Sexta-feira, 5 de junho de 2020.

Prefeitura de São Luís promove ações educativas nos terminais de integração para orientar população sobre medidas preventivas à Covid-19

Durante a abordagem, equipes ressaltam a necessidade uso de máscaras, distanciamento nas filas e higienização das mãos; ação segue orientação do prefeito Edivaldo e integra conjunto de medidas de enfrentamento à pandemia

Prefeitura de São Luís promove ações educativas nos terminais de integração para orientar população sobre medidas preventivas à Covid-19A Prefeitura de São Luís, por meio da Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, órgão da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está realizando ações de caráter educativo nos Terminais de Integração de Transporte Urbano da capital para orientação da população durante este período de pandemia da Covid-19. Nesta quarta-feira (3), equipes percorreram os terminais Cohama/Vinhais e Praia Grande orientando trabalhadores e passageiros sobre o uso de máscaras, distanciamento nas filas e higienização das mãos. Nesta quinta-feira (4), a ação, que segue orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, será realizada também nos terminais Cohab/Cohatrac e São Cristóvão e, na sexta-feira (05) no do Distrito Industrial, no bairro Maracanã.

O objetivo da ação é conscientizar a população sobre a importância de manter distância das outras pessoas, utilização de máscaras de proteção, lavar constantemente as mãos e utilizar álcool em gel, bem como orientar a administração dos terminais quanto aos cuidados com a limpeza dos ônibus e demais dependências.

Para o secretário Municipal de Sáude, Lula Fylho, a iniciativa garante que, mesmo com a abertura de alguns serviços, as medidas de segurança devem ser mantidas. “Nossas equipes, sob orientação do prefeito Edivaldo, estarão nos terminais orientando as pessoas sobre as medidas de segurança, reforçando que é importante que as pessoas continuem com o distanciamento social, utilizando máscaras quando saírem de suas casas e higienizando as mãos”, lembrou o gestor.

“É muito importante este trabalho neste momento em que as atividades estão gradualmente voltando ao normal pela cidade. Por isto, é preciso manter todos os cuidados necessários para preservar a saúde da população, por meio de medidas sanitárias eficazes que devem ser observadas e a Vigilância Sanitária está mobilizada para que sejam cumpridas”, explicou a superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Terezinha Lobo.

AÇÃO

A ação nos terminais envolve 30 fiscais sanitários e será feita duas vezes ao dia, pela manhã e a tarde. No Terminal Cohama/Vinhais, foram observadas as condições gerais do local e os processos de higienização dos ônibus; verificando se há instalados nas plataformas de embarque/desembarque lavatórios com água corrente e sabão líquido para os usuários; disponibilização de álcool em gel, marcações no piso para orientar o distanciamento das pessoas nas filas. Este trabalho é realizado pelos funcionários do terminal com auxílio de Bombeiros Civis e equipes preparadas para cuidar da higienização dos veículos.

“Eu acho que esta doença (coronavírus) veio como uma tempestade, inesperadamente, sobre todos nós, então tudo que se puder fazer para se proteger vai ser muito bom. Por isto, estão fazendo certo fiscalizar o uso de máscaras, a distância um do outro na fila e todo o resto”, ponderou Marina Pereira, de 66 anos, moradora do Conjunto Bequimão, que utiliza frequentemente o Terminal Cohama/Vinhais em seus deslocamentos.

No Terminal Praia Grande, a Vigilância Sanitária Municipal também fiscalizou as medidas de segurança e saúde. “Tanto no terminal Cohama/Vinhais quanto no Praia Grande constatamos que ainda há situações pontuais de aglomeração de pessoas nas plataformas, embora haja orientações, marcações e faixas informativas para que se mantenha o distanciamento”, explicou a coordenadora da Vigilância Sanitária, Zilmar Pinheiro Rodrigues.

“Com apoio do Governo do Estado, foram instalados lavatórios em pontos estratégicos do terminal para os usuários poderem higienizar as mãos. Na entrada do terminal, logo depois das catracas, mantemos funcionários com álcool em gel e também disponibilizamos máscaras de proteção para aqueles passageiros que, por ventura, tiverem esquecido em casa e entrarem no recinto desprovidos. Pintamos marcações nas plataformas para orientar o distanciamento e também colocamos cartazes nos pontos comerciais do terminal para alertar sobre a importância de se manter uma distância segura”, explicou o gerente do Terminal Praia Grande, Marciano Eduardo Rubira.

“Este trabalho de higienização é muito importante para garantir a saúde dos usuários”, advertiu José Luís Feitosa Lemos, pesquisador em nutrologia, aposentado, ao lado de sua esposa, Maria de Lurran Ribeiro Silva Lemos, servidora da Escola de Cinema do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), na Praia Grande.

sem comentário »

Para Hildo Rocha o exército dos agentes de saúde e de combate às endemias é capaz de combater a Covid- 19

O coordenador da frente parlamentar em defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, deputado Hildo Rocha (MDB-MA) destacou, durante entrevista ao Programa Painel Eletrônico, da Rádio Câmara, que os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias tem condições de ajudar bastante no combate ao novo coronavírus desde que devidamente preparados e organizados.

