Linha Livre com Geraldo Castro | O molusco fálico americano adorado na China
Terça-feira, 29 de setembro de 2020.

O molusco fálico americano adorado na China

Um quilo de marisco exótico conhecido como “geoduck” pode custar mais de US$ 300; sifão, que pode chegar a 1 m de comprimento, é visto na China como afrodisíaco.

21jul2015---um-quilo-de-marisco-exotico-conhecido-como-geoduck-pode-custar-mais-de-us-300-sifao-que-pode-chegar-a-1-m-de-comprimento-e-visto-na-china-como-afrodisiaco-1437477091472_615x300

Não é o prato de aparência mais convidativa e tem um nome estranho…mas na China o molusco do tipo amêijoa de nome científico Panopea generosa (geoduck, em inglês) é uma iguaria delicada – o que provocou uma corrida na costa oeste americana para cultivá-los, de olho na comercialização.

A primeira coisa que chama a atenção é a forma – ele não é chamado de “Rei dos Mariscos” à toa.

Ele é longo e tem uma protuberância em forma de sifão que sai de sua concha e escava a areia. Ele suga água do mar para retirar nutrientes e depois a esguicha para fora novamente.

Ele é o maior dos moluscos que vivem enterrados, pode pesar até 7,25 quilos, e tem um sabor delicioso.

Tanto que nos restaurantes de frutos do mar da China paga-se até US$ 300 por um molusco desses importado viva dos Estados Unidos ou Canadá.

Sua textura delicada e visual exótico são muito valorizados por entusiastas – que o chamam de “molusco tromba de elefante”. A iguaria é considerada um afrodisíaco pelos chineses.

“Você sente o sabor do Pacífico… ele é escorregadio, muito tenro e doce”, dizem apreciadores em Pequim.

Estatísticas vitais

O nome em inglês “geoduck” vem de um povo nativo americano chamado Nisqually. O significado é “cavar fundo”.Esse molusco bivalve é encontrado nos Estados de Oregon, Washington, Alasca (todos nos EUA) e British Columbia (Canadá) – em praias com profundas camadas de areia.

Leva seis anos para que um molusco geoduck cultivado chegue à idade madura. Mas eles podem viver por até 160 anos – idade que pode ser medida por anéis que se formam em sua concha.O “sifão” pode chegar a um metro de comprimento. Ele pode ser servido salgado, como sopa, sushi ou sashimi – mas os caldos são mais comuns.

Mas nos Estados Unidos poucas pessoas sabem da existência do molusco. Mais de 90% do que é coletado é enviado para a China e Hong Kong.

O negócio é lucrativo, pois a demanda é maior que a oferta e os restaurantes lutam para obter o produto.

Bill Dewey, cuja empresa Taylor Marisco comercializa ostras desde 1890 em Puget Sound, no Estado de Washington, passou os últimos 25 anos investindo em fazendas de geoduck.

“Geoduck é a nossa espécie mais nova e levamos um longo tempo, cerca de uma década, só para chegar em um ponto em que deixamos de perder dinheiro”, disse Dewey.

“Ainda não é infalível mas hoje é um negócio lucrativo. E estamos começando a vender mais nos Estados Unidos também. Mas a demanda chinesa controla o preço – e aquele mercado quer pagar muito”.

“O valor do geoduck é de US$ 10 por 0,45 kg, mas os chineses pagam US$ 150. Em Londres, um estabelecimento chinês pagou US$ 312 por um quilo.”

Por que os chineses gostam tanto disso?

James Morgan
Da BBC News em Washington DC

Sem comentário para "O molusco fálico americano adorado na China"


deixe seu comentário