Terça-feira, 28 de janeiro de 2020.

SSP investe em capacitação para aprimorar o serviço de segurança

AluisioComo parte do conjunto de ações que têm resultado na diminuição da criminalidade e na prisão de vários criminosos, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), por meio da Delegacia Geral de Polícia Civil, promove, a partir desta segunda-feira (10), no Hotel Luzeiros (Ponta do Farol, em São Luís), o Curso de Especialização em Investigação de Crimes Contra a Vida.

Para ministrar a capacitação, a SSP está trazendo a São Luis, quatro delegados do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa de São Paulo (DHPP-SP) e professores membros da Academia de Policia Civil de São Paulo, referência no Brasil, em investigação e elucidação de homicídios e crimes relacionados à vida.

A solenidade de abertura ocorrerá às 8h30 e contará com as presenças do secretário de Estado de Segurança Pública Aluisio Mendes; do secretário-adjunto de Inteligência e Ações Estratégicas, Laércio Costa; da delegada geral da Polícia Civil, Cristina Resende Meneses; dos superintendentes de Polícia Civil da Capital, Katherine Chaves; do interior, Jair Lima de Paiva Júnior e o de Investigações Criminais, Augusto Barros; além de delegados e investigadores de das unidades da polícia Civil de todo o Maranhão.

As aulas prosseguem até o dia 14, contabilizando carga horária de 40h. Participam 52 profissionais da Polícia Judiciária, entre delegados, investigadores e peritos criminais, sendo 8 da Delegacia de Homicídios, todos os titulares das distritais de São Luís e interior do Maranhão. Eles são indicados pelas regionais e funcionarão como multiplicadores de conhecimento com o objetivo de transmitir as informações para todos os membros da Polícia Civil.

Em uma segunda etapa, os delegados participantes ministrarão minicursos para a continuidade do programa de capacitação em Crimes contra a Vida para policiais civis, militares, bombeiros e guardas municipais da capital e interior do estado.

 

Conteúdo

O conteúdo abordado durante o treinamento inclui temas como “Técnicas de investigação”, “Tecognição visuográfica de local de homicídio”, “Retrato falado”, “Local de crime de homicídio doloso de autoria desconhecida” entre outros. No último dia será realizada palestra voltada para peritos do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim/MA) sobre “Preservação do local de Crime”.

De acordo com a superintendente de Polícia Civil da Capital, Katherine Chaves, o curso faz parte do programa de gestão que visa à capacitação dos policiais civis, visando aprimorar as técnicas de apuração dos crimes contra a vida e melhorando ainda mais a qualidade dos procedimentos policiais. Essa atualização de conhecimentos e a troca de experiências entre as polícias civis desses dois estados resultarão em um maior combate os índices de criminalidade, informou Katherine, ressaltando ainda que esse é apenas o primeiro de vários cursos que a gestão vai promover.

A superintendente explicou que o foco, neste primeiro momento, é o combate aos homicídios e por isso a Delegacia Geral está trazendo o grupo da Delegacia de Homicídios, a fim de promover esse intercâmbio de conhecimentos, que certamente irão resultar na queda dos índices de homicídios. “Tivemos as atenções voltadas pra esse tipo de crime e nós procuramos exatamente o DHPP-SP que é considerado modelo em todo o Brasil na forma de investigar os crimes de homicídios, de preservação do local do crime, e é um modelo que nós queremos e pretendemos seguir”, acrescentou.

 

Redução dos índices

Dados comparativos mostram que nos primeiros cinco dias do mês de maio foram 12 homicídios e no mesmo período do mês de junho foram contabilizados 5 homicídios, o já representa uma diminuição de 58%. Já no ano passado, no mês de junho foram registrados 7 homicídios e no mesmo mês deste ano, foram 5 desses crimes, denotando uma diminuição de 29% no índice de homicídios na Grande São Luis.

A partir do aumento no índice de homicídios no mês de abril a SSP autorizou o investimento na capacitação dos policiais. Ainda segundo Katherine Chaves, a SPCC e Delegacia Geral decidiram a começar com a reformulação da Delegacia de Homicídios, através da reestruturação com a capacitação desses profissionais inclusive dos distritos que também trabalham com homicídios e alguns do interior.

Para atuar na diminuição dos altos índices de homicídios é feito um acompanhamento diário que teve início a partir do momento que foi reestruturada a Delegacia de Homicídios, e com a implantação dos plantões exclusivo de Polícia Civil desta delegacia. Lá, atualmente são 9 delegados, sendo que 5 estão encarregados de concluir e mandar pra Justiça os inquéritos de homicídios bem antigos e 4 delegados (cada um com sua equipe) que têm a responsabilidade de investigar os crimes que estão acontecendo atualmente.

 

Delegacia de Homicídios

A Delegacia de Homicídios dividiu os quatro delegados por zonas, através da Supervisão de Áreas Integradas de Segurança Pública (Saisp Norte, Sul, Leste e Oeste). No momento do crime, o Ciops imediatamente aciona o delegado responsável por determinada área, vai ao local do crime, fazem a investigação preliminar e muitas vezes já efetuam a prisão em flagrante ou já descobrem de quem foi a autoria do crime naquele momento.

Para a superintendente, o segredo da investigação em relação ao crime de homicídio é estar no local do crime logo após o fato ocorrido, pois é o momento do clamor, em que todo mundo fala, as testemunhas estão presentes, o endereço é localizado, vão-se colhendo os depoimentos até que acabam chegando ao nome do autor e a partir daí começa-se a trabalhar em cima do mandado de prisão, depoimento de testemunhas e elucidação do caso. “Desde que implantamos a estruturação, os homicídios que ocorreram nesse período já foram elucidados”. Ela explicou que os plantões são intensificados durante a sexta-feira e todo o fim de semana, porque através de um estudo de um mapa da violência, pôde-se detectar os dias, horário e região que se dá a incidência de homicídios e outros crimes ocorrem com mais frequência.

“Baseado nesse mapeamento que nós acompanhamos os crimes e está dando cada vez mais certo, então nós fazemos esse estudo diário dos homicídios e daí deslocamos essa equipe para fazer a investigação do crime (sexta, sábado e domingo), embora essa equipe continue de sobre aviso durante o dia”, informou.

A superintendente enfatizou que a Polícia Civil tem o desafio de diminuir o número de homicídios. “Todos os homicídios acontecidos ultimamente estão elucidados e com autores presos e os que não estão presos já possuem mandado de prisão e a qualquer momento serão pegos pelas nossas equipes de polícia”.

O próximo curso será na área de excelência em atendimento à população nas delegacias. A data ainda e a seleção dos profissionais habilitados para ministrar o curso já estão sendo selecionados pela SSP.

Informações da Secom – Maranhão.

 

Sem comentário para "SSP investe em capacitação para aprimorar o serviço de segurança"


deixe seu comentário