 

Falta de apoio

Rocha voltou a fazer um alerta: “os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate às endemias não receberam do poder público os equipamentos de proteção adequados para que eles possam realizar seu trabalho junto às comunidades. Os agentes de saúde, preparados e com equipamentos de segurança, podem ajudar muito nessa guerra contra a Covid-19 e ajudar a prevenir a disseminação de outras doenças como a dengue, febre amarela, zika, etc.”, destacou o parlamentar.

 

Adicional de insalubridade

De acordo com o deputado, outro problema enfrentado pela categoria, mesmo antes do início da emergência de saúde causada pelo novo coronavírus, é a falta do pagamento do adicional de insalubridade para os profissionais que atuam diretamente em contato com doenças, muitas das quais transmissíveis.

 

“O salário da categoria é inferior ao de todos os outros segmentos da atenção básica à saúde, sendo que um agente comunitário recebe, por mês, um valor inferior ao que o poder público gasta, por dia, com a internação em UTI de um paciente apenas”, ressaltou Hildo Rocha.

 

Reunião técnica

Todas essas questões foram defendidas pelo parlamentar maranhense durante reunião técnica realizada nesta quarta-feira pela comissão externa de acompanhamento da Covid-19 da Câmara dos Deputados.

 

O evento contou com a participação de representantes do Ministério da Saúde, das secretarias municipais de saúde e da Organização Internacional do Trabalho.

 

Os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias foram representados pela Confederação Nacional da categoria, entidade que é presidida por Hilda Angélica Correia.

sem comentário »

Projeto de Hildo Rocha garante 13º aos beneficiários do Bolsa Família

Tramita na Câmara projeto do deputado federal Hildo Rocha que garante, de forma permanente, o décimo terceiro para beneficiários do Programa Bolsa Família. “No ano passado, todas as famílias cadastradas no Bolsa Família foram beneficiadas com o décimo terceiro salário.  No Maranhão 927 mil famílias foram beneficiadas por essa iniciativa do presidente Jair Bolsonaro”, destacou Hildo Rocha.

 

O parlamentar enfatizou que essa ação do presidente da república ajudou a dar um pouco mais de dignidade a milhares de famílias maranhenses que se encontram na extrema pobreza. Rocha lembrou que apesar da importância dessa atitude os opositores radicais do presidente Bolsonaro fizeram de tudo para que a medida provisória 898/2019, que cria o 13º para os beneficiários do Bolsa Família, não fosse votado e perdesse a validade.

 

“Por causa da irresponsabilidade e radicalismo dos senadores e deputados opositores ao governo do presidente Jair Bolsonaro o décimo terceiro do Bolsa Família só teve validade no ano 2019. Por não ter sido votado a tempo no Congresso Nacional a Medida Provisória caducou, perdeu eficácia. Assim apresentei o Projeto de Lei 2097/2020 que cria, de forma permanente, o décimo terceiro para os beneficiários do Bolsa Família. Se o meu projeto for aprovado, todos os anos os beneficiários do Bolsa Família receberão o décimo terceiro salário tranquilamente”, explicou Hildo Rocha.

 

De acordo com o parlamentar, no Maranhão, mais de três milhões de pessoas são beneficiadas pelo Programa Bolsa Família. “Só em dezembro do ano passado, o governo do presidente Jair Bolsonaro repassou 403 milhões de reais para famílias maranhenses beneficiárias do programa. Durante o ano de 2019 o governo federal pagou aproximadamente 3 bilhões de reais aos beneficiários do Bolsa Família no Maranhão, proporcionando dignidade às famílias e injetando recursos para movimentar a economia do nosso Estado”, ressaltou Hildo Rocha.

sem comentário »

Edivaldo é o prefeito com mais investimentos em obras no Centro

A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior é a que mais fez investimentos para a recuperação de espaços públicos e preservação do patrimônio histórico do Centro de São Luís. Uma mostra disso é o grande volume de obras simultâneas que Edivaldo está executando neste momento, abrangendo a reforma de pontos turísticos, espaços de lazer e convivência, urbanização, implantação de novos equipamentos culturais e de inclusão social.

Estão em execução as reformas do Mercado das Tulhas (Feira da Praia Grande), as praças da Saudade, da Misericórdia e da Bíblia e o Parque do Bom Menino. A Praça do João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno estão sendo totalmente requalificados. Nas ruas da Palma e do Giz dois casarões estão sendo reformados para serem habitações sociais, garantido moradia para quem precisa e a ocupação permanente do Centro. Também está em obras o casarão colonial nº 285, na Rua Portugal.

 

A Escola Municipal de Música que funcionará em um casarão em obras a Rua do Giz será mais um equipamento cultural na região, além de garantir ensino e acesso gratuito à atividade artística. A Fonte do Bispo está sendo urbanizada e vai melhorar todo o aspecto urbanístico do Anel Viário. Nesta retomada também foi incluído o Teatro Municipal (antigo Cine Roxy).

