Durante ato político em parceria com Fábio Câmara, Hildo Rocha destaca relevantes conquistas do seu mandato parlamentar

O deputado federal Hildo Rocha, que está em campanha pela reeleição, participou da inauguração do Comitê de Campanha do candidato a deputado estadual Fábio Câmara, instalado no Parque do Bom Menino, em São Luis. Rocha falou dos projetos de lei de sua autoria, que foram aprovados e destacou ações relevantes que resultaram em benefícios nos setores da saúde, do meio ambiente e da habitação.

“Apresentei mais de 100 projetos. Destes, três já estão valendo, foram transformados em leis; emenda de plenário de minha autoria aumentou em R$ 80 milhões de reais por ano os recursos financeiros para a Média e Alta Complexidade (MAC) da saúde do Maranhão. Esses recursos estão sendo utilizados pelo governo do Maranhão e algumas prefeituras em urgência, emergência e cirurgias eletivas”, assegurou Hildo Rocha.

Recursos para preservação da bacia do Itapecuru

O parlamentar lembrou que no final do ano de 2016 ele viabilizou, junto ao governo federal, o aproveitamento de emenda de bancada de autoria do senador Roberto Rocha para realizar o diagnóstico da bacia do Rio Itapecuru e a construção de um observatório.

“No final do ano de 2016 consegui junto ao governo federal viabilizar emenda de bancada que foi proposta pelo senador Roberto Rocha para fazer a recuperação de bacias hidrográficas do Itapecuru e para fazer o diagnóstico da bacia e a construção de um observatório de toda a bacia e afluentes desse que é o maior rio do nosso estado, afirmou Hildo Rocha.

UEMA valorizada

Hildo Rocha disse que os recursos foram canalizados pela Codevasf para a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). “O dinheiro poderia ter ido para alguma empresa ou instituição de fora, mas eu percebi que a melhor alternativa era entregar para a nossa universidade pois assim todo o conhecimento derivado dessa pesquisa ficará com uma organização nossa, maranhense, séria e tão competente quanto qualquer entidade de outro Estado. O dinheiro está assegurado e os estudos já foram iniciados”, explicou o parlamentar.

Recursos para a habitação

O deputado informou que como membro da Comissão Mista do Orçamento- CMO, e relator do orçamento deste ano do Ministério das Cidades ele conseguiu beneficiar o Maranhão com quase R$ 1 bilhão para o setor habitacional, para a área rural foi destinado recursos para a construção de 11.800 casas”, destacou Hildo Rocha.

Missão cumprida

O deputado disse que trabalhou intensamente com o objetivo de honrar os compromissos assumidos com a população maranhense. “No exercício do cargo de deputado, como representante do povo maranhense, honrei os votos daqueles que acreditaram nas minhas propostas e no meu trabalho”, afirmou.

Novo desafio

Hildo Rocha ressaltou que pretende conquistar novo mandato para continuar representando o Maranhão, na Câmara Federal. “Tenho certeza que não decepcionei os meus eleitores. Por isso, quero nova oportunidade e aqui estou para pedir o voto de confiança de cada um do vocês. Para deputado federal, vote em Hildo Rocha, 1513. Para deputado estadual vamos com Fábio Câmara, 17444. Tenho certeza que Fábio será um excelente deputado. Ele tem experiência, é um homem sensível e conhece a realidade do Maranhão”, afirmou Hildo Rocha.

Gratidão e amizade

Ao justificar o convite para que Hildo Rocha participasse do evento Fábio Câmara destacou que nos últimos anos passou por imensas dificuldades e encontrou em Hildo Rocha a mão amiga que lhe ajudou a não desistir.

“Atravessei um deserto gigantesco, fiz uma longa travessia a nado de forma incansável que se parasse um segundo eu morreria, mas encontrei o deputado Hildo Rocha, um amigo, um irmão, um homem que cuidou de mim, que teve orgulho de mim”, destacou Câmara.

