Linha Livre com Geraldo Castro | Em seis meses, fortuna de Mark Zuckerberg despenca quase pela metade
Sexta-feira, 18 de setembro de 2020.

Em seis meses, fortuna de Mark Zuckerberg despenca quase pela metade

A estreia decepcionante no mercado de ações do Facebook pesou sobre a fortuna de seu fundador e presidente-executivo, Mark Zuckerberg. O patrimônio líquido do bilionário caiu quase pela metade, de US$ 17,5 bi para US$ 9,4 bi (queda de 46,3%), entre março e setembro, e ele despencou da 14ª para 36ª posição na lista dos norte-americanos mais ricos, publicada pela revista “Forbes”

Na semana passada, Zuckerberg admitiu que está preocupado com o rendimento das ações da companhia na Bolsa de Valores.

As ações da empresa foram fixadas no valor de US$ 38 quando estrearam na Bolsa em maio, mas desde então elas perderam a metade de seu valor.

Zuckerberg disse que a queda “obviamente foi decepcionante”, mas garantiu que é um bom momento para “redobrar” a confiança no futuro da companhia, especialmente devido as suas receitas publicitárias por meio dos dispositivos móveis.

Recentemente, Zuckerberg anunciou que não venderá ações da companhia nos próximos 12 meses, uma decisão que tem como objetivo reduzir a quantidade de ações disponíveis no mercado.

(Com informações da Reuters)

Sem comentário para "Em seis meses, fortuna de Mark Zuckerberg despenca quase pela metade"


deixe seu comentário