Linha Livre com Geraldo Castro | Secretário de Educação traça objetivos para melhoria de índices do Maranhão
Quarta-feira, 30 de setembro de 2020.

Secretário de Educação traça objetivos para melhoria de índices do Maranhão

Foto 2 - DOMINGO - melhoria de índices do Maranhão - PmudMelhorar os índices educacionais do Maranhão e o desempenho de alunos da rede estadual de ensino é o grande desafio do Estado, para o secretário de Educação, Pedro Fernandes. Para alcançar um nível mais avançado nos índices de avaliação, foram traçados quatro objetivos: a melhoria do processo de aprendizado; a universalização do ensino médio; institucionalizar o regime de colaboração entre União, Estado e municípios; e combater o analfabetismo no Maranhão.

Como ações para alcançar esses objetivos, o secretário destaca as Conferências Intermunicipais da Educação, feitas em parceria com o Fórum Estadual de Educação (FEE), reunindo representantes dos sistemas de ensino, órgãos educacionais, entidades de classe, poder público e de diversos segmentos sociais dos municípios que estão jurisdicionados às Unidades Regionais de Educação (UREs).

Esta semana foram realizadas conferências em São João dos Patos e Colinas. Ao todo, serão 27 conferências envolvendo os 217 municípios maranhenses. O foco é a construção de propostas norteadoras para o Plano Estadual de Educação, visando a Conferência Maranhense. “É preciso discutir com quem faz a educação para que possamos construir um diagnóstico que aponte soluções democráticas construídas por meio de um processo coletivo”, declarou Pedro Fernandes.

A melhoria das condições de trabalho e remuneração de professores também está entre as metas da Seduc. Neste sentido, o Governo do Estado vai encaminhar para votação na Assembleia Legislativa o Estatuto do Magistério. “O Estatuto passou por alguns ajustes na Secretaria de Gestão, mais para adequar a redação, o teor não foi alterado e permanecem as ações amplamente discutidas com a categoria”, ressalta o secretário.

Como incentivo à formação continuada dos professores e à melhoria do aprendizado foi iniciada, esta semana, uma capacitação pedagógica para 497 coordenadores, supervisores e professores de 89 municípios maranhenses, que irão trabalhar nos programas de correção de fluxo “Se Liga” e “Acelera Brasil”. A capacitação é feita por técnicos do Instituto Ayrton Senna, que tem parceria com a Seduc na implantação desses programas, que visam corrigir distorções entre idade e série e deficiências de aprendizagem.

“A parceria da Seduc com o Instituto Ayrton Senna e os municípios fortalece e assegura políticas públicas educativas baseadas na melhoria do nível de aprendizagem do aluno, na formação continuada de professores e, principalmente, no combate ao analfabetismo, metas estratégicas traçadas pela Seduc, que não mediremos esforços para alcançar, na perspectiva de oferecer uma educação inclusiva e de qualidade para todos os maranhenses”, enfatizou o secretário Pedro Fernandes, na abertura da capacitação.

Com o programa “Se Liga”, mais de 11 mil alunos não alfabetizados, na faixa etária de 9 a 14 anos serão atendidos.  Já “Acelera Brasil” beneficiará mais de quatro mil alunos alfabetizados, com distorção idade-série.

Segundo Rita de Cassia Paulon, gerente de Projetos do Instituto Ayrton Senna, a capacitação tem como foco principal a aprendizagem do aluno. “Só vamos ter sucesso nesse trabalho se nosso aluno aprender. Quando o aluno aprende, é alfabetizado, lê e escreve, ele se transforma, se torna feliz, se relaciona melhor com os amigos, contribui melhor em casa, enfim, acredita no seu potencial porque a ele foi oferecida uma oportunidade. Por isso, o papel desses professores é de fundamental importância na vida desses alunos”, observou a gerente.

Programas

O programa de correção de fluxo “Se Liga” é destinado a alunos com distorção idade série não-alfabetizados, das quatro primeiras séries do ensino fundamental. O Acelera Brasil é destinado a alunos de 1ª a 3ª séries com, no mínimo dois anos de defasagem idade-série, devidamente alfabetizados, objetivando promoção, preferencialmente, para a 5ª série.

Dentre os princípios e filosofia dos programas estão a confiança na capacidade do aluno; elevação da auto estima de alunos e professores; desenvolvimento intensivo dos conteúdos básicos das quatro primeiras séries; oferecimento de um conjunto de habilidades importantes para o sucesso na escola e na vida; uso dos instrumentos básicos da matemática em situações concretas do dia a dia; planejamento e avaliação do próprio desempenho nas tarefas escolares.

 

Sem comentário para "Secretário de Educação traça objetivos para melhoria de índices do Maranhão"


deixe seu comentário