 

Em parceria com a Vale e o Iphan a Prefeitura de São Luís está implantando a Praça das Mercês, transformando uma área que estava totalmente abandonada em um espaço de lazer, prática esportiva e de pequenos eventos culturais.

 

Desta forma, Edivaldo consolida o maior programa de investimentos em obras realizados no Centro de São Luís nos últimos 30 anos, reforçando a nova dinâmica da região transformada em sua gestão, tendo como resultados a reocupação da área pelos moradores da cidade, fortalecimento do turismo, da economia circular e da cultura local.

sem comentário »

Hildo Rocha elogia Bolsonaro pela transferência de mais 1 bilhão e 579 milhões de reais ao Maranhão para ajudar no combate à Covid-19

O deputado federal Hildo Rocha elogiou o presidente Bolsonaro pela sanção do Projeto de Lei Complementar nº 39, que virou a Lei Complementar nº 173, dispositivo legal que garante auxílio a todos os Estados, o Distrito Federal e os 5.570 Municípios do Brasil.

“O Maranhão vai receber 1 bilhão, 579 milhões de reais. Só ao Governo do Maranhão serão destinados 982 milhões de reais, divididos em 4 vezes. Todas as prefeituras do estado também serão beneficiadas. A Capital do Estado, São Luís, por exemplo, vai receber 92 milhões, 928 mil e 715 reais, são recursos que, se bem usados, sem dúvida nenhuma, haverão de evitar que mortes venham a ocorrer por causa da pandemia da Covid-19”, destacou Hildo Rocha.

Fiscalização forte

Rocha enfatizou que irá fiscalizar a aplicação dos recursos transferidos aos estados e municípios. “Irei exercer o meu papel de fiscal dos recursos públicos federais. Alguns Estados não estão dando a devida transparência aos gastos, ao uso desses recursos que estão sendo encaminhados, muitos estão usando indevidamente o dinheiro, por isso nós parlamentares federais que estamos ajudando a transferir recursos para estados e municípios, temos a obrigação de fiscalizar o uso desse dinheiro”, disse o parlamentar.

Falta transparência

De acordo com Hildo Rocha, até agora não se sabe onde o governador Flávio Dino aplicou os 43 milhões de reais das emendas impositivas de bancada e os outros recursos que também já foram transferidos pelo governo federal ao Governo do estado.

“Espero que o Governo do Maranhão faça o uso correto desses recursos, porque os outros recursos que já foram encaminhados para o Maranhão, inclusive os 43 milhões de reais das emendas impositivas de bancada que nós enviamos ao governador Flávio Dino nós não sabemos onde e como ele aplicou esses recursos. Agora, mesmo sendo adversário político do Flávio Dino, estou conseguindo junto com os outros parlamentares federais de oposição encaminhar recursos federais no sentido de ajudar a salvar vidas”, frisou Hildo Rocha.

Leitos de UTI’s

Novamente, o parlamentar maranhense voltou a enfatizar que os 43 milhões de reais destinados pela bancada federal ao governo do estado podem ser bem utilizados na implantação de leitos de UTI, tendo em vista que o Maranhão é hoje o Estado do Nordeste brasileiro com a menor quantidade de leitos de UTI por habitante.

sem comentário »

Prefeitura de São Luís já imunizou mais de 280 mil pessoas contra Influenza/H1N1

 

Campanha segue até 26 de junho; nesta terça-feira (2) vacinam pessoas cujos primeiros nomes iniciem com as letras P, Q e R; na quarta (3) e quinta (4) será a vez das letras S, T, U e V; e na sexta (5) vacinam as pessoas com iniciais W, X, Y e Z

Prefeitura de São Luís já imunizou 280 mil pessoas contra Influenza/H1N1 e esta fase da campanha segue até sexta (5)A Prefeitura de São Luís já imunizou mais de 280 mil pessoas contra a Influenza/H1N1, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), divulgados na manhã desta segunda-feira (1º). A campanha, iniciada em março, prosseguirá até o dia 26 de junho e nesta terça-feira (2) vacina o público-alvo com nomes iniciados com as letras P, Q e R. Na quarta (3) e quinta (4) será a vez das letras S, T, U e V; e na sexta (5) com iniciais W, X, Y e Z. A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior disponibilizou 43 unidades de saúde e quatro escolas da rede pública para imunização, obedecendo ainda os horários definidos pela Prefeitura para evitar aglomeração nos postos.

Esta fase da campanha foi dividida em duas etapas, a primeira, que encerra na sexta-feira, 05, tem como público-alvo crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias), adultos de 55 a 59 anos, professores das escolas públicas e privadas e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Por ordem alfabética, no período da manhã, de 8h ao meio dia, somente crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes e puérperas serão vacinados. No turno vespertino, das 13h às 17h, adultos de 55 a 59 anos, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e com outras condições especiais, assim como profissionais de escolas públicas ou privadas poderão procurar um dos postos para se vacinar.

