

Em vistoria ao Mercado das Tulhas prefeito Edivaldo confirma que o Mercado da Cohab será o próximo a iniciar reforma

As reformas integram o Programa São Luís em Obras, que está com mais de 20 frentes de trabalho pela cidade; entre as ações estão as de melhoria da infraestrutura da cidade, reforma de espaços públicos, unidades de saúde e de educação, entre outros serviços

Em vistoria ao Mercado das Tulhas prefeito Edivaldo confirma que o Mercado da Cohab será o próximo a iniciar reformaO prefeito Edivaldo Holanda Junior vistoriou, nesta quinta-feira (10), as obras de reforma do Mercado das Tulhas, na Praia Grande, importante mercado da capital e um dos pontos turísticos mais visitados do Centro Histórico de São Luís. A reforma estrutural é ampla, dos pilares às instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, até o piso e o telhado. A reforma integra o Programa São Luís em Obras, que está com mais de 20 frentes de trabalho pela cidade beneficiando bairros da cidade com asfaltamento, construção de praças e mercados, reformas de unidades de saúde e de educação, intervenções de trânsito, entre outras. Durante a vistoria, o prefeito Edivaldo confirmou que o Mercado da Cohab será o próximo a iniciar reforma.

“O Mercado das Tulhas é um espaço de importância histórica para São Luís e estamos realizando uma reforma estrutural, como há muitos anos não acontecia, para devolver aos feirantes e à população um local totalmente renovado, do piso ao teto, com acessibilidade e conforto. Lembrando que estamos também reformando, ou melhor, construindo um novo mercado no Coroadinho e na próxima semana devemos iniciar os trabalhos no mercado da Cohab. Pela primeira vez na história da cidade, mercados da capital recebem este volume de investimentos”, destacou o prefeito Edivaldo, que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda dos secretários municipais Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos) e Ivaldo Rodrigues (Agricultura, Pesca e Abastecimento).

O superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), no Maranhão; Mauricio Itapary e o presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Osmar Filho, também acompanharam o prefeito na vistoria.

Ainda durante a vistoria, o prefeito Edivaldo destacou as frentes de asfaltamento no Conjunto Vinhais, Cohatrac, Angelim e na Avenida Guajajarás, que somam quase 50 quilômetros de asfalto, obras que foram iniciadas há poucos dias e que avançam com vias já concluídas. “Temos também obras de infraestrutura, na área de educação e da saúde. Enfim, estamos intensificando a cada dia os trabalhos, desde que findou o longo período de chuvas deste ano”, ressaltou.

“O Mercado das Tulhas passará por uma reforma completa em toda a sua estrutura, incluindo a parte elétrica, sistema de combate a incêndio, cobertura, piso, sistema de esgoto sanitário, ou seja, será um novo mercado, que trará mais emprego e renda para a cidade. Todo este projeto foi aprovado pelo IPHAN e está sendo observada a questão da preservação dos aspectos históricos e arquitetônicos do local”, comentou Maurício Itapary, superintendente do IPHAN no Maranhão.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, destacou o rigor na execução das obras. “Estamos em dias com o cronograma dos projetos já em andamento. A proposta é erguer estruturas modernas, com benefícios que não haviam antes, como acessibilidade, conforto ambiental para os feirantes e usuários, sistema de combate a incêndio, novas instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias”, comentou Antônio Araújo.

“Já estamos com obras avançadas no Coroadinho e no Mercado das Tulhas. Eu considero que este é um momento histórico importante da administração do prefeito Edivaldo, em que se assume o compromisso de recuperar importantes equipamentos públicos, como este, do Mercado das Tulhas, de enorme valor histórico e de grande atração turística”, ponderou o secretário Ivaldo Rodrigues.

APROVAÇÃO

A vice-presidente da Associação dos Feirantes da Praia Grande, Aradiane Pacheco Cruz, disse que há mais de 40 anos o Mercado das Tulhas não passava por uma reforma estrutural tão ampla e que os feirantes, de modo geral, estão se adaptando à nova rotina de trabalhar nas barracas cedidas pela Prefeitura de São Luís, instaladas nas adjacências do mercado. “O mercado precisava desta reforma, pois recebemos todos os dias muitos turistas e algumas situações eram vergonhosas, como problemas nos esgotos e nos banheiros, além do aspecto geral da feira, que estava nitidamente precisando de renovação”, acrescentou.

A feirante Lúcia Furtado trabalha há cerca de 55 anos no Mercado das Tulhas. Ela vende refeições e o ponto forte do seu negócio é o almoço. Hoje, enquanto o mercado está sob reforma, ela instalou-se em uma barraca externa ao mercado. A Prefeitura cobriu o local com tendas de lona, armadas em estruturas metálicas, que oferecem sombra aos feirantes e frequentadores. “Enquanto a obra anda a gente trabalha aqui. Continuamos a trabalhar, a ganhar o sustento diário da família e, por isso, não tivemos um grande prejuízo”, ponderou a experiente feirante, que trabalha no mercado desde novembro de 1964.

MERCADO DAS TULHAS

Construído no início do século XIX, o Mercado da Praia Grande, também conhecido como Mercado das Tulhas, ou Casa das Tulhas, era inicialmente um conjunto de barracas destinadas a celeiro público, no Centro de São Luís.

Hoje, o local é tombado pelo Governo Federal, e de área considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Por conta disto, o projeto de manutenção e reparação da edificação segue padrões rígidos para manter os elementos construtivos originais do espaço, conservando um bem cultural que faz parte do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Cidade de São Luís.

No Mercado da Praia Grande, o telhado está sendo desmontado e o piso demolido. A obra prevê ainda a recuperação do sistema de esgoto e de abastecimento de água, além da reforma dos banheiros. O mercado possui pontos comerciais em todo seu entorno como lojas, restaurantes, bares, lojas de artesanato e ateliê de pintura.

O objetivo das obras na Casa das Tulhas é melhorar os serviços prestados ao público consumidor, garantindo a segurança aos frequentadores e trabalhadores do local, visando à acessibilidade e conforto e promovendo a revisão e modernização das redes de instalações de todo a área do mercado.

sem comentário »

Edivaldo assina ordem de serviço para reforma de unidades de saúde

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) assinou nesta quarta-feira (2) ordem de serviço para um pacote de obras na área da saúde. Os trabalhos terão início imediato e integram mais um eixo do macroprograma São Luís em Obras por meio do qual estão sendo executados diversos serviços de infraestrutura pela cidade.

 

Nesta primeira etapa serão reformadas 18 unidades de saúde, sendo 11 da atenção primária em bairros de regiões como área Itaqui-Bacanga, zona rural, Cidade Olímpica e área central de São Luís. Também foram contempladas 7 unidades de saúde de maior porte como a Unidade Mista Itaqui-Bacanga, setores do Socorrão II e CEO Alemanha.

 

Com a reforma de novas unidades e equipamentos da rede de saúde, Edivaldo segue fortalecendo as ações pela melhoria do atendimento de saúde à população de São Luís. Ao longo da execução das obras já com ordem de serviço assinada, outras unidades serão incluídas no pacote de obras.

sem comentário »