Mesmo fazendo parte de coligações diferentes, Câmara fez questão de pedir votos para Hildo Rocha.  “Eu quero pedir para vocês, com todo carinho, votos para o deputado Hildo Rocha, número 1513, para deputado federal e também preciso dos votos de vocês para conquistar uma vaga na Assembleia Legislativa. Meu número é 17444”, declarou Câmara.

sem comentário »

Sissi Viana lança “Mais Alfabetização” em Godofredo Viana

Em solenidade realizada nesta segunda-feira (18), o prefeito Sissi Viana lançou oficialmente no município de Godofredo Viana o programa Mais Alfabetização, iniciativa que visa fortalecer e apoiar as unidades escolares no processo de alfabetização dos estudantes regularmente matriculados no 1º ano e no 2º ano do ensino fundamental.

O ato, realizado na sede do Rodovaldo, reuniu lideranças políticas e comunitárias; além de representantes do segmento do setor educacional.

O programa foi implantado, inicialmente, em três escolas públicas – Unidade Educacional Humberto de Campos (bairro Crispiana), U.E Maria do Rosário Silva (sede) e Dona Isabel Andrade (Aurizona) – beneficiadas com o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), que presta assistência financeira às escolas públicas da educação básica mantidas por entidades sem fins lucrativos.

Sissi Viana destacou que, apesar das dificuldades financeiras pelas quais passam todas as prefeituras maranhenses e do Brasil, em Godofredo Viana a administração municipal vem conseguindo investir fortemente na educação pública de qualidade, situação que está beneficiando centenas de estudantes e professores da rede municipal de ensino.

“Estamos trabalhando muito com a meta de melhorar, cada vez mais, a educação pública de nossa cidade. Muitos são os desafios, mas com organização e aplicando bem os recursos, estamos conseguindo avançar”, afirmou o prefeito.

Figurando como uma das principais estratégias do Ministério da Educação, o Mais Alfabetização fundamenta-se na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que determina o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo.

Objetiva, ainda, evitar o abandono, à reprovação, à distorção idade/ano, mediante a intensificação de ações pedagógicas voltadas ao apoio e ao fortalecimento do processo de alfabetização.

 Além disso, reconhece que a família, a comunidade, a sociedade e o poder público devem assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, nos termos do art. 227 da Constituição, bem como reconhece que a responsabilidade pela alfabetização das crianças deve ser acolhida por docentes, gestores, secretarias de educação e instituições formadoras como um imperativo ético indispensável à construção de uma educação efetivamente democrática e socialmente justa.

1 comentário »

Hildo Rocha preside comissão que avalia socorro financeiro aos municípios

O deputado federal Hildo Rocha (MDB/MA) foi eleito por deputados e senadores para presidir a Comissão Mista que avalia a MP 815/2017. A proposta prevê o repasse de R$ 2 bilhões a título de socorro financeiro para os 5.570 municípios brasileiros. “Será uma ajuda considerável. No Maranhão, os municípios poderão receber repasses a partir de R$ 200 mil”, ressaltou o deputado.

A intenção do parlamentar é trabalhar com celeridade a fim de que os municípios possam receber os recursos com a maior brevidade possível. O relator da MP será o senador mineiro Antônio Anastasia (PSDB/MG). “Tenho certeza que o senador fará um trabalho rápido, dentro daquilo que é possível ser feito para que a gente possa atender os municípios com a maior brevidade”, destacou Hildo Rocha.

Agradecimento

O parlamentar agradeceu aos congressistas que o escolheram para presidir a Comissão. “Agradeço aos colegas deputados, deputadas, senadores e senadoras que acreditam no nosso trabalho, na nossa capacidade. Estamos trabalhando com afinco porque sabemos das dificuldades dos municípios que aguardam um desfecho favorável dessa MP para que possam investir na saúde, na educação e na assistência Social”, afirmou Hildo Rocha.

sem comentário »

Sousa Neto faz reunião com lideranças para definir emendas para MP dos Bombeiros

Em reunião realizada nesta quinta-feira (1º), na Sala das Comissões, o deputado Sousa Neto (Pros), integrante da Comissão de Segurança, fez reunião com lideranças militares para definir emendas para a Medida Provisória (MP) que dispõe sobre a criação e transformação de Organizações Policiais da Polícia Militar.