A Prefeitura de São Luís tem tomado várias medidas para desafogar as unidades de vacinação tradicionais e evitar, desta forma, aglomeração de pessoas nos locais, em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Valem para essas unidades extras as mesmas orientações em vigor nas unidades de saúde tradicionais.

VACINAÇÃO SEGUNDO GRUPO

No período de 8 a 26 de junho podem vacinar profissionais das forças de segurança e salvamento; caminhoneiros; profissionais de transporte coletivo (motorista e cobrador); portuários e pessoas com deficiência física, auditiva, visual, intelectual e deficiência múltipla.

Os retardatários, pessoas dos grupos anteriores que não se vacinaram durante sua fase de campanha, também poderão buscar um dos locais de vacina seguindo também a ordem alfabética e turno estipulado na data compreendida entre 8 a 26 de junho.

LOCAIS DE VACINAÇÃO

UNIDADES DE SAÚDE (de segunda a sexta-feira das 8h às 17h)

1. Centro de Saúde Dr. Paulo Ramos – Rua do Passeio, 236 – Centro

2. C.S Bezerra de Menezes – Rua 2, S/N – São Francisco

3. CTA Lira (atendimento específico) – Praça São Roque Lira, S/N – Lira

4. Materno Infantil – CRIE (atendimento específico) – R. Silva Jardim, s/n – Centro

5. C. S. Clodomir P. Costa – Av. Odilo Costa Filho, S/N – Anjo da Guarda

6. C. S. Valdecy Eleoteria Martins (Paraíso) – Av. Sarney Filho – Vila Embratel

7. C. S Yves Parga – BR 135, S/n – Vila Maranhão

8. C.S. Vila Nova – Praça Raimundo de Sousa Gomes, S/N – Vila Nova

9. Hospital Aquiles Lisboa – R. José Sarney, s/n – Bonfim

10. C.S. da Vila Embratel – Rua 14 S/N – Vila Embratel

11. C.S. do Gapara – Rua Projetada S/N Gapara

12. C.S Bairro de Fátima – Rua Ademar de Barros, S/N – Bairro de Fátima

13. U.M Coroadinho – Rua da Vitória, S/N – Coroadinho

14. C.S. Dr. Antônio Guanaré – Rua da Vitoria – Coroadinho

15. U.M. Bequimão – Av. do Contorno s/n Bequimão

16. C.S. Amar – Rua Deputado Luís Rocha, S/N – Vicente Fialho

17. C.S. Radional – Rua G, S/N – Radional

18. C.S. Vila Lobão – Estrada da Vitória, Nº 8 – Vila Lobão

19. C.S. João de Deus – Rua Gardênia Ribeiro Gonçalves, S/N – João de Deus

20. U.M. São Bernardo – Rua São Benedito, Nº 185 – São Bernardo

21. C.S Santa Bárbara – Rua principal, Nº 180 – Santa Bárbara

22. PS Coquilho – Avenida Principal 10 A, 10 – Vila Coquilho

23. C.S. Drª Nazaré Neiva – Rua 15, Nº 01 – São Raimundo

24. USF Maria Ayrecila II – Rua 16, Qd 82, Bloco C, S/N – Cidade Olímpica

25. USF JaIlson Alves III – Rua 7, Qd 83, Casa 1 – Cidade Olímpica

26. USF Santa Clara – Rua Lucy Sarney, S/N – Santa Clara

27. USF Santa Efigênia – Rua Tancredo Neves, S/N – Santa Efigênia

28. USF Pirapora – Rua 3, Qd B, S/N – Parque Sirlândia/ Tirirical

29. C.S. Vila JanaIna – R. da Saudade, 148 – Cidade Operária

30. UBS Dr. Expedito Alves de Melo – Av: 4, Qd 36, Casa 11 – Cidade Olímpica

31. C.S Cohab – Anil – Rua 04, S/N – IV Conj. Cohab – Anil

32. C.S Salomão Fiquene – Av. Leste Oeste, S/N – Cohatrac

33. C.S Djalma Marques – Av. Celso Coutinho, S/N – Ipem Turu

34. CTA Anil (atendimento especifico) – Av. São Sebastião, S/N – Anil

35. C.S. Itapera – Rua Principal, Nº 31 – Itapera

36. C.S. Quebra Pote – Praça do Cemitério, S/N – Quebra Pote

37. C.S. Pedrinhas I – BR 135, Km 12, Nº 26 – Pedrinhas

38. C.S. Pedrinhas II – Rua da União, S/N – Pedrinhas

39. C.S. Tibiri – Rua Santo Antonio, S/N – Tibiri

40. C.S. Maracanã – Estrada da Vitória, S/N – Maracanã

41. USF Coqueiro – Rua da Vitória, S/N – Coqueiro

42. C.S. Mª de Lourdes Rodrigues (Rio Grande) – Rua Bom Jardim, 385- Rio Grande

43. C.S Vila Itamar – Rua do Fio, S/N – Vila Itamar

ESCOLAS (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h)

