Ideia de Bolsonaro de barrar radares em rodovias é loucura, diz pesquisador…

Imagem – Marcos Antonio Costa/Futura Press/Folhapress

Engenheiro e sociólogo, Eduardo Vasconcellos é um raro pesquisador que transita com desenvoltura entre as ciências exatas e as humanas. Trata-se de um dos principais estudiosos de trânsito e mobilidade do país, com dez livros publicados sobre o tema.

Para ele, o governo Jair Bolsonaro (PSL) cometerá um grave retrocesso se levar adiante propostas como a de barrar a instalação de radares em rodovias e a de elevar o limite de pontos para um motorista ter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa.

“Reduzir a fiscalização sobre a velocidade é um suicídio, uma loucura. Isso mostra uma visão demagógica, populista”, afirma Vasconcellos

“No fundo de toda essa discussão, tem um desejo de se poder cometer mais infrações”…. –

O autor de “Mobilidade urbana e cidadania” e “Risco no trânsito, omissão e calamidade – impactos do incentivo à motocicleta no Brasil” é diretor do Instituto Movimento e trabalha como consultor internacional na área.

O presidente Jair Bolsonaro disse no fim de março que barraria a instalação de 8.000 radares nas rodovias federais. A Justiça determinou que o governo não faça isto antes de apresentar uma política pública, com estudos técnicos, melhor que a atual. A posição do governo é equivocada? Esse é o pior erro que a gente pode cometer.

Na história da segurança de trânsito, todos os países que conseguiram reduzir as mortes foram muito rigorosos com a velocidade. O primeiro objetivo na engenharia de trânsito, que hoje se chama mobilidade, é garantir a vida das pessoas, que elas não se machuquem e não morram, diz Vasconcellos.

A posição do governo, no meu entender, é totalmente errada. Como as pessoas se machucam ou vêm a morrer num acidente de trânsito? Isto está conectado com a energia do choque. A energia é produto da velocidade. A energia ligada à velocidade que está nos veículos envolvidos vai se dissipar no choque em calor, barulho e em destruição dos corpos.

Quanto maior a energia mais pessoas morrerão ou se machucarão. Se você aumentar a velocidade de um carro de 50 km/h para 70 km/h, isso é aumento de 40% na velocidade, mas a energia cinética aumenta ao quadrado. A energia que está ligada ao seu carro a 70 km/h será o dobro da energia que estava conectada quando você estava a 50 km/h.

Informações do Site UOL.

Sem comentário para "Ideia de Bolsonaro de barrar radares em rodovias é loucura, diz pesquisador…"


deixe seu comentário