Linha Livre com Geraldo Castro | Candidatos a cargos da polícia civil iniciam curso de formação profissional
Quarta-feira, 30 de setembro de 2020.

Candidatos a cargos da polícia civil iniciam curso de formação profissional

Foto 1 cursos de formação foto Handson ChagasTeve início, nesta segunda-feira (16), o Curso de Formação Profissional para os candidatos do concurso público da Polícia Civil do Maranhão, promovido pelo Governo do Estado, por meio das secretarias de Segurança Pública (SSP) e de Gestão e Previdência (Segep). “Essa é a última etapa antes dos candidatos ingressarem nos quadros da Polícia Civil”, declarou o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes.

Ele disse que quem ganha é a sociedade. “Será um reforço para o quadro de policiais, permitindo que as políticas públicas para a área de segurança pública sejam implementadas. Os resultados irão aparecer em breve espaço de tempo”, ressaltou.

A cerimônia de abertura do curso aconteceu pela manhã, na Academia Integrada de Segurança Pública (AISP), localizada no Parque Independência. O evento foi presidido pelo secretário de Segurança, Aluisio Mendes e contou com a presença do secretário adjunto de Inteligência, Laércio Costa; da delegada geral da Polícia Civil do Maranhão, Cristina Meneses; além dos superintendentes, diretores de órgãos da Polícia Técnico-Científica, representantes do Sistema de Segurança e das associações e sindicatos.

Para a delegada Cristina Meneses, a entrada de novos policiais irá otimizar as ações da civil em todo o estado. “Será um reforço importante em meio à imensa demanda que temos, atualmente reprimida, principalmente pelas vagas abertas pelos agentes que se aposentaram”, ressaltou.

Ao todo são 467 candidatos matriculados, sendo 272 investigadores, 91 escrivãs, 46 peritos criminais; 16 médicos legistas, 9 farmacêuticos legistas, 14 odontolegistas e 19 auxiliares de Perícia Médico Legal.

O início do curso era bastante esperado pelos candidatos. “Todos os candidatos estavam bastante apreensivos por causa do adiamento, mas graças ao empenho das autoridades estamos aqui hoje para concluir a última etapa do concurso, se preparar e começar a trabalhar”, declarou o candidato ao cargo de investigador de polícia, Paulo Scampini.

Os treinamentos terão duração de três meses com término previsto para o dia 9 de novembro. Cada Curso é constituído por uma média de 25 disciplinas, em que os alunos serão submetidos a avaliações teóricas e práticas, sendo todas de caráter eliminatório e classificatório, tais como: Educação Física, Defesa Pessoal e Armamento e Tiro, Ética e Cidadania aplicada à Atividade Policial, Psicologia e Saúde Aplicada, Direitos Humanos, Investigação e Inteligência Policial, entre outras.

Conforme previsto no edital do certame, serão considerados aprovados os alunos que obtiverem em cada disciplina nota igual ou superior a 5, sendo eliminado e automaticamente desligado do curso, o aluno que alcançar nota inferior.

 

Aulas e corpo docente

As aulas acontecerão nas instalações da AISP e serão ministradas por professores, em sua maioria, civis e policiais dos quadros do Sistema de Segurança e das universidades locais. Além destes, para integrar o grupo, a Delegacia Geral da Polícia Civil está trazendo a São Luís, nomes que são referências em diversas áreas, principalmente na Polícia Técnico-Científica, em nível de Brasil.

O Curso de Formação de Perito Criminal contará também com quatro professores peritos criminais, lotados no Instituto de Criminalística (Icrim) de Brasília (DF). São eles: Larissa Tamara de Sousa Martins, com formação na área de Engenharia, que ministrará a disciplina de Bombas e Explosivos; Wagner Santos, professor de Local de Crime de Acidente de Trânsitos; Bruno Zschaber Mavignier de Castro e Bruno Paiva Aranha, professores de Local de Crime contra Pessoa.

Além destes, mais cinco especialistas de Ribeirão Preto, professores da Universidade de São Paulo (USP), integrarão o corpo docente dos cursos de Polícia Judiciária. Jesus Antônio Velho, graduado em Farmácia Bioquímica, doutor em Fisiopatologia Médica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), autor e organizador dos livros “Ciências Forenses” e “Fundamentos de Química Forense”, e lecionará a Disciplina Análise de Drogas e Elaboração de Laudos de Produtos Farmacêuticos.

O médico Marco Aurélio Guimarães, doutor em Fisiologia da USP, ministrará as disciplinas Tanatologia e Traumatologia Forense e Infortunística; Marcelo Firmino de Oliveira, graduado e doutorado em Química pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), proferirá a disciplina Validação de Métodos Analíticos nos Curso de Farmacêutico Legista; Ricardo Henrique Alves da Silva, professor-doutor da USP, responsável pela área de Odontologia Legal no Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto; Hermes de Freitas Barbosa, mestre e doutor em Medicina  da USP, que lecionará a disciplina Sexologia Forense no Curso de Formação de Médico Legista.

Para o concurso da Polícia Civil foram inscritos um total de 14.485 mil candidatos. A realização de todas as etapas do processo seletivo é de responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

Sem comentário para "Candidatos a cargos da polícia civil iniciam curso de formação profissional"


deixe seu comentário