O deputado disse que o encontro serviu para recolher propostas, visando fazer alterações na MP que está na Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJ). A MP ficou para ser votada na terça-feira (6), depois do pedido de vista feito por Sousa Neto.

No encontro, estiveram presentes vários representantes militares do interior, a exemplo de Imperatriz, que denunciaram que a PM e os Bombeiros estão com efetivos reduzidos, principalmente os bombeiros, havendo sobrecarga de serviços.

As propostas principais apresentadas são aumento do efetivo, reajuste salarial e cumprimento da legislação sobre as promoções.

Segundo Jean Marry, presidente da Associação dos Bombeiros do Maranhão, o efetivo dos bombeiros é de 2.943, mas estão de fato trabalhando 1.169, na ativa.  Alertou que 70 por cento do efetivo vão para a reserva em cinco anos, o que deixará os Bombeiros ainda mais fracos.

De acordo com o policial, “tem que seguir a fila normal de promoções”. Ele pediu apoio aos deputados, não apenas na criação de novos batalhões e unidades; e parabenizou Sousa Neto pela reunião.

O próprio deputado contou que em Santa Inês, por exemplo, na unidade dos bombeiros faltam pessoal, comida e gasolina. Disse conhecer a luta dos sindicalistas e chamou de heroísmo.

Sousa Neto acusou o governo de perseguir as associações e presidentes de entidades com repressão, e que a MP cria várias vagas para coronéis e outras patentes altas, mas não amplia para praças.

O sargento Ebnilson, presidente da Associação das Praças do Maranhão, também elogiou Sousa Neto pela reunião para permitir discussão e apresentação de emendas; Defendeu ainda a criação de cargos para permitir as promoções.

Outro que falou foi Cabo Guimarães, presidente da Associação dos Militares da Região Metropolitana, que enfatizou que vão ser criadas várias vagas para coronéis, tenentes-coronéis e majores, mas não cria cargos operacionais. Disse também que estão sem aumento salarial há quatro anos, enquanto deveria ser anual.

Ele contou que perdeu três promoções e só conseguiu uma na Justiça. Em 17 anos de ativa já devia ser 1º sargento.

 

sem comentário »

Dia Municipal do Reggae e aniversário de São Luís são celebrados em programação da Prefeitura

São Luís é considerada a capital brasileira do reggae, ritmo de origem jamaicana que há aproximadamente cinco décadas embala os ludovicenses. Nesta terça-feira (5), é celebrado o Dia Municipal do Regueiro, instituído pela lei nº 4.102 de outubro de 2002. Em alusão à data, a Prefeitura de São Luís realiza o show ‘Vibrações Positivas’, às 19h, na Praça Nauro Machado, dentro da programação dos 405 anos de São Luís. O evento é organizado pela Comissão Integrada do Reggae e Turismo, que já promove o show há 11 anos, e na oportunidade homenageia pessoas que contribuem para cultura reggae da cidade.

A programação é composta pelos shows das bandas Filhos de Jah, Capital Roots, Guetos e Barba Branca; dos cantores Luís Guerreiro, Levi James e Fabiana Rasta; e dos DJs Jorge Black, Andrezinho Vibration, Nega Glícia, Júnior Black, Ademar Danilo e Gustavo Roots. Além disso, se apresentam os grupos de dança GDAM, Saint Louis e Batan Passos (solo), e as Equipes do Vinil: Star Disco e Clube do Vinil. O apresentador da noite é Alex Müller, que fará a abertura às 19h.

 

O evento também abre espaço para o artesanato, penteados afros, moda reggae e culinária local. “O reggae se firmou como um marco não só na cidade, mas em todo o estado, com uma grande aceitação do público. O projeto ‘Vibrações Positivas’ vem enaltecer esta cultura e celebrar o aniversário de São Luís, abrilhantando a nossa programação que envolve um público de todas as idades. Os ludovicenses e visitantes vão poder apreciar bandas, cantores, radiolas, DJs, equipes de vinil, grupos de colecionadores, grupos de dança, comunicação e mídias alternativas, bares, artesanato, culinária, fotografia, audiovisual, trancistas e moda reggae”, ressaltou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

 

A Comissão Integrada do Reggae e Turismo é formada por 14 representantes dos vários segmentos da cadeia produtiva do movimento reggae. No dia 11 de maio, o Brasil comemora o “Dia Nacional do Reggae”. A data foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff e é uma homenagem a Bob Marley, considerado o grande difusor do ritmo pelo mundo, que faleceu em 11 de maio de 1981.

