Linha Livre com Geraldo Castro | Pereirinha rebate acusações do Estadão
Terça-feira, 27 de outubro de 2020.

Pereirinha rebate acusações do Estadão

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Isaías Pereirinha (PSL), negou que tenha dobrado sua evolução patrimonial acima do normal, no período de 2008 a 2012.

Segundo ele, as acusações apresentadas em reportagem no Estadão,de que teve a segunda maior evolução patrimonial entre os 23 presidentes de Câmaras de todo país que disputarão a eleição de outubro, não condiz com a realidade.

Pereirinha destacou que encaminhou à Receita Federal e ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão todo seu detalhamento patrimonial, que confirma que em 2008 havia declarado R$ 289 mil e que agora, em 2012, passou a contar com R$ 709.526,00. “Não sou apenas vereador, tenho também outras atividades”, afirmou o chefe do legislativo.

Ele disse que apesar dos atuais bens patrimoniais elencados ao TRE, já se desfez de um micro ônibus, no valor de R$ 105 mil. “Vendi o veículo para quitar débitos contraídos”, afirmou. Pereirinha disse ainda que também possuía uma caminhonete Paintfaider para comprar uma outra caminhonete SW4 Toyota, no valor de R$ 173 mil. “Portanto, são bens que declarei à Justiça Eleitaoral que não tenho mais. Acredito que a matéria é de má fé, por conta do período eleitoral”, frisou.

O presidente da Câmara de São Luís garante não haver exagero em seu patrimônio. “Não vejo infrações nisso. Será que R$ 709 mil é incompatível com minha realidade?”, indagou.

Do blog do Mário Carvalho

Sem comentário para "Pereirinha rebate acusações do Estadão"


deixe seu comentário