Brasil tem 21 das 50 cidades mais violentas do mundo, segundo Ong

policiais-favela-abr-830x552

O ranking apontou Caracas, capital da Venezuela, como a cidade mais violenta do mundo. Fortaleza, que ficou na 12ª colocação geral, foi a líder em mortes violentas no Brasil.

O destaque negativo no país é a região Nordeste, que aparece com um quarto dos municípios mais violentos do planeta.

 

Um ranking divulgado nesta segunda-feira, 25, pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal revelou que o Brasil tem 21 das 50 cidades mais violentas do mundo.

Em 2014 o número de cidades brasileiras na lista das 50 mais violentas do mundo era de 16. De acordo com a Ong mexicana, Caracas, a capital da Venezuela, é a cidade mais violenta do mundo, com uma taxa de 119,8 assassinatos para cada 100 mil habitantes.

A lista é elaborada levando em conta a taxa do número de homicídios para cada 100 mil habitantes em municípios cuja população é superior a 300 mil pessoas.

No ranking de 2014, a cidade brasileira líder em mortes violentas era Maceió, que agora é considerada a quinta menos segura do país.

Uma diferença positiva em relação ao ranking anterior é que, em 2014, o Brasil tinha três das dez cidades mais violentas do mundo, e na lista atual nenhum município brasileiro aparece entre as dez primeiras.

Confira abaixo quais são as cidades mais violentas do Brasil e as suas respectivas taxas de homicídio para cada 100 mil habitantes, segundo o ranking da Ong mexicana:

12º Fortaleza – 60,77
13º Natal – 60,66
14º Salvador (e Região Metropolitana) – 60,63
16º João Pessoa – 58,40
18º Maceió – 55,63
21º São Luís – 53,05
22º Cuiabá – 48,52
23º Manaus – 47,87
26 Belém – 45,83
27º Feira de Santana (BA) – 45,50
29º Goiânia (e Aparecida de Goiânia) – 43,38
30º Teresina – 42,64
31º Vitória – 41,99
36º Vitória da Conquista (BA) – 38,46
37º Recife – 38,12
38º Aracaju – 37,70
39º Campos dos Goytacazes (RJ) – 36,16
40º Campina Grande (PB) – 36,04
43 Porto Alegre – 34,73
44º Curitiba – 34,71
48º Macapá – 30,25

Fonte: Ong mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal

Foto: Ilustração

sem comentário »

Prefeito Gil Cutrim inaugura Conselho Tutelar da Região das Vilas

conselho 03O prefeito Gil Cutrim (PDT) inaugurou, nesta última segunda-feira (18), a sede do Conselho Tutelar da Região das Vilas de São José de Ribamar, órgão permanente e autônomo que atua na defesa dos direitos do cidadão ribamarense, em especial crianças e adolescentes.

A implantação de um Conselho nas Vilas, região mais populosa do município, era um sonho antigo dos moradores.

O Conselho foi instalado em um prédio adquirido pela Prefeitura e localizado na Rua 03, na Vila Operária. Possui ótima infraestrutura e oferece todas as condições necessárias para que os conselheiros, empossados na semana passada, possam desenvolver bem suas funções.

“São José de Ribamar é uma cidade muito grande, com mais de 100 bairros e uma população que, hoje, chega próximo da casa dos 300 mil habitantes. Além do Conselho da Sede e, agora, o das Vilas, já estamos trabalhando para implantar, o mais breve possível, um terceiro Conselho, que atuará na chamada Região Limítrofe. Agindo desta forma, estaremos contribuindo para que o órgão possa ter as suas ações ampliadas”, afirmou o prefeito.

Os moradores dos bairros que compõem a chamada Região das Vilas de São José de Ribamar elogiaram a iniciativa.

De acordo com eles, a área é formada por dezenas de localidades que, juntas, reúnem cerca de 40% da população da cidade e, por este motivo, se fazia mais do que necessário a a instalação de um Conselho Tutelar específico.

“Solicitamos ao prefeito Gil que, sabedor da necessidade que nós tínhamos, prontamente nos atendeu. A partir de agora, os conselheiros atuarão de maneira mais próxima, o que, em muito, beneficiará a comunidade”, disse a professora Cláudia Sousa, moradora do Jardim Tropical.

Também participaram da cerimônia de inauguração vereadores e lideranças comunitárias de várias regiões da cidade.

sem comentário »

Prefeitura de Ribamar concede promoções para mais de 550 servidores

Os servidores efetivos do município de São José de Ribamar iniciaram o ano de 2016 em festa e obtendo novas conquistas.

Prefeito Gil Cutrim

Prefeito Gil Cutrim

O prefeito Gil Cutrim (PDT), com base na Lei nº 922/11, que instituiu o Plano de Carreiras, Cargos e Remuneração do Funcionalismo, implantou reposicionamento para 581 funcionários de níveis superior, médio e fundamental.

A ação garantiu, já em dezembro, aumento salarial para os servidores, situação que ratificou o respeito que a administração municipal tem pelo corpo funcional que, diariamente, trabalha em favor da população ribamarense.

Mesmo diante da crise financeira que continua prejudicando as cidades maranhenses, principalmente devido a queda constante de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), em São José de Ribamar, graças a um planejamento administrativo e orçamentário eficiente, os salários dos funcionários foram pagos em dia durante todo o ano de 2015.

O governo municipal também antecipou o pagamento do 13º salário.

Desde 2011, várias outras ações de valorização dos servidores foram executadas, dentre elas implantação do calendário anual de pagamento do funcionalismo; concessão de três reajustes salariais para os profissionais do magistério (um de 15%, outro de 22% e o terceiro de 8%); implantação de reajuste salarial (ou reposicionamento) para os servidores efetivos, de acordo com o tempo de serviço prestado; concessão de promoções e progressões para professores; criação do novo Estatuto do Servidor Público de São José de Ribamar; instalação da Junta Médica dos servidores municipais; implantação do Portal do Servidor (www.saojosederibamar.ma.gov.br/servidor); dentre outras.

“Investir e valorizar o servidor é uma política pública constante da nossa administração. Em breve, iremos anunciar novas ações que, em muito, irão beneficiar o funcionalismo público”, afirmou Gil Cutrim.

sem comentário »

Prefeito Alan Linhares vistoria obras do aterro sanitário de Bacabeira

O prefeito de Bacabeira, Alan Linhares (PCdoB), vistoriou, as intervenções que estão sendo realizadas para a construção do aterro sanitário do município. A conclusão da obra está prevista para o primeiro semestre de 2016.

 

A obra do aterro sanitário, executada em parceria com a Fundação Nacional de Saúde – Funasa, compreende a construção de bacias de recolhimento de lixo, tanque de resíduos de chorume, sistema próprio de rede de água para limpeza, balança de pesagem e uma guarita, que servirá para o controle de entrada de resíduos.

 

Segundo o prefeito Alan Linhares, o funcionamento do aterro reduzirá os impactos ambientais causados pela destinação inadequada de resíduos sólidos (materiais recicláveis) e dos rejeitos (lixo orgânico). “Depois de vários estudos técnicos e muito planejamento estamos conseguindo avançar na construção do aterro sanitário. O respeito ao meio ambiente também é uma prioridade da nossa gestão. Vamos oferecer todas as condições necessárias para o pleno funcionamento do aterro”, afirmou o gestor municipal.

 

 

sem comentário »