MESTRES

Ainda nesta terça-feira (5), a Prefeitura promove – dentro da programação dos 405 anos da cidade – uma ação formativa com os mestres da cultura popular. José de Jesus Figueiredo (Zé Olhinho, dirigente do Boi e do Tambor de Crioula Unidos de Santa Fé), Dona Maria Célia Ribeiro (diretora da Escola de Samba Marambaia) e do professor Wagno Cássio dos Santos, o Careca (dirigente do Tambor de Crioula Correio de São Benedito) falarão sobre suas visões acerca da cidade. A mediação é de José de Ribamar Moraes (Coordenador de Eventos/Secult).

A roda de conversa é organizada pela Biblioteca Municipal e acontece das 9h às 11h, na escola Estado do Amazonas, localizada na Rua Dr. Newton Bello – Bairro de Fátima. Ao final, terá uma apresentação do Tambor de Crioula de Zé Olhinho.

A Galeria Trapiche, equipamento municipal de cultura, está com a exposição ‘Acervo’, que reúne pinturas e esculturas do conjunto de bens que ocupam os prédios e órgãos públicos do município. A mostra passeia pelas artes e história, a partir das obras de artistas maranhenses. A exposição fica em cartaz até 14 de outubro e pode ser visitada das 14h às 19h, na Galeria, localizada na Avenida Vitorino Freire, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Ainda nesta terça-feira (5), a Galeria recebe a roda de conversa “Ritos e lendas de São Luís nas artes visuais”, com a participação do artista visual Miguel Veiga. O bate papo acontece das 15h às 17h.

sem comentário »

Hildo Rocha comandará audiência sobre reestruturação do sistema penitenciário brasileiro

A comissão especial da Câmara dos Deputados que discute o sistema penitenciário brasileiro promove nesta terça-feira (01) nova audiência pública para analisar medidas que possam reestruturar o setor. O debate foi proposto pelo presidente do colegiado, deputado Hildo Rocha (PMDB-MA).

 

“Os presídios brasileiros convivem com o grave problema de superlotação. Em sua maioria, abrigam número de detentos superior à sua capacidade”, lembra o parlamentar. Além disso, continua Rocha, “há um enorme déficit de vagas no sistema prisional, levando em conta não apenas a superlotação, mas os mandatos de prisão em aberto”.

 

Foram convidados para discutir maneiras de reestruturar o sistema:
– o presidente da Associação dos Magistrados do Brasil, Jayme de Oliveira; e
– o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Roberto Carvalho Veloso.

A audiência será realizada no plenário 14, a partir das 14h30.

 

Pela manhã, atendendo a requerimento do deputado Robinson Almeida (PT-BA), a comissão fará uma reunião de trabalho para ouvir o coordenador nacional da Pastoral Carcerária, Pe. Valdir Silveira; o professor do Uniceub Thompson Flores; e o representante do Sindicato dos Agentes Federais de Execução Penal/DF Euclenes Pereira da Silva.

sem comentário »

Venda da Casa de Veraneio possibilitaria instalação do ninar em todo o estado diz Edilázio Junior

Sem entrar no mérito no que diz respeito à relevância do projeto – que utiliza a estrutura da ‘Casa de Veraneio do Governador’, o parlamentar apontou incoerência de Dino.

Ele lembrou que durante a campanha de 2014 Flávio Dino utilizou o discurso de venda do imóvel para aplicação do recurso público – com especulação imobiliária -, para a construção de um grande hospital do câncer no estado.