1. UEB Rosália Freire – Avenida dos Portugueses, Vila Isabel

2. Escola Militar Tiradentes – Rua Gabriela Mistral, Vila Palmeira

3. C.E Nascimento de Moraes – Avenida 3, Vinhais

4. UEB Felipe Conduru – Avenida Guajajaras, 115

 

sem comentário »

Saúde Pública de Cantanhede recebe carros e equipamentos comprados com emenda do deputado federal Hildo Rocha

Os profissionais que atuam nas Unidades Básicas de Saúde de Cantanhede (UBS) passaram a contar com dois carros e dezenas de equipamentos que foram comprados com recursos públicos federais oriundos de emenda parlamentar individual do deputado Hildo Rocha. A entrega aconteceu durante ato com a presença de reduzido número de pessoas, em razão das medidas de segurança sanitária referentes à pandemia do novo coronavírus.

 

Melhorias dos serviços de saúde ofertados pelo município

Hildo Rocha destacou que os dois veículos e os equipamentos são conquistas que irão proporcionar melhorias nas condições de trabalho dos profissionais que exercem atividades nas UBS e, consequentemente, irão contribuir para melhorar os serviços ofertados pelo poder público municipal.

 

“A população de Cantanhede necessita e merece Unidades Básicas de Saúde com condições físicas, técnicas e profissionais para atenderem as pessoas que precisam dos serviços de saúde. Por saber disso coloquei emenda parlamentar de minha autoria para a compra dos dois veículos, dos equipamentos e dos móveis que serão disponibilizados para melhorar os nossos postos de saúde. A equipe do prefeito Ruivo definiu o que deveria ser comprado com os recursos que eu viabilizei. A prefeitura licitou e comprou os carros, móveis e equipamentos ambulatoriais. São dezenas de itens indispensáveis que a partir de agora passam a reforçar a estrutura da saúde pública de Cantanhede”, ressaltou Hildo Rocha.

 

Importância do deputado Hildo Rocha

O prefeito Ruivo agradeceu ao deputado Hildo Rocha e ressaltou a importância da ação do parlamentar que resultou na chegada de veículos, computadores, móveis e equipamentos para estruturar a saúde pública municipal.

 

“Nós fizemos um levantamento do que estávamos precisando, identificamos o que neste momento é de mais utilidade para melhor atendermos a população, e como resultado desse trabalho, graças à ajuda do deputado Hildo Rocha, que colocou emenda parlamentar para a saúde de Cantanhede, foi possível adquirirmos dois carros e dezenas de equipamentos e móveis que serão distribuídos nas Unidades Básicas de Saúde da nossa cidade”, disse o prefeito.

 

Além do deputado Hildo Rocha e do prefeito Ruivo também participaram do evento o ex-secretário adjunto de Saúde municipal, Alex Baima, que organizou toda a aquisição dos veículos, móveis e equipamentos, a secretaria de saúde; a secretária de Saúde, Paula Souto; o chefe de gabinete do prefeito, Bruno Bezerra; o secretário de Esporte, Cezar Cantanhede; o secretário de Infraestrutura, José João; a secretaria de Educação, Lília Santos; o secretário de Administração, Manoel Erivaldo; a secretaria de agricultura, Maria José; o secretário de Governo, Nilton Dutra; o secretário de Cultura, Carlito Amaral e o secretário de Assistência Social, Paulo Coelho.

 

O ato também foi prestigiado pelos vereadores Alan Bajara; Dênis Roberth; Jairon Dantas; Meire do Godô e Ribamar Lopes.

 

Equipamentos, automóveis, móveis e computadores entregues

 

– Um Adipômetro

– Sete aparelhos de Ar Condicionado

– Onze Armários

– Dois Armários Vitrine

– Um Aspirador de Secreções Elétrico Móvel

– Um Autoclave Horizontal de Mesa/até 75 litros

– Duas Balanças Antropométrica Adulto

– Duas Balanças Antropométrica Infantil

– Duas Balança Digital Portátil

– Dez Baldes a Pedal

– Cinco Banquetas

– Um Bebedouro/ Purificador Refrigerado

– Quatro Biombos

– Uma Cadeira de Rodas Adulto

– Trinta e Quatro Cadeiras para Ambulatórios

– Uma Câmara Fria para Conservação de Imunobiológicos

– Um Carro de Curativos

– Um Carro para Material de Limpeza

– Dois Computadores /Desktop-Básico

– Dois Concentradores de Oxigênio

– Cinco Detectores Fetal

– Um Eletrocardiógrafo

– Três Escadas com 2 degraus

– Dois Esfigmomanômetros Adulto

– Dois Esfigmomanômetros Infantil

– Seis Estantes

– Três Focos Refletores Ambulatoriais

– Três Geladeira/ Refrigerador

– Uma Impressora Laser Comum

– Quatro Lanternas Clínica

– Dois Laringoscópio Adulto

– Dois Laringoscópio Infantil

– Um Laser para Fisioterapia

– Quatro Longarina

– Oito Mesas para Médicos e Enfermeiros

– Quatro Mesas de Exames

– Uma Mesa de Mayo

– Uma Mesa de Reunião

– Duas Mesas Ginecológica

– Dois Nebulizadores Portáteis

– Dois Negatoscópio

– Um Nobreak para Computador/Impressora

– Dois Oftalmoscópio

– Seis Otoscópio Simples

– Quatro Oxímetro de Pulso

– Um Projetor Multimídia/Datashow

– Uma Seladora

– Um Televisor

– Um Ultrassom para Fisioterapia

– Dois Veículos de Passeio – Transporte de Equipe 5 pessoas

– Um Ventilador de Teto/Parede

sem comentário »

