Segunda-feira, 18 de novembro de 2019.

Rei da Tailândia retira título e privilégios de amante oficial

BANGCOC – O rei da Tailândia , Maha Vajiralongkorn , retirou o título, privilégios e posto militar de sua amante oficial , Sineenat Wongvajirapakdi , depois de ela se mostrar “desleal” e rivalizar com a rainha Suthida, informou o palácio real tailandês nesta segunda-feira.


Foto divulgada pelo Palácio Real da Tailândia em agosto mostra o rei Maha Vajiralongkorn com sua então consorte real Sineenat Bilaskalayani: amante oficial perdeu o título nesta segunda por ‘deslealdade’
Foto: AFP/Palácio Real da Tailândia/26-08-2019

Foto divulgada pelo Palácio Real da Tailândia em agosto mostra o rei Maha Vajiralongkorn com sua então consorte real Sineenat Bilaskalayani: amante oficial perdeu o título nesta segunda por ‘deslealdade’ Foto: AFP/Palácio Real da Tailândia/26-08-2019

Apontada “consorte real” no fim de julho — a primeira unção desse tipo no país em quase um século —, numa cerimônia que chamou a atenção para a vida extravagante e blindada do rei da Tailândia , Sineenat, de 34 anos, violou as normas de conduta de cortesãs por ser “ingrata” e “ambiciosa”, e por isso caiu em desgraça, diz o comunicado do palácio.

“A nobre consorte real Sineenat é ingrata e se comporta de maneiras não compatíveis com seu título. Ela também não está satisfeita com o título que lhe foi dado, fazendo de tudo para subir ao nível da rainha”, destacou a nota.

O rei Vajiralongkorn, de 67 anos, foi coroado soberano constitucional da Tailândia em maio último , adotando o nome real de Rama X. A coroação aconteceu cerca de três anos depois de ele sentar pela primeira vez no trono após a morte de seu pai, Bhumibol, que reinou por 70 anos, em 2016. Dias antes da cerimônia de sua coroação, Rama X se casou com sua guarda-costas pessoal, Suthida Tidjai, 41 anos, dando a ela o título de rainha Suthida Bajrasudhabimalalakshana.

Até Sineenat ser ungida em julho, o título de consorte real não era usado na Tailândia desde o fim da monarquia absolutista no país, em 1932. No mês seguinte à unção, o palácio real divulgou uma série de fotos da amante oficial do rei , assim como dados biográficos. Em algumas das imagens Sineenat aparecia de forma convencional, sentada aos pés do rei com tradicionais vestidos tailandeses, mas em outras era mostrada como uma mulher ousada, no comando de um jato de guerra ou pilotando um avião. Tanto as fotos quanto a página com sua biografia foram removidas do site do palácio nesta segunda-feira.

 

sem comentário »