“O governador Flávio Dino passou toda a campanha dizendo que ia vender a Casa de Veraneio e ia investir esse dinheiro na saúde pública do estado, e assim ele não fez. E quando nós vamos falar desse projeto Ninar, ele se encontra no metro quadrado mais caro de nossa capital. Ali os vizinhos da Casa Ninar não vão utilizar, todos têm condição de pagar um particular se, por ventura, tiverem um filho com a microcefalia ou com alguma deficiência. Quem vai precisar do Projeto Ninar é quem está na periferia, é quem está na zona rural, é quem está no interior do estado e vai ter toda essa dificuldade para se deslocar até a antiga Casa de Veraneio”, disse.

Edilázio se colocou favorável ao projeto Ninar, mas defendeu a extensão do atendimento a todo o estado, e não apenas na Ponta d’Areia, onde há o metro quadrado mais caro do Maranhão.

“Aqui a matemática é bem simples, se [a casa] fosse vendida, quantos projetos Ninar dava para fazer no Maranhão todo? Quantos prédios davam para ser construídos em todo o Maranhão? Vendia a casa de veraneio e construía, podia ser no Olho D’água, com o metro quadrado muito mais em conta, construía um em Imperatriz, um em Balsas, um em Bacabal, um em Açailândia, um em Chapadinha, deputado Levi Pontes, construía pelo menos uns oito projetos Ninar só com um que ele está colocando aqui na ponta D’Areia, no metro quadrado mais caro do Estado. Então, fica aqui apenas o meu repúdio à hipocrisia do governador Flávio Dino e o discurso fajuto do governo”, concluiu.

sem comentário »

Edilázio Júnior: “Dinheiro do Idac seria entregue a alguém”. Quem?

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) utilizou a tribuna na última sessão ordinária da semana na Assembleia Legislativa, para tratar do escândalo de corrupção na Saúde do Estado, que ganhou destaque nacional no último domingo, com reportagem veiculada no programa Fantástico, da TV Globo.

Para o oposicionista, os saques feitos pelo Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac), na boca do caixa, como apontou a Polícia Federal (PF) em investigação, tinha destino direcionado.

“O saque em dinheiro com certeza é para entregar para alguém. Ninguém vai sacar dinheiro para pagar conta. Se você tem conta para pagar, você faz o TED, leva o boleto no banco, efetua o pagamento e evita até o risco de assalto. O recurso era para ser entregue para alguém. Não tenho dúvida”, disse.

Edilázio atribuiu incoerência ao Governo no que diz respeito aos contratos com o Idac, uma vez que em 2015 o secretário de Estado da Transparência, Rodrigo Lago, havia declarado que o instituto teria sido beneficiado com superfaturamento na gestão anterior. Os contratos com a atual gestão, contudo, elevaram os valores ao Idac.

“E o que chama mais atenção nisso tudo, é que o secretário Rodrigo Lago em 2015, disse que o Idec tinha um superfaturamento em 30% no governo passado. E aí me vem o Governo Flávio Dino, sem licitação, chama o Idac para trabalhar para ele, logo após o secretário falar do superfaturamento”, disse.

“Nos 5 anos do governo passado, os contratos com o Idac somaram R$ 88 milhões. Em 2 anos do governo Flávio Dino, chegou-se a R$ 248 milhões. Só no três primeiros meses desse ano foram gastos mais que todo ano de 2014 com o Idac”, enfatizou.

Edilázio cobrou transparência do Governo e criticou a pressão do Palácio dos Leões para barrar a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os contratos da Saúde.

“Em 2015, no início da legislatura aqui nesta Casa, houve uma grande pressão do governo para que fosse aprovada uma CPI na Saúde. E agora, existe a inversão. Agora existe a incoerência. Hoje existe uma grande pressão para que não haja uma CPI. Ou seja, em 2015 a CPI era importante para passar a saúde a limpo. Hoje a CPI não é importante para passar a saúde a limpo. Fica o retrato da incoerência desse governo”, finalizou.

sem comentário »

Feirinha São Luís vai movimentar o domingo no Centro Histórico

Programação da Feirinha São Luís

Com o objetivo de movimentar o centro de São Luís nos fins de semana, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Abastecimento e Pesca – SEMAPA – criou a Feirinha São Luís que teve a sua primeira edição no domingo passado, com a comercialização de produtos oriundos dos polos produtivos da Ilha, e foi considerado um sucesso de público e de vendas.