Rádio Globo São Paulo. Vexame até no último adeus

R7.com

Cosme Rímoli

Rádio Globo encerra suas transmissões em São Paulo . Depois de 68 anos. Inconstância espantou audiência e patrocinadores.

São Paulo, Brasil

Um fracasso marcante.

 

Com direito a vexame até no último instante.

Depois de 68 anos, a rádio Globo de São Paulo encerrará suas transmissões.

O FM 94.1 sairá do ar, à meia-noite.

A frequência 1.100 AM já foi desativada no dia 3 de Fevereiro.

Como o blog já havia detalhado, o motivo do fim do prefixo Globo em São Paulo, capital mais rica da América Latina, está na falha de posicionamento.

Nos inúmeros projetos mirabolantes.

A alternância entre uma rádio popular ou mais elitizada acabou espantando audiência e patrocinadores.

De nada adiantou a tentativa desesperada de trazer estrelas da tevê.

A emissora não soube lidar com a concorrência da Internet.

A rádio passou a ser deficitária há tempos.

Ultimamente, se tornou uma insuportável caixinha de músicas, tocando a maior parte do tempo pagode e funk.

No futebol, nomes importantes passaram pela rádio, desde a década de 70, como Osmar Santos, Fausto Silva, Carlos Aymard, Juarez Soares,  Luiz Roberto, Gustavo Villani, Oscar Ulisses, Castilho de Andrade, Oswaldo Paschoal,  Carlos Lima, Henrique Guilherme e tantos outros.

Foram 68 anos de relevância.

O grupo Globo apenas divulgou um comunicado oficial. No obituário, não assume seus erros e trata com insignificância o final da rádio em São Paulo.

Vergonhoso.

“No próximo dia 31 de maio, a Rádio Globo encerra a sua operação em São Paulo no FM 94.1 e fecha o ciclo de desmobilização da rede de transmissão para todo o Brasil.

Com foco no Rio de Janeiro desde Julho do ano passado, com a programação voltada ao público jovem popular, a Rádio Globo teve um crescimento expressivo de audiência não só na capital, como na Baixada Fluminense e Região Metropolitana.

Para seguir avançando, a Rádio Globo entende que é fundamental fortalecer a sua grade local e apoiar a vibração da cultura carioca para a evolução do atual modelo de negócios.

A partir de 1° de junho, a Rádio Globo passa a reproduzir totalmente o compartilhamento dos jovens do Rio na frequência 98.1 FM, e fortalece a identificação já criada com o público carioca. Entre uma música e outra, o jornalismo cumpre a missão de apresentar informações relevantes ao vivo diariamente, e o esporte continua levando emoção aos apaixonados com a equipe do Futebol Globo CBN, mesmo com todas as competições adiadas.”

Mas o que é ruim pode sempre piorar.

Despedida da rádio Globo. Não no dial. Mas na Internet. Vexame final

Despedida da rádio Globo. Não no dial. Mas na Internet. Vexame final

Divulgação

O jornalista Anderson Cheni, que também foi repórter da emissora, decidiu organizar uma live amanhã, a partir do meio-dia. Serão mais de 60 comunicadores que já trabalharam por lá.

“Amigos da Rádio Globo” reunirá profissionais de todas as áreas: Luiz Roberto, Gustavo Villani, Heródoto Barbeiro, José Eduardo Savoia, Eli Correa, Zancopé Simões.

Em vez de acontecer na rádio, como seria o óbvio, acontecerá no facebook e no youtube.

Os profissionais que trabalharam neste último período e que mantêm vínculos

com a rádio, como a equipe de esportes, não irá participar da live.

Por uma questão até de sobrevivência.

Como ainda está previsto, mas não garantido, o aproveitamento da maioria dos narradores e repórteres na CBN, seria desmoralizante para o grupo, eles irem se despedir da rádio Globo.

Eles não irão.

Triste, cruel.

Mas será desta maneira que a rádio Globo sumirá do dial paulista.

De maneira vexatória.

Depois de 68 anos…

sem comentário »

O prefeito Luizinho Barros (Foguinho) contratou empresas de medicamentos por mais de R$ 4 Milhões e saúde de São Bento não sai da UTI

Do blog do Filipe Mota

O prefeito Luiz Gonzaga Barros (PC do B), apontado por vários crimes contra o erário público federal e municipal, que já chegou a ser PRESO na Operação Vínculos, da Polícia Federal, por fraudes em São Bento, que contou com uma força-tarefa formada pela PF, Ministério do Trabalho e Previdência Social (MPS) e Ministério Público Federal (MPF). O prejuízo identificado à época foi quase R$ 2 Milhões – Luizinho Barros, que também é apontado pela Controladoria Geral da União – CGU como o prefeito mais corrupto do Maranhão e o segundo do Brasil, mesmo assim não para!

Luizinho, já foi denunciado pela CGU em esquemas de “montagens” de licitações fantasmas entre 2008 e 2009, com recursos federais do Fundo Nacional de Saúde – FNS e Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE.

Com o dinheiro federal repassados à Saúde de São Bento, Luizinho foi acusado de fraudar licitações da Atenção Básica (Convites 50 / 2007 e 1 / 2008), pagamentos irregulares a profissionais que não atuaram no PSF nos exercícios de 2008 e 2009, recursos do PSF sem comprovação de utilização nos exercícios de 2008 e 2009, não comprovação de aquisições de remédios realizadas em 2009 pela Farmácia Básica, indícios de fraudes em procedimentos licitatórios da Assistência Farmacêutica Básica (Convites 22 / 2006 e 43 / 2007), indícios de fraudes em processos licitatórios na Vigilância em Saúde (Convites 2 / 2006).

Com dinheiro repassado pelo governo federal na área da Educação, com recursos do FNDE, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, o rombo foi maior – falta de merenda escolar por períodos de trinta dias ou mais nos exercícios de 2008 e 2009, não comprovação de despesas no valor de R$ 55.741,12 (Cinquenta e Cinco Mil) no PNAE / 2008, irregularidade na execução financeira do Convênio FNDE 807894 / 2005, Siafi 527997; pagamento com recursos do Fundeb / 2008 no valor de R$ 10.222,00 (Dez Mil Reais) sem a devida comprovação da prestação do serviço, pagamento no valor de R$ 19.343,06 (Dezenove Mil Reais) em 2008 e 2009 com despesas inelegíveis para o Fundeb, pagamento no valor de R$ 40.000,00 (Quarenta Mil Reais), com recursos do Fundeb / 2008, sem a devida comprovação de entrega do objeto, utilização dos recursos do Fundeb 2008 e 2009 para pagamento de tarifas bancárias diversas, no total de R$ 8.296,06 (Oito Mil Reais), pagamentos no valor de R$ 64.300,00 (Sessenta e Quatro Mil Reais), com recursos do Fundeb / 2009 para empresa não localizada, indício de simulação / montagem de processo licitatório nos valores de R$ 651.211,41 (Seiscentos e Cinquenta e Um Mil Reais), (TP 15/2008) e R$ 148.950,09 (Cento e Quarenta e Oito Mil Reais) (Convite2 / 2008) com recursos do Fundeb / 2008, contratos de construção de reformas não executados com recursos do Fundeb nos exercícios de 2008 e 2009, e movimentação financeira irregular da conta específica do Fundeb 2008 e 2009.

Mesmo com tantas fraudes e roubos segundo a CGU, o prefeito Luizinho “foguinho”, continua firmando contratos suspeitos com empresas de fornecimento de insumos hospitalares, a Márcio G.A JALES-ME (Distribuidora Dutrafarma), e a Drogaria Rocha Distribuidora. Os recursos federais desta vez são repasses do Sistema Único de Saúde – SUS.

Veja abaixo, os contratos firmados com as empresas Marcio G.A Jales – ME e a Drogaria Rocha Distribuidora.

EXTRATO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO Nº 055/2020 – OBJETO: Aquisição de Medicamentos e Insumos Hospitalares para suprir a necessidade da secretaria de saúde do Município de São Bento – MA. CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BENTO – MA, inscrita no CNPJ nº 06.214.258/0001-77. CONTRATADA: MARCIO G. A. JALES – ME, inscrita no CNPJ nº 13.757.465/0001-33. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses. VALOR DO CONTRATO: R$ 1.634.070,00 (Um Milhão, Seiscentos e Trinta e Quatro mil e setenta reais); BASE LEGAL: Lei Federal nº 8.666/93 e a Lei nº 10.520/2002 e suas alterações posteriores; DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 02.05.02-10.301.0003.2040-33.90.39. DATA DA ASSINATURA: 20 de março de 2020. ASSINAM: Raimundo Nonato Oliveira Rodrigues – Secretário Municipal de Finanças – Contratante Márcio Gabriel Araújo Jales – Representante Legal – Contratada.