 

Secretário Ivaldo Rodrigues junto com Edilson Baldez, presidente da FIEMA.

O secretário Ivaldo Rodrigues, idealizador da Feirinha São Luís, disse que o trabalho continua e o principal foco é melhorar a cada domingo, com atrações culturais, exposição de artistas plásticos, artesanato, além de uma variedade de produtos hortifrutigranjeiros.

“Estamos trabalhando para que a cada domingo a Feirinha tenha ainda mais sucesso. Nossa maior preocupação e levar ao centro de São Luís, pessoas que possam se acostumar a visitar o local tão bem escolhido para este evento”, disse.

 

Produtos de primeira qualidade vendidos na Feirinha São Luis.

Para o domingo dia 18, tudo já foi devidamente preparado e várias atrações artísticas se farão presentes, bem como autoridades municipais e estaduais, além da população que deve comparecer atraída pelos produtos ali comercializados.

 

Para o secretário Ivaldo Rodrigues, esta é sem dúvida um evento semanal que merece ser visitado pelas famílias, pois se trata de um local histórico, Praça Benedito Leite, ao lado da Catedral Metropolitana e no centro da cidade. De acordo com Ivaldo Rodrigues, já chegaram várias solicitações de outros locais da cidade, mas a ideia é primeiro, firmar como ponto turístico e de encontro nas manhãs de domingo.

 

“Sei do desejo dos moradores de outros locais do Centro Histórico, mas vamos primeiro consolidar esta nossa iniciativa, e depois realizar estudos de viabilidade para a implantação de outras feirinhas. Não é fácil, mas com a ajuda e colaboração dos nossos parceiros, queremos deixar como legado para a circulação dos habitantes no centro de São Luís”.

 

sem comentário »

Ivaldo Rodrigues é destaque na gestão de Edivaldo Holanda JR.

Prefeitura apresenta projetos agrícolas implantados em São Luís a embaixador do Vietnã

O secretário municipal Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues é sem dúvida um dos mais atuantes se não for o mais atuante secretário da segunda gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Ivaldo assumiu o cargo no dia 3 de janeiro. Na ocasião, disse que estava trocando a Câmara Municipal pela Semapa para poder contribuir de forma ainda mais efetiva com o aumento da produção de alimentos e de pescados na capital e também para melhorar a estrutura e as condições sanitárias das feiras e mercados de São Luís e assim tem sido.

O resultado está ai. Em apenas cinco meses no cargo já são muitas iniciativas e novos desafios pela frente.

De saída, Ivaldo encarou o problema das feiras e mercados. Não se escondeu um só minuto. Foi para a linha de frente e buscou ouvir os feirantes para entender o que precisava ser feito com urgência.

Nesta sexta-feira, em outra operação arrojada iniciou o disciplinamento no entorno da Feira do João Paulo.

Buscou um série de parcerias para fortalecer a produção de alimentos na Região Metropolitana de São Luís.

Operação realizada pela Semapa em ação articulada com Ministério Público, PM e Blitz Urbana

Na semana passada, numa ação articulada com Ministério Público, Polícia Militar e Blitz Urbana, participou de uma mega operação para combater o abate clandestino em São Luís.

Está fortalecendo as Unidades de Referência Produtiva que são estruturas institucionais que agregam todos os agricultores da Ilha. Elas têm recebido apoio do município, por meio de programas de distribuição de mudas, kits de irrigação e apoio técnico, desenvolvidos pela Prefeitura.

Em sua gestão, a Prefeitura entregou a obras de reforma da Escola Casa Familiar Rural (ECFR), localizada no bairro do Quebra Pote, zona rural de São Luís, além da entrega de 25 mil mudas de hortaliças para produtores.

Tudo isso foi possível mesmo em tempo de muita crise. A criatividade e vontade de fazer de Ivaldo Rodrigues mostram que é possível mudar a realidade de São Luís, basta querer e ter à frente da pasta gestores que tem compromisso com os cargos que ocupam.

Do Blogue do ZECA SOARES.

 

sem comentário »