EXTRATO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO Nº 053/2020 OBJETO: Aquisição de Medicamentos e Insumos Hospitalares para suprir a necessidade da secretaria de saúde do Município de São Bento-MA. CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BENTO – MA, inscrita no CNPJ nº 06.214.258/0001-77. CONTRATADA: DROGA ROCHA DISTRIBUIDORA DE MEDICAMENTOS LTDA, inscrita no CNPJ nº 05.348.580/0001-26. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses. VALOR DO CONTRATO: R$ 1.109.030,00 (Um Milhão, Cento e Nove Mil e Trinta Reais); BASE LEGAL: Lei Federal nº 8.666/93 e a Lei nº 10.520/2002 e suas alterações posteriores; DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 02.05.02-10.301.0003.2040-33.90.39. DATA DA ASSINATURA: 20 de março de 2020. ASSINAM: Raimundo Nonato Oliveira Rodrigues – Secretário Municipal de Finanças – Contratante e Kairon Miguel da Silva Osterno – Procurador – Contratada.

EXTRATO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO Nº 054/2020. OBJETO: Aquisição de Medicamentos e Insumos Hospitalares para suprir a necessidade da secretaria de saúde do Município de São Bento – MA. CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO BENTO – MA, inscrita no CNPJ nº 06.214.258/0001-77. CONTRATADA: DROGA ROCHA DISTRIBUIDORA DE MEDICAMENTOS LTDA, inscrita no CNPJ nº 05.348.580/0001-26. VIGÊNCIA: 12 (doze) meses. VALOR DO CONTRATO: R$ 81.292,60 (Oitenta e Um Mil, Duzentos e Noventa e Dois Reais e sessenta centavos) DATA DA ASSINATURA: 20 de março de 2020. ASSINAM: Raimundo Nonato Oliveira Rodrigues – Secretário Municipal de Finanças – Contratante e Kairon Miguel da Silva Osterno – Procurador – Contratada.

sem comentário »

Hildo Rocha diz que eleições devem acontecer com segurança sanitária na data já estabelecida pela Constituição Federal

Em entrevista ao Programa Ponto Final, comandado pelo jornalista Jorge Aragão, da Rádio Mirante, nesta quinta-feira, o deputado federal Hildo Rocha se posicionou contra o adiamento das eleições municipais deste ano. O parlamentar destacou que tramitam no âmbito do parlamento federal diversas sugestões que podem ser resumidas em três propostas muito parecidas.

 

A primeira propõe que as eleições sejam realizadas no mês de dezembro, sem prorrogação dos mandatos atuais. A segunda prevê o adiamento das eleições para meados do ano de 2021, mas não prorroga mandatos. Já a terceira proposta estabelece o adiamento das eleições e prorrogação dos atuais mandatos para 2022 com o objetivo de unificar as eleições em uma só data.

 

Periodicidade das eleições é cláusula pétrea

Porém, de acordo com o parlamentar, para que haja adiamento e prorrogação de mandatos é necessário que se faça uma nova Constituição Federal. Rocha destacou ser inconstitucional fazer qualquer tipo de mudança na atual constituição que resulte em aumento ou diminuição de mandatos populares.

 

“Não tem como mudar facilmente a data das eleições porque a periodicidade dos pleitos é clausula pétrea, está definida na nossa Constituição”, argumentou Hildo Rocha.

 

Falta legitimidade para prorrogar mandatos

Rocha explicou que os atuais parlamentares não tem legitimidade e nem poder para mudar as datas e prorrogar os mandatos. “Nós somos constituintes derivados não somos constituintes originários, portanto, nós não temos legitimidade e muito menos poder para mudar as datas e prorrogar mandatos. Para que isso aconteça é necessário ser eleita uma nova constituinte”, explicou o deputado.

 

Muitos prefeitos e vereadores merecem continuar

Embora seja um defensor da realização do pleito em outubro, em podcast do MDB o deputado Hildo Rocha frisou que muitos prefeitos e vereadores mereciam ter o mandato prorrogado por serem bons para a população.

 

“Eu conheço muitos prefeitos e vereadores no Maranhão e sei que alguns deles merecem continuar os seus mandatos porque realizam trabalhos maravilhosos, são bons para o povo, mas o meu desejo não é suficiente para fazer eu rasgar ou ajudar a rasgar a Constituição Federal”, assegurou Hildo Rocha.

 

Propostas de adequação das eleições

 

Hildo Rocha apresentou três propostas no sentido de adequar a estrutura eleitoral para as eleições deste ano, em função da pandemia causada pela Covid-19.

 

1)       Realização de convenções partidárias para escolha de candidatos de forma virtual (remota);

 

2)       Mudança na propaganda eleitoral presencial criando, por meio da autoridade sanitária nacional, normas para a realização de reuniões e comícios com toda a segurança sanitária. Cria também de forma alternativa as reuniões e comícios virtuais (por meio eletrônico).

 

3) Ampliação da quantidade de sessões eleitorais diminuindo assim o número de pessoas nos locais de votação.

 

“Não podemos deixar de fazer as eleições, a constituição deve ser respeitada. Caso a situação de pandemia se mantenha até outubro devemos criar meios que possibilitem a realização da eleição sem expor os eleitores e eleitoras aos riscos de contrair o novo coronavírus. Entendo que essas três propostas que apresentei são suficientes para que possamos evitar aglomerações e os cidadãos e cidadãos poderão exercer o sagrado direito de escolher os seus representantes municipais” afirmou Hildo Rocha.

sem comentário »